ColunistasEngenharia Química

Dia do químico: Uma homenagem

0

Bom, antes de tudo, feliz dia do químico a todos os profissionais dessa nobre área de estudos. Nesses últimos anos estamos vivendo momentos bastante conturbados na sociedade. E não poderíamos deixar de homenagear aqueles que muitas das vezes tiveram uma carga de trabalho grande e quase sempre seus valores são esquecidos, que são os profissionais da química.

Novamente, PARABÉNS!! e MUITO OBRIGADO ! FELIZ 18 de junho!

parabéns

Fonte: https://unsplash.com/photos/QoMQcDOadgk

A ORIGEM

Em 18 de junho de 1956 o até então presidente Juscelino Kubitschek, promulgou a lei Nr 2800/56, quer dizer, Lei Mater dos químicos, que passou a reconhecer essa área de estudo.

dia do químico

Fonte: https://unsplash.com/photos/mF6gB6hV5OU

Além disso, através da lei foi determinado no que a profissão se baseava e deu a liberdade para que pudesse ela mesma fiscalizar a atuação dos profissionais atuantes. Sendo assim, foram criados, o Conselho Federal de Química e o Conselho Regional de Química, órgão responsável por tal fiscalização.

Desde então, o dia 18 de junho é marcado como o dia do químico. Okay! Os conselhos servem para monitorar e fiscalizar a atuação profissional, mas estão se questionando, no que atuam? Vamos descobrir !

Atuação do químico

A química por si só trata-se do estudo da matéria com análise comportamental, energia e forma. Esse estudo visa entender como podemos criar outros elementos/substâncias através da inter-relação entre eles.

Atuação do químico

Fonte: https://unsplash.com/photos/_whop2XD0Mk

A área química subdivide-se em várias vertentes, por exemplo: química analítica, bioquímica, química orgânica, química inorgânica, físico-química,  e lógico, a área acadêmica. 

Vamos destrinchar um pouco?
  • A analítica estuda a identificação (qualitativa) e a quantificação (quantitativa) de uma determinada espécie ou elemento químico em um meio, através de métodos clássicos ou experimentais.
  • A bioquímica é a aplicação da química no estudo dos processos químicos que acontecem nos organismos vivos.
  • A química orgânica estuda os compostos que são formados por átomos de carbono. Por isso são carinhosamente apelidadas de química do carbono.
  • Em oposição, a inorgânica estuda os compostos que não possuem, de maneira obrigatória, átomos de carbono em sua composição.
  • A físico-química estuda a química por um olhar dos princípios físicos. Um olhar mais macro.
  • Por fim, na área acadêmica, temos o desenvolvimento do ensino  e da pesquisa.

Diante disso, vemos os químicos (bacharéis) atuando nas diferentes indústrias… química, petroquímica, cosméticos, fármacos, bebidas e alimentos, limpezas e muito mais.

Ainda, na academia, temos a divisão entre químico dito teórico e experimental. O químico teórico atuando na criação e explicação de leis matematicamente em boa parte do tempo. Em contrapartida, os químicos experimentais, lógico, analisando se na prática a teoria é válida.

Mas pera, qual seria a diferença entre a química e a engenharia química?

Round 1 – química vs engenharia química.

Diálogo

A: O que você estuda?

B: Engenharia química!

A: Ah sim! Química.

B: Não ! É ENGENHARIA QUÍMICA!!

(Risos)

Não vamos negar, todos nós já passamos por isso. E sentimos uma raiva muito grande por isso. Mas químicos… não é nada pessoal nem preconceito. Sabemos que somos melhores (Brincadeira a parte).

Primeiramente, na minha humilde opinião (Paulo), o químico cria o problema! Por outro lado, o engenheiro químico resolve o problema. Ainda, podemos pensar que o químico trabalha em escala de bancada, isso quer dizer, laboratorial.

químico

Fonte: https://unsplash.com/photos/PP5nO5gcLdA

Em contrapartida, o engenheiro químico atua a partir dessa escala tentando reproduzir o feito em escalas industriais.

engenheiro químico

Fonte: https://unsplash.com/photos/qAxEJ0ClFfQ

Em suma, deixo para que vocês tirem suas próprias conclusões.

Até breve !

Não se esqueçam de acompanhar o blog da engenharia, a coluna de engenharia química nas redes sociais !!! Curtam e compartilhem!

Enfim, a coluna de engenharia química faz um convite a todos. O que acham de interagirmos mais? Tem interesse em algum assunto?

Comentem os stories, as publicações. Ficaremos felizes em buscarmos a informação pra vocês e transmiti-la da melhor forma possível.

Paulo Bonjour
Estudante de Engenharia Química na Universidade do Rio de Janeiro (UERJ), onde realiza as seguintes atividades de Iniciação Científica: Otimização de Processos Químicos e Análise das Tecnologias de Produção de Butadieno. Cursou Bacharel em Física até o 4º Período. Durante esse tempo participou de atividades de Iniciação Científica na área de Energia Solar. Possui cursos de Inglês e Francês. Atualmente trabalha com Conformidade de Registro de Gestão no Exército, responsável pela certificação dos registros dos atos e fatos de execução orçamentária, financeira e patrimonial incluídos no Sistema integrado de Administração Financeira do Governo Federal - SIAFI e da existência de documentos hábeis que comprovem as operações.

    Conheça o mapa 3D esculpido em pedra cerca de 4 mil anos atrás

    Previous article

    OPORTUNIDADES NA ENGENHARIA: Projetos de Prevenção e Combate a Incêndio

    Next article

    You may also like

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    More in Colunistas