publicidade

publicidade

Conheça o barco que dará a volta ao mundo com hidrogênio da água do mar


O Energy Oberver utiliza hidrogênio da água do mar para navegar e libera zero carbono

Sustentabilidade e uso de energias renováveis não são moda nem tendência: são uma realidade cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. De necessidades básicas, como alimentação e higiene pessoal, a bens de consumo, é inevitável que a tecnologia aponte para um futuro mais verde.

Uma das novidades do assunto é o navio Energy Observer, o primeiro do mundo a utilizar gás hidrogênio para navegar. E não é apenas mais um projeto: ele irá atravessar mares e oceanos para promover o desenvolvimento de energias renováveis. A ideia é que ele pare em 101 portos de 50 países no período de seis anos.

Com emissão zero de carbono, o navio está se tornando um símbolo da transição para um planeta mais limpo. O Energy Observer é equipado com turbinas eólicas, painéis solares e hidrogeradores. Estes últimos são usados para separar as moléculas de H2O da água do mar. Com isso, ele é capaz de liberar oxigênio e comprimir hidrogênio, sendo impulsionado durante a viagem.

O barco dará a volta ao mundo em seis anos, parando em 50 países

Expedição francesa

A expedição é liderada pelos franceses Victorien Erussard e Jérôme Delafosse. Porém, o time que tornou o projeto possível é composto de 50 profissionais, dentre eles navegadores, arquitetos navais, engenheiros, designers e comunicadores.

Todos trabalharam para transformar um antigo barco de corrida no Energy Observer, tornando possível a navegação autônoma com hidrogênio. O maior desafio é alcançar a auto-suficiência ao acoplar energia e produção do hidrogênio da água do mar,  livre de carbono.

Os líderes da expedição Victorien Erussard e Jérôme Delafosse

A equipe de desenvolvedores destaca que o hidrogênio é o elemento químico mais abundante do universo. A cada dia, descobrimos mais sobre seu imenso potencial como vetor energético e capacidade de recuperar energias renováveis.

Mas o que o projeto realmente pretende comprovar é a possibilidade de produzir hidrogênio de maneira barata e sem carbono. Para isso, o barco precisa provar o desempenho deste novo modelo energético e se tornar um exemplo para o mundo todo.

Fotos: Energy Observer. Fonte: Energy Observer e Mashable


publicidade

publicidade