ColunistasCuriosidadesDestaqueEngenhariaEngenharia Ambiental e SanitáriaEngenharia CivilSustentabilidade

ÁGUA – O MAIOR BEM DA VIDA

2

Você sabia que hoje, dia 22 de março comemora-se o Dia Mundial da Água? E por esse motivo, decidi escrever esse artigo com algumas curiosidades e informações que você precisa saber sobre esse bem tão precioso e escasso!

Vamos lá!

Planeta água

A superfície da Terra é composta por 97,5% de oceanos de água salgada, e por isso que ela é conhecida como planeta azul. Porém, esse alto volume não é totalmente adequado para consumo humano. Apenas 2,5% da água é doce e estão disponíveis para consumo, incluindo atividades como agricultura, pecuária, indústria, entre outros.

planeta água

No entanto, a maior parte dessa água doce está indisponível por se encontrar na forma de gelo ou cobertura de neve nos polos e outras regiões que são um total de 2,08%. Além disso:

  • 0,29% é subterrânea;
  • 0,009% é doce de lagos;
  • 0,008 é salgada de lagos;
  • 0,005% é misturada no solo;
  • 0,00009% é de rios;
  • 0,0009% é vapor d’água na atmosfera.

E por fim, conclui-se que apenas 0,02% estão disponíveis para abastecimento de cidades.

Índices de consumo

Toda a água doce disponível não é destinada apenas para utilização humana diretamente. Ela é destinada também para várias outras atividades, como:

  • 70% em agropecuária;
  • 22% nas indústrias;
  • 8% uso doméstico.

Nesse sentido, devido ao Brasil ser um país forte em produção agropecuária, o consumo de água passa para 72%. Dessa maneira, verificamos que não é apenas as casas e comércios que devem racionalizar, mas também os setores primário e secundário.

Fonte: Agência Nacional de Águas (ANA)

Continuamente, como exemplo desse grande número na agropecuária, para produzir 1 kg de carde de boi por exemplo, são utilizados cerca de 15,4 mil litros de água. Uma camiseta de algodão custa 2,5 mil litros, uma tonelada de aço leva 300 mil litros. Uma das campeãs no meio agrícola, é a soja que gasta 1,8 mil litros para cada quilo produzido.

Ranking de atendimento de água no Brasil

Justamente hoje, o Instituto Trata Brasil divulgou o relatório com o ranking do saneamento com dados do SNIS (Sistema Nacional de Informações Sobre o Saneamento) de 2019. Esse relatório, mostra dados como: nível de atendimento, melhoria de atendimento, nível de eficiência, investimentos, e dados detalhados de cada região do Brasil.

De acordo com dados do relatório, o indicador IN055 (Índice de atendimento total de água %), o mesmo pega uma amostra de 100 municípios brasileiros e indicou que em 2019 apenas 26 municípios possuíam 100% de atendimento total, 16 municípios com atendimento superior a 99%, e o menor percentual foi de 32,42% no município de Ananindeua (PA).

Contudo, de acordo com dados da ONU (Organização das Nações Unidas) a previsão é de que até 2050, aproximadamente 45% da população não terá quantidade mínima de água. Analogamente nos países subdesenvolvidos, cerca de 50% da população consome água poluída, em todo planeta pelo menos 2,2 milhões de pessoas morrem em decorrência de água contaminada.

O futuro da água

A cada ano, aumenta cerca de 1% no consumo desse recurso desde a década de 1980, e a tendência é que esse número continue crescendo até 2050. Com o consumo aumentando, deveria haver o equilíbrio entre a demanda e a oferta.

rio com água

Fonte: Enric Cruz López

Todavia, lembra aqueles 2,5% de água doce que falei no início? Então, se hoje o consumo é gigantesco e milhares de pessoas já não tem acesso a ela, você acha que daqui a 50 anos mesmo com investimentos em infraestrutura haverá água para toda a população?

Se continuarmos nesse consumo e desperdício desenfreado, seus netos podem sofrer com a falta desse recurso essencial para a vida. Água é um recurso não renovável, cada gota que vai pelo ralo não voltará mais. Então, não apenas no dia de hoje, mas em todos os dias pense e trabalhe para que suas atitudes sejam positivas em relação a ela.

Sou engenheira civil, porém apaixonada por saneamento graças a oportunidade que tive em acompanhar de perto o processo de coletar e levar a água até a torneira das pessoas. E aqui entre nós, é muito gratificante participar disso de alguma forma, e se conscientizar ainda mais sobre o quão importante é protegermos esse recurso tão valioso.

Água: se souber usar, não vai faltar

 

Pamela Thaís Licheski
Sou Engenheira Civil, catarinense com 23 anos. Atualmente atuo na área de saneamento na região do Mato Grosso, com atividades de combate a perdas, supervisão operacional e georreferêciamento. Além disso, possuo vasta experiência na área de projetos e posso dizer que tenho muita história da faculdade para contar. Li recentemente em um livro, que não precisamos ter sucesso para sermos felizes, mas precisamos ser felizes para ter sucesso. Acredito que é a felicidade que impulsiona o sucesso. Então que sejamos felizes no que escolhemos fazer no mundo! Instagram: @pamelathaiss_

Destrinchando o SCRUM [Parte 3/4]

Previous article

Trello, a ferramenta que todo Engenheiro precisa usar

Next article

You may also like

2 Comments

  1. […] Primeiramente, essas cataratas são alimentadas pelo rio Zambeze, que é considerado um dos mais importantes da África, pois passa por diversos pontos importantes do país. Porém com o com o grande aumento de temperatura da região, fez com que o volume do rio diminuísse drasticamente por conta da grande evaporação das águas. […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas