publicidade

publicidade

Como a tecnologia tem impactado e revolucionado a construção civil


Não é novidade que a tecnologia está cada vez mais presente na construção civil. Porém, com tantas ferramentas surgindo de forma rápida, o modo de construir está mudando e tende a sofrer mais alterações à medida que novos recursos são desenvolvidos.

A ideia é de que, com o auxílio da tecnologia, a construção seja semelhante a uma montadora de carros: com o projeto pronto, a montagem será feita a partir de material pré-fabricado. Recursos para isso não faltam. Um exemplo é a impressora 3D, que mostra um potencial de construir muito mais rápido, eficiente e barato.

Imagem: 3ders.org

+ Planejamento

Na hora de planejar, o que não falta é ferramenta. A realidade aumentada pode auxiliar a visualizar o projeto no ambiente real e, com o BIM (Modelagem de Informações da Construção – Building Information Modeling), que permite criar modelos virtuais de uma construção, é possível fazer uma melhor análise e otimizar recursos e processos. Como acréscimo, o uso de Big Data pode auxiliar a fazer melhores escolhas do local para construir, do material a ser utilizado e de outros fatores com base em um grande número de dados analisados.

Imagem: copybook.com

+ Construção

Durante a construção, já é comum o uso de drones. Por meio deles é possível visualizar áreas de difícil acesso ou acompanhar o desenvolvimento das obras.

Imagem: engineering.com

Outro recurso tecnológico que pode mudar a construção civil é a inteligência artificial. Já existem pesquisas com robôs autônomos capazes de manipular materiais e montar estruturas com precisão, como o In situ Fabricator, desenvolvido por pesquisadores da Suíça.

Imagem: http://robohub.org

Há, ainda, os prédios inteligentes, os quais requerem adaptações na hora da construção, como a instalação de sensores em locais estratégicos. O desenvolvimento de novos materiais, como os que auxiliam o controle da temperatura nos ambientes e o uso de materiais sustentáveis, por exemplo, também contribuem para uma mudança no ramo da civil.













No mercado, o objetivo é construir de forma rápida, com baixo custo, boa qualidade e que agrade o cliente. Por isso, ganha mais espaço quem souber aplicar os recursos tecnológicos a seu favor. Assim, a tendência é de que os trabalhadores da área de construção civil (engenheiros, mestre de obras, arquitetos, etc.) compreendam as ferramentas digitais para aplicá-las com eficiência. De modo geral, a tecnologia pode auxiliar e modificar o processo de construção e contribuir para aumentar a qualidade de vida de forma sustentável, adaptando-se às necessidades da população.

Referências: Institution of Civil EngineersG1; Raise the bar for engineering; DFAB.


publicidade

publicidade