publicidade

publicidade

Estes cargos estão em alta na engenharia em 2017 (e saiba quais estão em baixa)


Atenção estudantes e formados em engenharia: uma pesquisa sobre tendências e salários no Brasil mostra os cargos em alta. Segundo a consultoria de recrutamento HAYS, o ano de 2017 será mais receptivo para os engenheiros do que 2016. Para quem é especializado no segmento de infraestrutura, o cenário é ainda mais positivo.

Com a perspectiva de aumento das exportações, as áreas de energia e agronegócio devem concentrar a maior parte das oportunidades, conforme aponta o relatório da consultoria. Isso acontece porque o setor de infraestrutura, no qual o engenheiro tem papel central, é a principal alavanca econômica do país.

Fonte: Pixabay.

Cenário político-econômico

Entre 2000 e 2014, foram feitos grandes investimentos nos segmentos de infraestrutura, telecomunicações, óleo e gás. Consequentemente, aumentou a demanda por engenheiros e valorizou ainda mais a carreira. Entretanto, a partir de 2014, a crise econômica se agravou e muitas empresas desse setores foram investigadas pela Operação Lava Jato.

Com isso, diversos projetos foram paralisados. Outros fatores conjunturais, como a redução no preço do barril de petróleo, em 2015, também impactaram no mercado. Após uma rápida recuperação, em meados de 2016 e início de 2017, o cenário político-econômico foi novamente abalado por causa das delações de Joesley Batista, da JBS, que envolveram políticos como o presidente Michel Temer.

Os investimentos, que estavam sendo retomados, foram novamente desacelerados, paralisando projetos e impactando na carreira de muitos engenheiros. A boa notícia é que, aos poucos, esses profissionais vem sendo requisitados, aumentando as perspectivas.

Assim como aconteceu em 2016, neste ano continua a busca pelo aumento de produtividade com redução de custos e funcionários, incluindo engenheiros. Por outro lado, o cenário está receptivo, com novas oportunidades profissionais. Pela primeira vez em dois anos, mais empresas pretendem contratar do que aquelas que planejam reduzir o número de empregados.

Cargos em alta

De acordo com a consultoria, estes são os cargos em alta na engenharia em 2017 e os principais motivos que os popularizam:

  • Gerente de operação: insere a redução de custos na empresa— prioridade inevitável em tempos de crise.
  • Gerente de melhoria contínua / qualidade: aprimora a qualidade do produto, sem que os custos de produção aumentem.
  • Gerente de saúde, segurança e meio ambiente: auxilia na redução das perdas financeiras por meio de processos judiciais nas áreas trabalhista e ambiental. Ao melhorar a reputação da empresa, apoia as áreas de marketing e branding.
  • Coordenador de engenharia de confiabilidade: conhecido pela atuação no processo de recall de produtos como carros e celulares. Essencial para as áreas de marketing e vendas, trabalha o produto tanto na saída quanto ao longo de um  ciclo determinado.
Fonte: Pixabay.

Cargos em baixa

Por outro lado, estes são os cargos em baixa atualmente:

  • Gerente de projetos industriais: com a queda no consumo, muitas fábricas ficam ociosas e cortam investimentos. Com isso, faltam oportunidades profissionais dessa área.
  • Gerente de pesquisa e desenvolvimento: Com a crise, aumentou o receio ao risco. As empresas preferem concentrar seus esforços em produtos e serviços já existentes que sejam rentáveis e com retorno relativamente mais seguro. Consequentemente, a área de pesquisa e desenvolvimento passa a receber menos investimentos.

Fonte: Exame.com.


publicidade

publicidade

  • Gabriel Monteiro

    Estou pensando em fazer uma pós em engenharia de qualidade, o que falar sobre essa área ?

  • Guilherme Rosso

    Não concordo