publicidade

publicidade

Engenharia Química


 engenhariaquimica2-guia-das-engenharias.jpg

+ O que é o curso?

Quando pensamos em Engenharia Química, logo associamos ao trabalho em laboratórios. Mas esta formação vai bem mais além. Os profissionais desta área serão responsáveis pelo desenvolvimento de processos de transformação de matérias-primas em produtos, em escala industrial.

Esta é, aliás, a grande diferença entre o químico e o engenheiro químico. Enquanto o primeiro estuda os elementos e produtos químicos, atuando na análise e desenvolvimento de novos produtos, o segundo é voltado para o desenvolvimento de processos e maior eficiência de todas as etapas produtivas relacionadas à química.

A grade curricular dos cursos de Engenharia Química é voltada para uma formação que permita o futuro engenheiro a trabalhar em todas as fases do processo de transformação físico-química, desde a ideia inicial do projeto, até o controle, otimização e, inclusive, manutenção de sistemas.

+ As atividades do profissional

A formação é bastante abrangente, assim como as possibilidades de áreas de atuação de um engenheiro químico. Na indústria, este profissional pode trabalhar em projetos de implantação de equipamentos, processos e sistemas de controle.

Cabe também ao engenheiro químico a definição de matérias-primas a serem utilizadas em cada processo produtivo, o estudo e projeções para o aumento da eficiência operacional, assim como o trabalho em conjunto com o setor de operação, de forma a garantir que a produção esteja dentro das especificações necessárias.

No setor ambiental, em que há um crescimento de demanda por profissionais, cabe ao engenheiro químico a análise de impactos ambientais e a busca por maior eficiência no cuidado com o meio ambiente, inclusive por parte das empresas em que atue. A formação em Engenharia Química permite ainda a atuação com gestão financeira e tecnológica em empresas e também na área da pesquisa e desenvolvimento de produtos químicos.

É esperado do engenheiro químico bastante dinamismo e atualizações constantes, frente à competitividade no mercado.

engenhariaquimica-guia-das-engenharias

+ As matérias do curso

Entre as disciplinas básicas da Engenharia destacam-se, essencialmente, a química, a física, a matemática e a computação. Entre os fundamentos mais específicos, destaque para a termodinâmica, cinética química, reatores químicos, tratamentos de água, controle, engenharia ambiental e instrumentação.

+ O mercado de trabalho

Devido à função multifacetada do engenheiro químico, esta é uma profissão em alta, e em diferentes setores. Entre alguns dos que mais empregam os formados nesta área, destaque para empresas e indústrias como a de papel e celulose, de alimentos, de tintas e vernizes, de polímeros e, evidentemente, a indústria química de base, química nuclear e alcoolquímica.

engenhariaquimica3-guia-das-engenharias.jpg

+ Faculdades com o curso

Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), em Uberaba

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Rio de Janeiro

Universidade Federal de São Carlos (UFScar), em São Carlos, São Paulo

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre

Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em São Luís

Referências: Guia de Profissões – IG, UFRGS

 

 


publicidade

publicidade