publicidade

publicidade

Startup cria tinta a partir de fuligem preta dos escapamentos de carros


Ao longo dos últimos 150 anos, o mundo depende de queima de combustíveis fósseis, direta ou indiretamente, para as suas necessidades de energia. A fuligem é o principal subproduto da queima de combustíveis fósseis. E para mudar a realidade da poluição nos grandes centros urbanos, uma startup deu inicio a um produto inovador. A startup Graviky Labs criou a Air Ink, uma linha de tintas de alta qualidade feita através da filtragem da fuligem preta que sai do escapamentos dos carros.

De acordo com o portal da invenção, a exposição às partículas de poluentes emitidos por veículos leva a cerca de 20 mil mortes na América do Norte a cada ano. Muitas dessas mortes foram causadas por doenças relacionadas com a fuligem. Além disso, essa substância provoca quase 300 mil ataques de asma e 2 milhões de dias de trabalho perdidos devido a problemas respiratórios.

+Como funciona

O dispositivo responsável por capturar as partículas de fuligem é o Kaalink, que tem o formato cilíndrico e é encaixado nos escapamentos. Assim, ele consegue impedir que as substâncias sejam liberadas para o ar. Isso indica que, além de produzir o produto, diminui a poluição que é emitida no ambiente.

O processo, depois da captura, consiste em purificar a fuligem com a retirada das partículas de metal e vidro e, em seguida, na mistura com óleo vegetal para criar as tintas. Finalizado, o produto pode ser usado tanto em canetas quanto em sprays para pintura de paredes. A invenção já impediu a poluição de 1,6 trilhões de litros de ar poluído.

Fonte: Site oficial Air Ink, Bons Fluidos | Fotos: Divulgação

publicidade

publicidade