ColunistasDestaqueDestaque + Editor's PickDestaque + PopularesEngenharia CivilGeotecnia

Biomanta: o que é e suas aplicações

0

A Geotecnia é a área que estuda os solos e rochas e como eles reagem em relação a interferências humanas causadas pela Engenharia Civil. Nos dias atuais há uma maior preocupação com as causas ambientais na construção civil, os impactos que podem ser causados que algumas vezes são irreversíveis.

A Geotecnia Ambiental entra nesse meio com um papel muito importante para buscar soluções para diminuição desses impactos.

O que são Biomantas?

Biomanta ou tela vegetal, é uma tela que é fabricada geralmente com fibras naturais de coco, palha ou até da junção dos dois materiais desidratados. Esse material é entrelaçado por costuras de fios, látex natural, colas ou até grelhas. Ela é bastante utilizada em lugares onde há necessidade de controle da erosão ou por exemplo em taludes, restabelecer a vegetação.

Biomantas

Representação de Biomantas em rolo.

Biomantas e Erosão 

Esse material consegue fazer uma proteção do solo no quesito de erosão superficial, fazendo a retenção de umidade por mais tempo. A retenção faz com que hajam condições mais apropriadas e para desenvolvimento de espécies vegetais que foram germinadas no local.

Todos esses fatores proporcionam nutrientes e viram uma forma de fonte de matéria orgânica para o solo, colaborando em sua estruturação.

biomanta

Fonte: Solo Grampeado BH -Aplicação da Biomanta

Recuperação de áreas degradadas 

Essa medida possui como principal objetivo, permitir que a área que sofreu degradação volte a contar com fatores que sejam suficientes para se manter em equilíbrio. Há uma preocupação de que o plano de recuperação tenha como princípio o uso sustentável de recursos naturais disponíveis e preservação de ecossistemas como procedimentos para a recuperação.

Portanto, para que todo esse processo seja possível, deve-se fazer uma análise do meio da restauração. É muito importante identificar o causador dessa degradação e se há necessidade de intervenção, executando outras técnicas de apoio.

Vale ressaltar, que existem várias formas de recuperação e a ser aplicada depende do tipo de degradação.

Biomantas

Biomanta sendo aplicada na estabilização de taludes

Aplicações da Biomanta

Essa técnica pode ser aplicada em qualquer solo ou superfície inclinada, como objetivo de colocação direta sobre o local que há o desejo de proteção com intuito estético, ambiental e para estabilização. Assim, em geral, sua resistência varia podendo se adequar a necessidade do projeto.

Portanto, podendo ser aplicada em: projetos de bioengenharia, drenagens de grande fluxo, mineração, proteção de margens de cursos d’água e reservatórios hidráulicos, áreas pantanosas, brejos, taludes de corte, aterro etc.

Biomanta em encostas de rios

Fonte: Geogreen -Biomanta em encostas de rios

Por que escolher a Biomanta?

Enfim, esse material faz uma proteção eficaz contra erosão do solo, é propícia para germinação de sementes, ajuda com a recomposição de nutrientes do solo, permite plantio durante o ano todo, enfim, além de todos benefícios listados é um material que é constituído de materiais por grande parte naturais, o que proporcionam a diminuição dos impactos ao meio ambiente.

biomantas

Fonte: Greener Ambiental – Biomanta depois de um tempo aplicada possuindo vegetação

Isabela Guedes
Engenheira Civil, especialista em Geotecnia e MBA em Gestão de Obras na Construção Civil. Desde o início da graduação trabalhei em diversas áreas da Engenharia, o que me trouxe uma vasta experiência de sete anos no mercado. Moro atualmente no interior do estado do Rio de Janeiro, possuo 28 anos e sou apaixonada por novos desafios, tecnologia e inovação, séries e games. Produzo conteúdo nas minhas redes sociais com muito humor e de forma acessível para quem não é da área, misturando minhas duas paixões Engenharia Civil e Cultura Pop. Tenho como grande objetivo trazer mais visibilidade para as mulheres na construção civil. Instagram: @isabelaeng

Saúde na Engenharia: NR 17 e apoio ergonômico para pés

Previous article

A greve dos caminhoneiros e o preço do diesel: entenda a relação

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas