publicidade

publicidade

Como foram construídas as pirâmides do Egito?

Novas descobertas mostram como os blocos eram transportados

 As pirâmides do Egito são muito, mas muito antigas, certo? Esse abismo temporal tão grande pode explicar por que as pirâmides são uma fonte de fascinação para os humanos, que não conseguem imaginar como nossos antepassados ​​fizeram algo sem tecnologia. Muito menos como construiram estruturas grandes o suficiente para serem vistas do espaço!

pirâmides do egito
Mental Floss

A Pirâmide de Gizé por exemplo, acredita-se ter sido construída ao longo de duas décadas para o faraó Khufu, com mais de 2.3 milhões blocos gigantes de calcário e granito pesando em média duas toneladas e meia cada. . Muitas vezes, eles vinham de lugares distantes, com mais de 500 quilômetros de distância!

Mas o mistério aos poucos vai ganhando novas soluções!


Pirâmides do Egito: A Primeira Teoria

Evidências arqueológicas sugerem que os antigos egípcios usavam trenós de madeira para transportar os blocos de calcário e granito. Mas se você já arrastou alguma coisa pela areia, você pode entender porque esses trenós podem não ter facilitado essa tarefa.

O peso dos blocos faria o trenó afundar e a areia se acumularia na frente do trenó. Assim, aumentaria a resistência e praticamente inviabilizaria a tarefa de arrastar aqueles blocos imensos por quilômetros.


Saiba quais materiais eram empregados na engenharia da antiguidade


Aperfeiçoando a teoria

Um estudo recente propõe uma explicação de como os egípcios usavam os trenós baseados em um princípio que a maioria das pessoas já usou quando se está fazendo castelos de areia na praia: enquanto a areia seca é facilmente empurrada, a areia molhada é maleável, porém mais rígida.

pirâmides do egito

A proporção correta de água para areia, que é variável, mas normalmente entre 2% e 5% do volume de areia. Isso faz com que gotículas de água criem pontes capilares  aos grãos de areia, tornando uma superfície mais lisa.

Nos experimentos, a força necessária para puxar trenós pela areia foi reduzida em 50% quando a quantidade certa de água foi adicionada. Não só faria sentido que os antigos egípcios usassem essa tática, mas há evidências que sugerem que sim.

Uma pintura no túmulo do faraó Djehutihotep mostra trabalhadores movendo uma estátua em um trenó. Enquanto filas de trabalhadores são mostradas puxando pesadas cordas presas à estátua, uma figura está topo do trenó, derramando o que certamente poderia ser água no chão à sua frente.

 Adicionar água à areia para diminuir o atrito faz sentido, porém não significa necessariamente que os egípcios fizeram assim. Mas sem dúvida nenhuma é um grande avanço para desvendar o mistério por trás das pirâmides do Egito.

E você, o que acha? O mistério enfim foi resolvido?

 

Fonte: Mental Floss

 


publicidade

publicidade