publicidade

publicidade

Mapa mostra poluição atmosférica mundial em tempo real


A poluição atmosférica é um problema sério e a situação chega a ser absurda em alguns locais no mundo, prejudicando a saúde de toda a população. Em setembro deste ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que 92% da população mundial vive em áreas onde os níveis de poluição do ar estão acima do ideal. O relatório da OMS leva em consideração dados de satélite, modelos de transporte aéreo e o monitoramento em diversas localidades.

Anualmente, cerca de 3 milhões de mortes são relacionadas à poluição externa do ar (por doenças como derrame, doenças cardiovasculares, pulmonares e outras). Alguns meios de transporte, as indústrias, a queima de combustíveis e resíduos sólidos são exemplos de atividades que contribuem consideravelmente para a poluição atmosférica.

Imagem: environmental.nationalgeographic.com
Imagem: environmental.nationalgeographic.com

Alguns dias atrás, uma queima de fogos em uma festa hindu na Índia ocasionou uma situação grave de poluição do ar em Nova Delhi, que ficou coberta por uma névoa de poluentes. Alguns poluentes ultrapassaram em até 10 vezes o limite máximo recomendado pela OMS.

No Brasil, a Resolução que trata da qualidade do ar é a CONAMA 003/1990.  Nela, são estabelecidos três níveis para que seja executado o Plano de Emergência para Episódios Críticos de Poluição do Ar: atenção, alerta e emergência. Esses níveis variam de acordo com as concentrações de poluentes e condições meteorológicas desfavoráveis.

Imagem: earthtimes.org
Imagem: earthtimes.org

Para acompanhar a poluição atmosférica pelo mundo, o cientista Yann Boquillod criou um mapa animado que mostra a situação da poluição do planeta em tempo real. O projeto é denominado AirVisual Earth e nele é possível verificar manchas em cima de alguns locais, indicando se a situação está boa ou não. Manchas vermelhas significam que a situação está ruim e as setas brancas representam as correntes de ar.

Imagem: AirVisual Earth
Imagem: AirVisual Earth

No Brasil (dependendo da situação, visto que o mapa é em tempo real!), é possível visualizar algumas machas vermelhas sobre a região Sudeste (não é o caso da imagem acima, que foi observada em uma madrugada), principalmente em São Paulo. Não é difícil ver a região sobre a China ou a Índia vermelha.

Imagem: AirVisual Earth
Imagem: AirVisual Earth

A poluição que o mapa mostra é para PM2,5 (ou MP2,5), que são partículas com diâmetro menor que 2,5 micrômetros e que podem penetrar no sistema respiratório, causando sérios problemas. Na qualidade do ar, as partículas menores são mais preocupantes porque são aquelas que, ao contrário das partículas maiores, conseguem ultrapassar as barreiras do organismo e atingir os pulmões.

Um dos objetivos do site é conscientizar as pessoas sobre os níveis de poluição no planeta e no país em que vivem, além de alertar os órgãos governamentais. Assim, é possível incentivar a reduzir a geração de poluentes com atitudes como: manter a revisão do carro em dia, para que a queima de combustíveis ocorra de forma adequada, evitar queimar os resíduos sólidos, evitar queimadas, fazer a manutenção nos equipamentos de controle de emissões atmosféricas das indústrias, dentre outras.

Referências: AirVisual, Science, DailyMail, Istoé, Agência Brasil.


publicidade

publicidade