Branded Channel | ExemploBrasilColunistasDestaqueEngenhariaMercado de Trabalho

Compliance na Engenharia

0

O compliance é uma expressão que se volta para as ferramentas de concretização da missão e dos valores de uma empresa.

Em uma definição técnica compliance, trata do dever das empresas de promover uma cultura organizacional que estimule a conduta ética e um compromisso com o cumprimento da lei.

Mas não se pode confundir o compliance com o mero cumprimento de regras formais e informais, sendo o seu alcance bem mais amplo, ou seja:

É um conjunto de regras, padrões, procedimentos éticos e legais que uma vez definido e implantado, será a linha mestra que orientará o comportamento da instituição no mercado, bem como a atitude dos seus funcionários.

O que é o Compliance, como aplica-la e suas vantagens. - Notícias ...

Desde 2013, ano em que entrou em vigor a Lei Anticorrupção Brasileira (Lei nº 12.846, de 2013), tem-se aumentado a procura de profissionais especializados para implementação de programas de compliance.

Engenheiro de Compliance

Na Engenharia, entre os principais problemas relacionados à ética, encontram-se a corrupção, a falta de saúde e segurança no trabalho e o impactos ambientais causados.

O Engenheiro de Compliance, tem a função de fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da instituição ou empresa, bem como evitar, detectar e tratar qualquer desvio ou inconformidade que possa prejudicar o bom nome e a imagem da empresa.

Atrelando às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, as Normas Brasileiras e as Leis Federais, Estaduais e Municipais.

Pensando nisso e visando a evolução e o controle,  as empresas estão constituindo departamentos ou contratando consultores, para que sejam monitoradas leis, normas e regulamentos aplicáveis, fixando regras internas abrangendo uma vasta gama de funções dentro da empresa, visando manter sua integridade e reputação.

O não cumprimento de leis e regulamentos pode levar a pesadas multas monetárias, sanções legais e regulamentares, além da perda de reputação.

 Programa de Compliance

  • Envolvimento da alta administração;
  • Políticas e procedimentos internos;
  • Treinamento e comunicação;
  • Análise periódica de riscos;
  • Registros contábeis;
  • Controles internos;
  • Canais de denúncia;
  • Diligência na contratação de terceiros; I
  • Investigações internas;
  • Incentivos e medidas disciplinares e melhora contínua.

Já a algum tempo presenciamos escândalos que envolveram grandes empresas construtoras do país, a iniciativa é bastante oportuna, pois, além de reagir aos problemas, o diferencial é procurar sempre prevenir e inovar.

Portanto, é momento de reagir e adotar novas posturas nas empresas, adotando amplamente os conceitos de Compliance, com as boas práticas e padrões existentes, para que as organizações se destaquem e recebam o reconhecimento do mercado.

Além desta vantagem competitiva, as empresas podem ter desconto em linhas de crédito, valorização da organização e melhores retornos dos investimentos.

Se esse artigo deixou claro o que é COMPLIANCE, deixe aqui em baixo seu comentário e não se esqueça de me seguir no Instagram @eng.angelosantos.

Eng° Angelo Santos
Engenheiro Consultor, graduado em Ambiental e Sanitarista, pós-graduado em Engenharia de Segurança do Trabalho e MBA em Engenharia da Qualidade. Especialista em Consultoria Online e física, eSocial e Processo de Seguranca Contra Incêndio e Pânico - PSCIP. Assistente Pericial da Justiça do Trabalho e auditor ISO 9001, 14001, 45001.

O uso de softwares CFD na Engenharia

Previous article

Na Engenharia, o que é responsabilidade de quem?

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login/Sign up