publicidade

publicidade

Quais são os profissionais mais satisfeitos com os seus salários?


Com essa crise é difícil imaginar profissionais super satisfeitos, não é mesmo? Mas há, sim, setores festejando a boa remuneração e benefícios mesmo em meio a tantos impasses financeiros no país.

O setor que possui funcionários mais felizes com seus salários é o de Agronegócio, segundo um levantamento feito pelo Love Mondays. Em uma escala de 0 a 5, a nota média da área em relação à remuneração é de 3,76. A pesquisa ainda revelou as empresas deste setor que tem colaboradores satisfação: a Monstanto e a Syngenta.

salarios-blog-da-engenharia

É importante lembrar que essa boa classificação do setor de Agronegócio não quer dizer que ali estejam os melhores salários. “A satisfação salarial indica o quão confortável uma pessoa está com o valor que recebe pelo trabalho que faz, além de o quão justo ela percebe ser esse salário”, explicou a CEO do Love Mondays, Luciana Caletti.

Ocupando o segundo lugar está o setor de Serviços Financeiros, com nota de 3,69. O BNDES e o Credit Suisse são, nessa área, as empresas que mais satisfazem os funcionários com os salários. Tradicionalmente, os salários oferecidos por corporações desse setor são acima da média do mercado.

Foram analisadas mais de 44 mil publicações espontâneas dos funcionários e ex-funcionários de empresas para realizar o levantamento. Confira abaixo o ranking completo:

Nota média para remuneração e benefícios

1- Agronegócio – 3,76

2- Serviços financeiros – 3,69

3- Bens de consumo – 3,68

4- Automotivo – 3,60

5- Construção e mercado imobiliário – 3,59

6- Energia, mineração e saneamento – 3,58

7- Governo, ONG e associações – 3, 54

8- Serviços ao consumidor – 3,53

9- Mídia e meios de comunicação – 3,52

10- Educação – 3,52

11- Tecnologia e telecomunicações – 3,51

12- Serviços para empresas – 3,51

13- Farmacêutica e saúde – 3,50

14- Manufatura industrial – 3,50

15- Hotéis, hospitalidade e entretenimento – 3,45

16- Varejo e atacado – 3,45

17- Logística e transporte – 3,44

 

Fonte: Infomoney | Imagem: Shutterstock


publicidade

publicidade