publicidade

publicidade

Pesquisadores criam painéis solares com tinta condutora de eletricidade de fabricação rápida e barata


Quando as primeiras placas fotovoltaicas foram fabricadas, elas eram equipamentos caros e pesados. Com o avanço da tecnologia, já é possível fabricar painéis solares com a espessura de uma folha de papel.

Criado por um grupo de pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Austrália, a tecnologia está em uma tinta solar especial capaz de conduzir eletricidade. Ela é impressa diretamente sobre um tipo de plástico muito forte e flexível, que pode ser enrolado em tubos sem o risco de estragar, facilitando o transporte.

Mas uma vantagem que tem chamado a atenção para esses painéis solares é que são bem mais baratos de serem fabricados do que as placas fotovoltaicas comuns: o metro quadrado custa apenas 10 dólares. Bastam dez impressoras para produzir a quantidade necessária de folhas de painel solar para gerar energia a mil casas.

Paul Dastoor, professor da Universidade de Newcastle, mostra os painéis solares que ajudou a criar (Foto: Yahoo)

Tecnologia inovadora

Além de barato, o material pode ser fabricado de maneira rápida, permitindo sua implementação acelerada no mercado. “Nenhuma outra solução de energia renovável pode ser fabricada de maneira tão rápida. Na nossa impressora de escala do laboratório, conseguimos produzir facilmente centenas de metros do materiais por dia e, em uma impressora de escala comercial, essa quantidade aumentaria para quilômetros”, revela o professor Paul Dastoor, da Universidade de Newcastle.

O material é feito a partir da impressão de uma tinta eletrônica avançada sobre folhas laminadas, finas e transparentes. Os equipamentos utilizados são prensas de impressão convencionais. Os componentes são à base de carbono não-tóxico, sendo usados diretamente nas tintas processados em tintas à base de água.

A tecnologia está na fase final de testes. Mas os pesquisadores garantem que, até o momento, os resultados foram bastante satisfatórios. Eles esperam que a invenção consiga fornecer energia para comunidades sem acesso a qualquer tipo de eletricidade.

A tinta especial é impressa da superfície de um plástico forte e flexível (Foto: Universidade de Newcastle)

Fontes: Mashable e Universidade de Newcastle.


publicidade

publicidade