BrasilColunistasEngenharia ElétricaLinkedin

Apagão no Amapá: Um dos desafios do setor de energia no Brasil

0
apagão no amapá: os fatos

Na primeira terça-feira do mês de Novembro – dia (3) a noite, aconteceu que quase todo o estado Amapá estava na real escuridão. A princípio, a queda de energia atingiu 13 de 16 cidades do estado, e já chegou afetar quase 800 mil pessoas. Contudo, o apagão no Amapá implicou no fornecimento de água, serviços dos hospitais que não fossem emergenciais foram interrompidos.

tecnicamente, o que aconteceu?

Nesta mesma noite do apagão, as cidades sofriam com fortes tempestades, em especial Macapá. Uma explosão seguida de incêndio afetou três transformadores da subestação da empresa privada LMTE – LINHAS DE MACAPÁ TRASMISSORA DE ENERGIA, em outras palavras, significa para o estado o complexo mais importante. O incêndio fez grandes danos a um transformador e atingiu outros dois.

Havia um transformador em manutenção que foi restaurado e, desde o sábado seguinte, dia (7), este é o que abastece aproximadamente 70% das áreas que sofreram com o apagão no Amapá.

Apagão

por que existem subestações nas cidades?

Uma subestação de energia é um reduto complexo onde recebe e distribui energia elétrica que percorre as mais variadas linhas de transmissão, ou seja,  é um sistema bastante complexo e caro. Mas por que existem subestações?

Não seria muito mais fácil a energia percorrer os cabos que saem dos geradores e caírem direto no sistema de alimentação convencional?

A resposta é NÃO! Por exemplo, uma subestação é responsável por reduzir a tensão da energia que chega pelas linhas de transmissão do SINsistema interligado nacional para distribuir aos consumidores finais como Empresas, Hospitais, Comércios, Hotéis e as próprias residências.

 

Apagão

Transformador danificado pelo incêndio – Subestação da LMTE – Linhas de Macapá Transmissora de Energia

qual a previsão para o reestabelecimento de energia no amapá?

O apoio do governo Federal é de solicitar a FAB (Força Aérea Brasileira) para o auxílio de reverter o apagão, que prevê a retomada da energia em etapas:

  • A primeira e de caráter emergencial seria a recuperação do transformador danificado, com técnicas de extração do óleo isolante por exemplo, e isso   restabelecerá o aproximado de 70% da energia do Amapá.
  • A segunda medida seria a mobilização da logística enviando outros 2 novos transformadores para Macapá.
  • A terceira etapa seria o envio de 4 super geradores, para amenizar os impactos e garantir atividades essenciais durante a normalização do sistema.
Apagão

Apagão no Amapá

Lucas Henrique
Bacharel em Engenharia Elétrica e Pós graduado em perícia técnica judicial. Especialista em Termografia por NEC SAN-EI em Kitamoto - Japão. Especialista em sistemas de proteção elétrica por MEGGER AB em Danderyd - Suécia. Ampla e sólida experiência profissional, com mais de 10 anos em eletrônica e eletrotécnica. Experiência como eletricista em de manutenção na Ferrovia de São Paulo. Atualmente trabalha como Gerente de projetos em uma empresa do setor de energia, em paralelo administra a própria empresa de engenharia: LHX Engenharia. Músico por Hobby, adora tocar trompete nas horas vagas. Apaixonado por viagens (especialmente lugares frios!).

O que você precisa saber antes de utilizar um Drone

Previous article

Agricultura Quilombola

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Brasil