0

Skills é um termo em inglês, que significa habilidade ou capacidade de concretizar de forma rápida e eficiente um determinado objetivo, designa-se também como o jeito e a destreza que cada pessoa tem em determinadas tarefas.

Dessa forma, você já pensou em ser um “cidadão do mundo”? Já pensou em atuar no mercado internacional? Já se perguntou quais as principais skills ou habilidades você precisa ter para ser um profissional global pelo oceano?

Portanto, neste artigo, trazemos para você 5 das principais skills que faz a diferença para atuar de forma internacional, e caso você nunca tenha ouvido falar sobre o assunto, continue lendo esse artigo.  Bora lá?!

1. Fluência em línguas estrangeiras

skills

Primeiramente, 71 % da sua superfície do Planeta Terra é coberto por oceano, ou seja, é o ambiente que a maioria dos países tem acesso. Nesse sentido, podemos dizer que a língua inglesa principalmente é universal, ou seja, em qualquer lugar do mundo que você esteja, você conseguirá se comunicar, logo depois vem língua a francesa.

Mas qual a relação do oceano com os idiomas? As duas coisas têm muita ligação, assim como maior parte do planeta é coberto por oceano, as línguas citadas são geralmente as mais faladas no universo internacional do oceano. Então, a primeira dica é, se seus planos são de atuar de forma internacional pelo oceano, é essencial que você busque aprender sobre outras línguas, principalmente o inglês, pois é uma das skills que possibilita um maior campo de atuação com mais oportunidades.

Porém, não precisa se preocupar em ter que quebrar o cofrinho para investir todas as suas economias em um super curso de línguas.  Muito pelo contrário, hoje existem muitos recursos de baixíssimo custo e até gratuitos que nos possibilitam aprender outra língua. Sem falar nas pequenas atitudes que podemos adquirir no dia a dia, como ver filmes legendados por exemplo, ler livros em inglês, e por aí vai.

2. Comunicação

Fonte: freepik

Vivemos na era digital, então comunicação clara é sempre mais que importante, independente da área que você escolha atuar. Porém, a comunicação é um campo muito mais amplo do que a esfera digital, é preciso saber comunicar para diferentes públicos em diferentes circunstâncias e em diferentes modelos. Infelizmente, nos últimos anos as pessoas tem se acostumado a se comunicar através de meios digitais, principalmente em redes sociais, utilizando imagens, textos, vídeos e por aí vai.

O ponto essencial desse tipo de comunicação, é ter o feeling de contar a sua história, de usar sua fala, seu corpo, suas experiências. Dessa maneira, o profissional internacional do oceano entende bem sobre como contar o seu storytelling e sabe adaptar sua comunicação. Então, procure melhorar sua arte de se comunicar, observe se você consegue passar para as pessoas aquilo que está em sua cabeça, se você sabe se expressar, se sua fala passa segurança. São pontos muito importantes para um profissional internacional do oceano.

Olha só, antes de concluir esse tópico, iremos passar a você uma dica de leitura que é: Como convencer alguém em 90 segundos. Em suma, o escritor dá dicas de como se comunicar melhor com as pessoas, e conta também suas experiências nas diferentes circunstancias de sua vida.

3. Olhar multicultural

skills

Fonte: freepik

O oceano, além de ser um encontro de águas de vários países, é um de encontro com diversas culturas. Sendo assim o profissional internacional do oceano, deve conhecer, entender, respeitar e considerar todas as diferenças culturais. Então, com certeza, um profissional dessa área muitas vezes vai trabalhar em uma região geográfica diferente da sua de origem. E nesse sentindo, é de suma importância que você pesquise sobre o lugar que irá atuar, para que dessa forma consiga adaptar sua comunicação, e principalmente suas atitudes.

Continuamente, nesse momento é essencial estar com a mente aberta, para entender as pessoas, a cultura, e principalmente a forma com que trabalham. Até porque, cada país tem seu jeito de decidir, de atuar, de se comunicar, de gerenciar e por aí vai. Então, essa é a hora de você ser um camaleão, e ser adepto a ambientes e pessoas diferentes, não fique engessado na sua cultura, até porque você não estará em sua terra, e isso não se trata apenas de você, todos estarão trabalhando por um objetivo de interesse mundial, que é o oceano!

4. Gestão de projetos

skills

Fonte: freepik

É uma das hard skills que é muito importante, seja você um profissional internacional ou um empreendedor. Estabelecer prazos (deadlines), criar metas, estratégias, e gerir recursos financeiros, são alguns dos pontos importantes para todos os profissionais interessados em trabalhar em grandes projetos.

Lembre-se que nem tudo é baseado em soft skills e intuição, em muitos momentos um profissional internacional do oceano, terá que ser racional e certeiro em tomadas de decisões. Com objetivo de se obter resultados através de suas ações. Automaticamente, tudo vai se tornando mais fácil com a obtenção de experiência, e todo o profissional passa sempre pela melhoria continua, seja em seus projetos ou em sua vida profissional.

Por isso, nesse ponto tudo acaba se interligando, a comunicação, o olhar multicultural e saber principalmente falar outra língua para poder se comunicar.

5. Adaptação

Fonte: freepik

Trabalhar de forma internacional pelo oceano, requer rápida adaptação a outras culturas e contextos diferentes. Um profissional que sabe se adaptar é cada vez mais valorizado em uma sociedade que está em constante transformação e evolução.

Nesse sentido, para você ser um profissional desses, precisa estar disposto a abrir mão da sua zona de conforto, seja sua casa, trabalho, carro, papagaio e assim por diante. Até porque, você estará partindo para outro país, outra cultura, serão novas conquistas, novas pessoas, novos problemas, novos desafios. Então, se a oportunidade chegar e você ficar com medo, vai com medo mesmo, porém nunca deixe ele ser maior do que sua vontade de ajudar a cuidar do oceano.

E aí, está pronto para ser um profissional internacional do oceano? E lembre-se também, a Décado do Oceano começa com você (2021-2030)!

Primeira Heroína do Oceano, Sylvia A. Earle (@mission_blue). Fonte: @SylviaEarle.

Artigo escrito por: Ivanilson Santos e Pamela Thaís Licheski.


Siga @ivanilsonsnts e @pamelathaiss_ para mais conteúdo e apreveite para conhecer mais sobre Engenharia de Pesca aqui.

Ivanilson Santos
Engenheiro de Pesca pela UFRPE, atualmente, é mestrando pelo Programa de Pós-graduação em Aquicultura da UFSC, onde é integrante no Laboratório de Camarões Marinhos/UFSC. Atuando em temas relacionados principalmente ao cultivo e nutrição de camarões marinhos, com ênfase em sistema de bioflocos e aditivos alimentares (bioativos) em dietas para camarões. Cristão, pernambucano, ama violão e xadrez e busca fazer a diferença no mundo, não apenas no âmbito pessoal e profissional, mas também semear conhecimento em prol da ciência, da sociedade e da conservação do meio ambiente. Instagram: @ivanilsonsnts

Engenheiro, que tal uma agenda para organização?

Previous article

Margaret Hamilton: a mulher por trás do sucesso da Apollo 11

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Carreira