publicidade

publicidade

Esses aparelhos são a prova de que o ar condicionado do futuro é bem diferente do que conhecemos hoje


Com o calor que tem feito em várias regiões do planeta, o ar condicionado é visto, hoje, como um item essencial não só nos ambientes comerciais e industriais como também nos domésticos. Porém, a maioria dos modelos disponíveis no mercado é muito cara, de difícil instalação e complicada manutenção. Por isso, muitas pessoas desistem de adquiri-los, ficando com o velho e bom ventilador.

Se tratando de ventoinhas, até pouco tempo atrás essa era a única maneira de refrescar o ar dos interiores. Mas, há pouco menos de cem anos a indústria desenvolveu os mais incríveis projetos para administrar o conforto ambiental. O mercado ainda está em expansão. Há uma busca constante por alternativas mais inteligentes, sustentáveis, controláveis, fáceis de guardar, instalar e mais. E agora tem sido um dos melhores momentos para mudar o reconhecimento das pessoas, principalmente dos amantes de casas “inteligentes”, sobre as possibilidades futuras dos aparelhos de ar condicionado para uso doméstico.

Os modelos a seguir são a prova disso. Confira!

(imagem extraída de Samsung)

+ 360 Cassette

(imagens extraídas de Samsung e Megabites)

A multinacional Samsung tem, entre sua lista de produtos, um modelo de ar condicionado com design bem diferente, o 360 Cassette. Ele combina com vários tipos de ambientes, principalmente os de linhas curvas, podendo ser instalado dentro do teto ou exposto. Por ser circular, sua descarga de fluxo de ar é omnidirecional, ou seja, uniforme para todo o espaço, com perda mínima. O aparelho também é equipado com um ventilador de reforço. Essas diferentes possibilidades permitem que o usuário ajuste o vento no sentido que preferir, mais confortavelmente, como se fosse o sopro natural.

 + Haier Group

(imagens extraídas de CES Interactive por Homecrux e Haier)

A empresa chinesa Hair revelou, recentemente, um protótipo de alta tecnologia no show de eletrônicos de consumo IFA, em Berlim, chamado de Tianzun. Depois apresentou esse elegante produto, já finalizado, na CES em Las Vegas. Nos dois eventos, esse ar condicionado chamou muito a atenção, pois se tratava do primeiro modelo com sistema inteligente autônomo. Infelizmente, muitas de suas características técnicas foram mantidas em sigilo pelo fabricante, mas o que foi adiantado é que o aparelho teria a capacidade de se ser controlado através de um dispositivo iOS, da Apple, como se fosse um controle remoto, bastando apenas estar ligado à uma rede Wi-Fi.

(imagem extraída de STR Ar Condicionado)

Poucos tempo depois, a mesma empresa apresentou na Appliances & Electronics World Expo em Xangai, na China, outra de suas recentes tecnologias. Essa novidade surpreendente trata-se do primeiro modelo de ar condicionado esteticamente projetado e fabricado por uma impressora 3D. Embora o valor final estimado para venda seja relativamente alto (cerca de seis mil e quinhentos dólares), esse produto destaca-se pela possibilidade de customização, sem igual. Tanto aparência, cor, forma e funcionamento, entre outros aspectos, podem ser ajustados de acordo com as especificações, como gosto e necessidades, do cliente.

+ Artcool

(imagens extraídas de Turbos Quid e Energia Jutra)

Normalmente, os aparelhos de ar são vilões da decoração de interiores, mas o Artcool Air Conditioner, da LG, veio para mudar essa lógica. Isso porque seu design inteligente permite transformar o aparelho em peça artística, ficando mais bem integrado à estética do ambiente. É possível para o cliente anexar ao seu quadro externo qualquer arte ou fotografia, ou mesmo escolher um acabamento entre as diversas opções de cores e texturas disponíveis.

O Artcool Stylist foi vencedor do Prêmio iF Design Award 2014. Essa unidade é menor que o modelo anterior da empresa, com 121 milímetros de profundidade, e de aparência e funcionamento mais modernos. Ela possui alta eficiência energética, iluminação de LED que ajuda a informar sofre o nível de resfriamento ou aquecimento emitido, e um fluxo eficiente e silencioso, em três vias, que distribui o ar pelo espaço de maneira mais suave, natural e uniforme.

+ Noria

(imagem extraída de Noria Home)

O Noria é um protótipo que possuiria capacidade de resfriar um ambiente de até 30m². Seu projeto foi desenvolvido pelo engenheiro mecânico Kurt Swanson e financiado através de uma plataforma de financiamento coletivo. O pequeno e discreto aparelho sopraria o ar em três sentidos e poderia ser controlado por aplicativos de celular, assim como acontece com o Tianzun, da Hair. Mas seu maior diferencial seria, na verdade, sua fácil instalação. Ele viria com um adaptador flexível, que completaria o espaço vazio, sem deixar nenhuma fresta aberta ao seu redor.

+ Evapolar

(imagens extraídas de Futurism e New Atlas)

O Evapolar também surgiu a partir de um financiamento coletivo. Trata-se de um pequeno umidificador, purificador e ar condicionado portátil. Sua potência não deve ser comparada à de nenhum grande aparelho. Acredita-se que ele possa resfriar somente uma área de até quatro metros quadrados. Ele tem autonomia de funcionamento de seis a oito horas e precisa de manutenção a cada oito meses. Antes de ligar o dispositivo na energia, o usuário deve colocar um pouco de água em seu reservatório, ou serão produzidas apenas brisas, como um ventilador comum. Internamente, nanofibras de basalto ajudam na evaporação do líquido, arrefecendo toda a área ao seu redor.

+ Geizeer

(imagem extraída de Thrillist)

O Geizeer pode ser o menor e mais simples modelo de ar condicionado desta lista. Portátil e ecológica, a pequena caixa em madeira, criada pela startup idea3Di, pode resfriar um ambiente de até 12m², com pouca energia, durante quatro horas. Em seu interior há uma bateria, recarregada através de um cabo USB, um recipiente, onde se deve colocar gelo, e uma placa com ventilador, que suga o ar para dentro. A união dessas partes faz o ar frio se espalhar em todas as direções ao redor do dispositivo. Então, sentar perto dele, em dias quentes, pode ser algo bem prazeroso.

+ Windball

(imagens extraídas de Tudo Ar Condicionado e Spicytec)

O Windball, assim como os dois modelos anteriores, é um tipo incomum de ar condicionado. Então, sim, há outros produtos similares no mercado, porém este tem maior efeito de resfriamento. Projetado pelo designer Jaesik Yun, a pequena esfera teria capacidade de refrigerar um ambiente residencial comum em até três graus célsius. Ele se aproveitaria do processo de evaporação da água para, assim, recuperar certa quantidade de calor ao seu redor. E para carregar suas baterias bastaria utilizar energia elétrica ou mesmo solar.

FontesRevista Casa e JardimThrillistSamsungLGHaierTudo Ar Condicionado.


Leia Também:

Estudantes criam parede que reduz a temperatura

Ar-condicionado de apenas 16 cm resfria, umidifica e limpa o ar

Pesquisadoras criaram uma alternativa para substituir o ar condicionado sem agredir o planeta

Descubra como esse telhado está ajudando a resolver a escassez de água em zonas áridas do Irã

 


publicidade

publicidade