publicidade

publicidade

Concreto com ar incorporado: definição e por que usar?


Incorporador de ar é um aditivo que, quando incorporado na argamassa ou no concreto, melhora as propriedades mecânicas dos mesmos, como fluidez e leveza. Pode ser usado em concretos e argamassas preparadas no local da obra e, inclusive, ser adicionado na betoneira durante o amassamento.

Uma as principais preocupações em relação ao concreto é a leveza – principalmente quando a concretagem será de grandes estruturas como elementos flutuantes, viadutos e pontes. O concreto com ar incorporado não é indicado em construções desse porte, pois este tipo de concreto não protege a armadura de aço da estrutura e tem uma resistência baixa à compressão.

Fonte: Reprodução.

Em obras em que é  necessário obter uma estrutura mais leve, o ideal é substituir os agregados (britas e pedras, por exemplo), que pesam mais, por agregados mais leves. A adição do ar incorporado proporciona leveza ao concreto sendo muito comum o seu uso em preenchimentos de vãos e paredes.

O custo-benefício do ar incorporado é muito bom quando comparado com outros materiais. Por exemplo, o ar incorporado se molda facilmente em qualquer tipo de fôrma e não causa problemas estruturais quando utilizado para preenchimento de espaços vazios como uma laje.

Vantagens:

  • Melhora a densidade do concreto e/ou argamassa;
  • Proporciona homogeneidade;
  • Possui excelente fluidez e estabilidade;
  • Substitui o uso do cal.
Fonte: Mapa da Obra/Reprodução.

Veja também: BDE Explica: Concreto celular


Concreto celular

O Concreto celular é um concreto extraordinariamente leve que tem a adição de ar incorporado em sua composição. Esse tipo de concreto é utilizado em emboços e nivelamento de áreas irregulares em pisos e lajes. Possui um excelente isolamento termo acústico e é usado como proteção mecânica de camadas impermeabilizantes

O concreto é conhecido mundialmente e um dos materiais mais usados na construção civil. Suas propriedades mecânicas como resistência à compressão tornou o seu uso comum. Dependendo do porte da construção são adicionados aditivos à sua composição para melhorar ou alterar algumas propriedades mecânicas. Cada aditivo causa um efeito se adicionado ao concreto, de modo que é necessário um estudo e uma pesquisa sobre os aditivos e qual é o efeito ou resultado desejado.

Recomenda-se o uso do aditivo incorporador de ar em concreto expostos à presença de água. O incorporador de ar torna o concreto mais resistente à penetração de água, o que reduz as chances de possíveis problemas patológicos no futuro.

A quantidade de aditivo incorporador que será utilizado é calculado com base nos traços e sempre em relação à massa do cimento.

O tempo de mistura dos materiais também influencia nas propriedades mecânicas do concreto com ar incorporado. Quando o tempo de mistura é insuficiente, o concreto perde uma boa porcentagem de sua resistência à tração, elasticidade e resistência à compressão.

Também usado para fins estruturais, o concreto celular é útil em execução de paredes estruturais de edifícios portantes, paredes de vedação em estruturas de concreto convencional, sobrados, dentre outros.

O concreto celular possui alta fluidez, não sendo necessário o seu adensamento. Sendo assim, o concreto com ar incorporado é uma solução tecnológica que tem ganhado cada vez mais espaço nas construções brasileiras e futuramente pode se tornar tão comum quanto o concreto convencional.


publicidade

publicidade