0

Primeiramente, é importante informar que a pandemia intensificou a taxa de desemprego, chegando a ser de 14,6% no Brasil. Um marco histórico, e infeliz. Por este motivo, trago esta matéria para citar para vocês habilidades que possam prevenir o desemprego e abrir novas oportunidades, se você realmente estiver buscando se diferenciar.

No final de 2020 o Fórum Econômico Mundial (FEM) publicou “O relatório do futuro do trabalho” onde descreveram 15 habilidades principais que profissionais de diversas áreas podem/devem estar desenvolvendo, pelo fato de estarem em alta até 2025.

5 HABILIDADES QUE DARÃO DESTAQUE A ENGENHEIROS NO PÓS PANDEMIA

Portanto, selecionei 5 habilidades (não que as outras não sejam importantes) focando na carreira de engenharia. É importante destacar que existem dois tipos de ações a partir do conhecimento dessas habilidades: desenvolvê-las ou aprimorá-las, esta última para aqueles profissionais que já possuem as mesmas.

Essa busca para o desenvolvimento e/ou aprimoramento dessas características pode ser alcançada através de cursos, vivencias propositais que o profissional pode estar se colocando e por meio de aprendizados diários, tanto por meio de diálogos com profissionais mais experientes como por ações tomadas.

Quais serão essas habilidades? Anota aí!

Estão prontos para conhecer as 5 habilidades?

Essas 5 habilidades selecionadas por mim estão nos grupos das soft skills [habilidade comportamentais] como das hard skills [habilidades técnicas], e são:

  • 1: Pensamento analítico e inovação.
  • 2: Uso, monitoramento e controle de tecnologias.
  • 3: Resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade.
  • 4: Inteligência emocional.
  • 5: Programação.

Em conclusão, o mesmo relatório exclama que essas habilidades não são necessariamente pré-requisitos para a conquista de vagas disponíveis no mercado de trabalho. Porém, o desempenho do profissional na empresa a longo prazo é estabelecido pelo domínio dessas competências.

Além disso, para mais matérias sobre mercado de trabalho, é só ficar de olho aqui no Blog da Engenharia. Fica a dica, eterniza quem quer.

 

Bárbara Guimarães
Engenheira de Materiais pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Londrina. Durante a graduação desenvolveu pesquisas na área de metais, compósitos, nanomateriais aplicados, analítica e de tecnologia da educação. Foi diretora de Protocolo do Club Rotaract Londrina Sul, presidente do Centro Acadêmico do Curso de Engenharia de Materiais e, co-fundadora do projeto Eu-Reciclo na pré incubadora de empresas da UTFPR. Trabalhou em uma empresa de consultoria prestando serviço em empresas do estado de São Paulo. Atualmente trabalha no mercado financeiro e é mestranda do programa de pós graduação em Ciência e Engenharia de Materiais na Universidade Federal de São Carlos - SP. Sua área de atuação é em materiais compósitos de alto desempenho. Proprietária do Instagram @engenhariademateriaisbg e do canal Materializando BG no YouTube. Mineira, adora ler, correr e ter bons amigos. Toma mais café do que água. Defende a ideia de que viver o próprio sonho é sempre melhor do que viver o sonho de alguém.

Acidentes e mortes em silos de grãos no Brasil

Previous article

Austrália e o problema ao solucionar impactos de minas desativadas

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Brasil