publicidade

publicidade

Conheça as vantagens do pavimento intertravado para a padronização das calçadas


A calçada é o caminho que nos conduz ao lar. Ela é o lugar onde transitam os pedestres na movimentada vida cotidiana. É por meio dela que as pessoas chegam aos diversos pontos do bairro e da cidade. Por isso, a calçada ideal é aquela que garante o caminhar livre, seguro e confortável de todos os cidadãos. Quando bem feita e bem conservada, valoriza a casa e o bairro.

Foto: Reprodução.

Mas como seria a calçada ideal?

Ela deve oferecer:

  • Acessibilidade – assegurar a completa mobilidade dos usuários;
  • Largura adequada- deve atender às dimensões mínimas na faixa livre;
  • Fluidez- os pedestres devem conseguir andar a uma velocidade constante;
  • Continuidade – piso liso e antiderrapante, mesmo quando molhado, quase horizontal, com declividade transversal para escoamento de águas pluviais de não mais de 3%. Não devem existir obstáculos dentro do espaço livre ocupado pelos pedestres;
  • Segurança- não oferecer aos pedestres nenhum perigo de queda ou tropeço;
  • Espaço de socialização – deve oferecer espaços de encontro entre as pessoas para a interação social na área pública;
  • Desenho da paisagem – propiciar climas agradáveis que contribuam para o conforto visual do usuário.
Foto: Reprodução.

Falta de padronização

Infelizmente, hoje em dia presenciamos a falta de padronização das calçadas e como esse fato impacta negativamente as cidades e a sociedade. Ao tirar do cidadão o seu principal direito assegurado pela Constituição Federal, ou seja, o direito de ir e vir, tanto o comércio quanto o turismo saem perdendo.

O pavimento intertravado

O pavimento intertravado surge como opção bastante viável para a padronização das calçadas, devido as suas várias características:

  • Capacidade de drenagem;
  • Uniformidade do piso;
  • Conforto térmico;
  • Economia na iluminação pública;
  • Facilidade de instalação;
  • Fácil manutenção;
  • É anti derrapante;
  • Possui várias formas e tonalidades;
  • Permite a liberação imediata do tráfego de pedestre depois de instalado.
Foto: Reprodução.

Esse tipo de pavimento traz vários benefícios e vantagens e o principal deles é a acessibilidade, especialmente para quem precisa de mais atenção, como os idosos e os portadores de necessidades especiais. É preciso garantir a liberdade dessa população, dando a opção de um cadeirante conseguir se locomover com segurança, garantindo ao idoso o direito de andar com segurança e permitindo que a população interaja e desfrute de sua cidade com conforto e segurança.

Outro ponto bastante interessante é a durabilidade do pavimento. Como o piso possui um tempo de vida útil muito prolongado, isso garante para a sociedade uma calçada sempre correta e acessível e, ao mesmo tempo, para o poder público, uma cidade organizada, sem muitos gastos com manutenção.


*Artigo enviado pelo colaborador Tasso Pacheco, administrador e bacharelando em engenharia civil (tassopacheco@hotmail.com).


publicidade

publicidade