ColunistasCuriosidadesDestaqueEngenharia de AquiculturaEngenharia de Pesca

Aquário na infância, como eles contribuem para as crianças?

1

É difícil encontrar um adulto que nunca tenha visto um aquário e se encantado com sua beleza, e as crianças não são diferentes. Isso porque, os aquários possuem diferentes formas e cores que encanta qualquer um. Mas a beleza pela beleza não seria divertida, seria? A atividade de aquarismo pode ter várias vantagens para o desenvolvimento das crianças, e é disso que falaremos no artigo de hoje.

No Brasil, o costume de manter peixes como animais de estimação não é incomum, em 2018 o Instituto Pet Brasil publicou dados coletados pelo IBGE sobre a população animal no Brasil. Os animais de estimação mais comuns são cães com 5,2 milhões; Aves 39,8 milhões; Gatos 23,9 milhões; em quarto lugar, 19,1 milhões de peixes e 2,3 milhões de répteis e pequenos mamíferos.

A tendência é de crescimento

Como resultado, os dados também mostram que a demanda por peixes de estimação nas residências brasileiras aumentou 6,1%.

Antes de discutir os benefícios dos peixes de aquário na infância, é necessário esclarecer uma questão que os pais sempre se fazem: as crianças podem ter aquários? A resposta é sim, mas sempre com a ajuda dos pais e quando necessária a intervenção dos pais para não prejudicar o bem-estar dos animais.

Além disso, ao adotar um animal de estimação, o aquário pode se tornar uma medida viável, pois não é um animal que não exija muito espaço, mão de obra e recursos financeiros para um iniciante.

Desenvolver o senso de responsabilidade

A responsabilidade de uma pessoa começa com uma certa idade e se estende pelo resto de sua vida. Manter um aquário é mais fácil do que cuidar de um cachorro e um gato. No entanto, quando uma criança ganha um aquário, ela assume a responsabilidade de desenvolver habilidades como cuidar dos peixes, alimentá-los e limpar o aquário. É assim que as crianças criam um senso de responsabilidade.

Ensina a lidar com as perdas

Infelizmente, o ciclo de vida dos peixes não é muito longo em comparação com outros mamíferos. Isso pode até ser visto como uma desvantagem, já que lidar com uma perda às vezes não é tão fácil. Porém, a criança consegue compreender melhor o ciclo da vida, desta forma, aprende a lidar com as perdas e sentimentos e a superar a dor.

Ajuda com o aprendizado na escola

Para crianças em idade pré-escolar, o aquário pode ajudar no aprendizado de cores – afinal, você pode ter um aquário com muitos peixes de cores diferentes. – Para crianças que já estão em idade escolar, pode ajudar a entender o ecossistema, a qualidade da água, a temperatura e ter consciência da proteção ecológica.

Transmite tranquilidade

Cada pessoa possui uma personalidade, algumas são mais agitadas e outros buscam a calmaria. Um aquário pode proporcionar a tranquilidade, com a observação dos movimentos calmos dos peixes, auxilia na diminuição do estresse e diminuir a ansiedade das crianças que são mais agitadas.

Despertar a criatividade

Adquirir um aquário pode despertar a criatividade, pois com uma certa experiência com os peixinhos, você pode escolher as decorações, as cores das lâmpadas, os organismos aquáticos (peixes, corais, camarões) que vão está inserido naquele habitat, até mesmo o formato do aquário fugindo do comum.

Dicas para adquirir um aquário

Para quem gostou da ideia de um aquário, aqui vão algumas dicas: Antes de começar o aquarismo, faça pesquisas, todos os hobbies exigem um estudo. Também é aconselhável começar com um pequeno aquário de água doce para ver se a criança se adapta e depois adquirir outros tipos de aquários, como os de água salgada, que são adequados para aquários mais experientes. Sempre preste atenção onde o aquário será colocado, pois aquários não podem receber luz solar direta. Além de sempre estar atento aos alimentos, pH da água, aos alimentos e a outros fatores que afetam o bem-estar dos animais de estimação.

Em suma, ter um peixinho como pet em seu lar, pode ser uma boa alternativa de custo benefício e para o desenvolvimento das crianças, além disso pode se tornar um hobby para o resto da vida.


Despertou curiosidade de assuntos relacionados a aquicultura e quer em seu Instagram? Clique aqui e confira!

 

Mayssa Nascimento de Oliveira
Estudante de Engenharia de Aquicultura na Universidade Federal do Paraná (UFPR), onde realizou programa de voluntariado acadêmico no Laboratório de Produção e Reprodução dos peixes (LAPERP), atualmente realiza atividade de Iniciação Científica: Determinação dos coeficientes de digestibilidade aparente dos nutrientes e da energia de alimentos alternativos para macrobrachium rosenbergii. Crio conteúdo na minha rede social profissional de forma didática e acessível para todos. Adoro desafios novos e tenho como objetivo levar aquicultura para todos. Acredito que trabalho em equipe é conciliar várias formas de pensar para um só objetivo. Instagram: @estudandoaquicultura

Engenheiro cria metodologia de gestão eficaz para estudantes e profissionais de engenharia

Previous article

11 livros em inglês sobre o oceano para crianças

Next article

1 Comment

  1. @Mayssa um vizinho tinha um aquário e sem sombra de dúvidas aquilo me despertava a criatividade. Sempre que via eu ficava vidrado no aquário!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular Posts

Login/Sign up