0

É fato que nos dias atuais um dos grandes desafios da Engenharia está sendo a busca de novas tecnologias para suprir a demanda de energia de uma forma limpa e vantajosa. O uso da energia eólica vem sendo utilizada mundialmente como uma solução para suprir essa demanda, tendo por exemplo no Brasil uma média de 471 usinas e 10.374MW de capacidade instalada.

Pensando nisso, uma startup Espanhola desenvolveu uma opção inovadora que possui diversas vantagens, mas causa espanto a princípio: construções de turbinas eólicas sem pás. Vamos comigo entender como isso acontece?

Mas como é a estrutura das turbinas utilizadas atualmente?

Assim, de uma forma bem sucinta, as utilizadas normalmente são formadas por torres que fornecem a sustentação da estrutura, um rotor que mantém a fixação das pás. Dessa forma essas pás são feitas de materiais aerodinâmicos leves e resistentes, geralmente de resina epóxi ou poliéster reforçado com fibra de vidro e/ou carbono para melhor aproveitamento do vento.

turbina eólica

Fonte: Época Negócios- Turbinas de geração eólica com pás.

Como são essas turbinas sem pás

O projeto chamado Vortex Bladeless, é composto de cilindros que oscilantes, que possuem como uma grande sacada a sua flexibilidade. Portanto, diferentemente das turbinas com pás que “captam” o vento, esse equipamento inovador vibra quando são expostos a ele.

Nesse sentido, testes executados com esse equipamento são extremamente positivos, propõem que ele é capaz de fornecer a produção de eletricidade em média 30% mais barata do que as usadas hoje em dia.

Vantagens dessa inovação

Sobretudo esses novos aparatos possuem algumas vantagens, dentre elas estão:

  • Exigem manutenção mínima;
  • Possuem poucas partes móveis que reduzem de uma forma drástica a quantidade de manutenções;
  • Geram pouco ruído;
  • São de uma instalação muito menos complexas do que as turbinas eólicas convencionais que possuem uma grande logística para sua implantação;
  • Causam menos impacto visual;
  • Evitam acidentes que ocorrem entre pássaros e pás eólicas.
eólica

Instalação do Vortex Bladeless.

Possibilidade de geração eólica nas cidades

A princípio, os responsáveis por desenvolver essa tecnologia que foi financiada pela União Europeia, possuem uma visão muito otimista sobre implantar esses sistemas na rotina das cidades.

Esperamos oferecer às pessoas a possibilidade de colher o vento que passa sobre seus telhados ou através de jardins e parques, com dispositivos mais baratos de instalar e mais fáceis de manter do que as turbinas eólicas convencionais. David Yáñez, coordenador do projeto.

turbina eólica

Fonte: Vortex Bladeless- Turbina instalada no telhado de uma escola.

Acima de tudo, os fundadores possuem uma solução extremamente inovadora e um desafio muito ambicioso no que se diz respeito a ter em grande escala esse tipo de equipamento. Contudo a equipe hoje em dia conta com 100 protótipos pré-comerciais sendo testados na faixa de 85 centímetros de altura cada.

turbina eólica

Fonte: Vortex Bladeless – Modelos pré-comerciais de 85 centímetros que estão sendo lançados pela startup.

Isabela Guedes
Engenheira Civil, especialista em Geotecnia e MBA em Gestão de Obras na Construção Civil. Desde o início da graduação trabalhei em diversas áreas da Engenharia, o que me trouxe uma vasta experiência de sete anos no mercado. Moro atualmente no interior do estado do Rio de Janeiro, possuo 28 anos e sou apaixonada por novos desafios, tecnologia e inovação, séries e games. Produzo conteúdo nas minhas redes sociais com muito humor e de forma acessível para quem não é da área, misturando minhas duas paixões Engenharia Civil e Cultura Pop. Tenho como grande objetivo trazer mais visibilidade para as mulheres na construção civil. Instagram: @engcivil.guedes

Dassault Systèmes e universidades: Veículos do futuro

Previous article

Mapas Mentais, como eles podem auxiliar nos seus estudos

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas