publicidade

publicidade

Como ganhar dinheiro durante a faculdade


O povo brasileiro vive tempos difíceis. Mesmo para quem está na fase de instrução profissional e universitária, a situação não é nada boa. Além de os estudantes terem de enfrentar as dificuldades de ingressar em uma boa instituição, e de pagar pelo transporte, alimentação e materiais didáticos, muitos são provedores de suas casas e possuem família. Assim sendo, eles precisam ganhar dinheiro durante o período da faculdade.

Foto: Reprodução.

O fator financeiro é o que mais pesa na conquista do tão sonhado diploma de ensino superior. Algo também muito relevante, na escolha pela permanência ou desistência dos estudos, é a carga horária. Muitos acadêmicos não conseguem conciliar sua aula com a jornada de emprego. Outros não podem esperar o tempo mínimo de vivência profissional, exigida pelos programas de estágios, e partem para outras áreas sem concluir o curso.

Não é vergonha alguma o estudante buscar pelo seu retorno financeiro desde cedo, ou querer uma renda extra já nos primeiros semestres da faculdade. Isso se chama empreendedorismo universitário! Assim sendo, o Blog da Engenharia reuniu algumas dicas especiais sobre como ganhar dinheiro durante o período da faculdade. Confira a seguir.

Foto: Reprodução.

+ Desenvolvendo seu espírito empreendedor na faculdade

A universidade pode ser, sim, um bom local para o futuro arquiteto ou engenheiro, por exemplo, desenvolver seu “espírito empreendedor”. Mas, nesse caso, o que vem a ser o empreendedorismo? Empreender é ter a iniciativa de usar os recursos que se têm disponíveis – pode ser no dia-a-dia do campus – para inovar com ações e projetos criativos que possam ser revertidos em lucro, além de outros benefícios à sociedade. O estudante pode colocar isso em prática dentro das próprias instalações da instituição, até mesmo em um home office ou escritório compartilhado, com ou sem ajuda de uma plataforma da internet.

Foto: Reprodução.

Tendo acesso a tantas informações diferentes e pessoas de todas as áreas, fica mais fácil do estudante, mesmo antes do primeiro emprego, ir ampliando sua visão sobre o mercado de trabalho. Entre uma matéria e outra, ele pode ir desenvolvendo seus negócios, recebendo seus lucros financeiros e até montando um portfólio profissional. Certas ideias, que nascem durante a graduação, vão ganhando forma e, ao longo do tempo, se tornam um meio de inserção profissional no mundo pós-colação de grau.

+ Ideias para você adquirir renda durante a faculdade

Foto: Reprodução.

1. Estágio

Certamente, a melhor forma de aliar o conhecimento teórico adquirido em sala de aula com a prática no mercado de trabalho é através da participação dos programas de estágio. Essa também é uma excelente oportunidade de se conseguir rentabilidade durante a graduação. E um benefício final é que, ao invés de que contratar alguém sem a menor experiência, as empresas procuram manter aqueles que já estão adequados ao seu ambiente de trabalho. Ou seja, estatisticamente, há grandes chances dos estagiários serem, posteriormente, efetivados.

Muitas universidades auxiliam os alunos nesse sentido, oferecendo informações sobre quais sites ou agências de empregos eles devem se dirigir. Algumas têm, inclusive, parcerias com o CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola.

Foto: Reprodução.

2. Vagas dentro do Campus

Para otimizar seu tempo, o aluno pode tentar ocupar cargos dentro de sua própria instituição. Em geral, as universidades sempre têm vagas a oferecer aos alunos, nas mais diferentes áreas, como em departamentos administrativos, laboratórios, bibliotecas e outros. Também têm aqueles que conseguem alguma bolsa de auxílio financeiro trabalhando em programas de iniciação científica, cujo objetivo é colocar o estudante em contato com a pesquisa acadêmica, estimulando o pensamento crítico e a busca de soluções a problemas decorrentes do tema abordado.

Se o aluno possui alguma habilidade, afinidade ou conhecimento mais aprofundado em uma determinada área, ele pode assumir a tarefa de monitoria ou tutoria. Muitos estudantes preferem tirar suas dúvidas, primeiramente, com colegas de classe, pois eles entenderiam melhor suas dificuldades. Portanto, essa é uma boa chance de auxiliar os mestres, de exercitar seu lado professor, de preparar calouros para futuras avaliações, ou mesmo jovens que estejam prestando o vestibular.

3. Empregos de curto período ou freelance

O aluno de início de curso, sem muita experiência prática na área estudada, pode tentar pegar, de imediato, empregos temporários, de meio período ou apenas de finais de semana. Mais uma alternativa é tentar a carreira de freelancer, tendo uma micro pequena empresa com seu próprio nome. Pode ser apenas um negócio provisório, como a venda de lanches, acessórios e até livros. Ou pode ser o início de uma grande empreitada, que enriquecerá seu currículo e criará uma rede forte de networking, deixando seu futuro profissional já bem encaminhado. O importante é que tudo seja feito nos intervalos das aulas, sem comprometer seu tempo de estudo.

Foto: Reprodução.

4. Concursos de projetos

“Abro mão de parecer rico agora para ser rico de verdade no futuro” –  citação de Flávio Augusto, na publicação ‘Geração de Valor’.

Quem não tem experiência comprovada preenche o portfólio de todas as formas. Algumas pessoas tentam mostrar aquilo que sabem montando blogs ou vlogs na internet. A maioria tenta promover seus trabalhos nas redes sociais ou nos quadros de avisos das faculdades. Mas tem também aqueles que dão mais valor aos concursos de projetos.

Atualmente, existem muitas associações e institutos que promovem competições próprias para estudantes. Há a possibilidade de ganho financeiro para o vencedor. Mesmo os que ficam em colações inferiores têm boas chances de divulgarem seus nomes e serem chamados para algo maior, como um estágio numa empresa renomada.


Lembre-se, tudo o que você fizer durante o período da faculdade é válido. Não fique parado! Busque mais do que o do que o lucro financeiro. Se possível, coloque o conhecimento em primeiro lugar.

Fontes: OrganizzeBlog Ampliar Seus EstudosUNA Virtual.


Leia Também:

Como ser um Arquitetura Empreendedor de Sucesso

Essas 12 características mostram o que os engenheiros de sucesso tem em comum

Lista BDE: 10 livros de sucesso para alavancar sua carreira

Lista BDA: 10 livros essenciais que todo profissional de arquitetura deve ler

Como ter sucesso em vendas na construção civil em meio à crise?


publicidade

publicidade