ColunistasDestaque

Conheça tudo sobre a Engenharia Automotiva!

2

Você quer se formar em Engenharia Automotiva? O automóvel é considerado como uma das máquinas que mudou o mundo. Muitos de nós criamos gosto por máquinas através destas verdadeiras provas de engenharia que hoje ainda podem ser encontrados onde não há nem luz elétrica ou água encanada.

Porém, não é claro quais são as opções para quem deseja entrar nesse mundo. Os cursos tradicionais de Engenharia Mecânica abordam diversos assuntos presentes nos veículos, mas não possuem em suas grades curriculares conhecimentos necessários para quem deseja trabalhar nesta área.

Os cursos nas universidades do Brasil servem para prover os profissionais que o mercado regional necessita, e a indústria automotiva brasileira é certamente influente. Como prova, mais de 110 mil empregos diretos são supridos por este setor que já chegou a representar 5% de todo o PIB nacional. Por este motivo existem algumas opções para quem deseja cursar engenharia automotiva.

engenharia automotiva

Entenda as vantagens de se cursar Engenharia Automotiva

Então quais são as vantagens de se cursar engenharia automotiva? As grades curriculares desses cursos abordam todos os assuntos que são comuns a muitas das engenharias como cálculo, física, química. Além das matérias de base, existem também muitas em comum com a engenharia mecânica como elementos de máquinas, projeto mecânico, mecânica dos fluidos e transferência de calor. Porém, o diferencial vem através das disciplinas específicas como Motores à Combustão Interna e Veículos Elétricos, e o principal diferencial: a área dos Sistemas Veiculares, da Dinâmica Veicular, e Gestão da Qualidade.

Mas o que são essas disciplinas? São apenas disciplinas comuns, porém com Veicular no nome? Com certeza não.

A indústria automotiva tem diversas particularidades e em algumas ocasiões foi precursora de tecnologias que futuramente seriam adotadas por todas as outras, como a produção em linha ou os conceitos de manufatura enxuta. Esses temas são abordados em detalhes nas disciplinas, preparando o profissional com conhecimentos que normalmente não seriam abordados em um curso de engenharia mecânica mas talvez sim em um curso de engenharia de produção. Contudo, escolher um destes cursos também não se teria acesso as disciplinas relacionadas ao produto, o carro em si.

Na disciplina de Dinâmica Veicular assuntos relacionados à estabilidade, dirigibilidade e quais são os princípios físicos por trás da aceleração e frenagem do veículo são estudados e evitam o engenheiro de meses de especialização. Igualmente, nas disciplinas de Sistema Veiculares ou Sistemas de Transmissão, por exemplo, são abordados em detalhes muitos dos mecanismos desenvolvidos especialmente para os automóveis, e inseridos na área da dinâmica veicular trazendo uma perspectiva mais direcionada a estes elementos de máquinas.

engenharia automotiva

Diferencial do profissional de Engenharia Automotiva

Com esta formação um engenheiro automotivo se torna muito versátil aos olhos das montadoras ou os chamados “sistemistas”. Estas são as empresas dedicadas ao desenvolvimento de componentes, freios, embreagens etc… Pela visão sistêmica do veículo, seu desenvolvimento e os sistemas de produção usados, o profissional pode entregar mais valor sem precisar de muitas especializações.

No Brasil historicamente são desenvolvidos mais projetos de tropicalização e melhorias nos veículos já lançados mas isso não é uma regra. Por exemplo, a Volkswagen desenvolveu o novo Nivus no Brasil e outras montadoras possuem centros de desenvolvimento no país.

Qual universidade escolher?

Para aqueles que se interessam ainda pela especialização após a graduação em uma outra área da engenharia, como a mecânica, há opções. Por exemplo, a USP e a PUCMinas oferecem estes cursos. Há ainda a opção de tecnólogo em Sistemas Automotivos oferecido pelo SENAI e outras instituições. Em contraste, para a graduação em Engenharia Automotiva, com boa carga horária específica nesta área, existem a mais tempo os cursos da UFSC e do SENAI. Mais recentemente também foi criada a oportunidade na UCS. Os cursos variam um pouco no foco dado, abordando veículos elétricos ou autônomos dependendo do currículo. Mas a principal vantagem de se optar pela graduação talvez esteja no conhecimento específico associado às equipes de competição.

engenharia automotiva

Estas equipes competem com universidades do país todo para desenvolver, construir e testar veículos que são postos a provas de projeto e de pista. Assim, os desafios trazem experiência prática para os alunos em um curso em que os laboratórios são garagens e o aprendizado é validado na pista.

Rodrigo Cane
Estudante de Engenharia Automotiva. Participou por 4 anos da equipe Fórmula CEM da competição Formula SAE Brasil e atualmente estagia no setor de produção da Renault do Brasil na área de Indústria 4.0.

Modalidades operacionais do mercado financeiro

Previous article

XP EXPERT 2020! O maior evento de investimentos do mundo.

Next article

You may also like

2 Comments

  1. Artigo top! Sou apaixonado por automobilismo… Se tem uma área da engenharia que promete bastante em crescimento é a automotiva. Sucesso ao site!

  2. […] de reunir conceitos de áreas da engenharia anteriormente distintas, o engenheiro automotivo possui vantagem por trazer a aplicação na indústria automotiva para […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas