publicidade

publicidade

Descomplicando os cursos EAD: entenda e tire suas principais dúvidas!


Você já ouviu falar em Educação a distância (EAD)? Esses cursos são considerados práticos e atendem às necessidades de diversos públicos, pelo fato de permitir que o aluno estude de onde estiver, não importando a localização – basta ter um computador com acesso à internet. Quem nunca fez um EAD tem dúvidas e geralmente questiona a efetividade das matérias, dos procedimentos, das tarefas, das atividades, etc.

Pois é, esse tipo de modalidade vem crescendo no Brasil. Desde 2005 existe uma lei que possibilita a entrega de um diploma para os concluintes de cursos EAD.

Fonte: Pixabay.

Para começo de conversa, existe uma associação que estimula esses tipos de cursos, a ABED – Associação Brasileira de Cursos a Distância. Essa associação tem como missão fomentar a prática de ensino a distância, para que as pessoas entendam, principalmente, que um curso realizado longe da escola física tem seu valor, sua efetividade e sua qualidade, mas é claro, tudo depende do aluno, assim como faculdades e cursos físicos dependem do empenho do estudante, e não da instituição.

Mas, e aí? Como saber se o curso que eu pretendo realizar na modalidade EAD é reconhecido pelo MEC?

Fonte: Pixabay.

Abra o olho! Existe o site do MEC em que você pode realizar esse tipo de consulta. É muito rápido e prático e, com isso, você identifica se a sua instituição é credenciada e confiável. Afinal, não adianta nada fazer um curso durante meses, e depois perceber que a instituição não é reconhecida pelo MEC. Caso você encontre a sua instituição no site, o seu certificado é tão válido e importante quanto o de um curso presencial.

Claro que existem os dois lados da moeda, algumas instituições ainda são engessadas e não aceitam certas transações/evoluções educacionais, porém, segundo a ABED, estamos caminhando para o desenvolvimento contínuo dessa modalidade, até porque quanto mais instituições fazem parte deste time, a possibilidade de os alunos atuarem em muito mais ambientes aumenta demasiadamente.

Além disso, o ensino EAD possui uma lei que regulamenta seu andamento e propõe uma organização de todas essas informações. A lei aborda, inclusive, que a instituição pode colocar como obrigatoriedade provas presenciais, atividades que necessitam de laboratório e defesas de TCC.

Então, qual é a vantagem de estudar EAD?

Lá vão alguns pontos positivos:

  • Você estuda a hora que precisa e quer;

  • Não existem alunos desinteressados na sala de aula atrapalhando seu estudo;

  • Flexibilidade de localização, tempo e dinheiro;

  • Não é necessário se deslocar para a instituição;

  • Alto nível de concentração, pois é possível estudar, sozinho, com música, no quarto, em alguma sala de estudos, onde for mais confortável para o aluno;

  • Valores mais acessíveis, principalmente pelo fato de não precisar deslocar um docente para ministrar uma aula física;

Mas quais são os pontos negativos de se estudar a distância?

  • Existem pessoas que não conseguem se concentrar sozinhas;

  • É necessário mais empenho do próprio estudante na procura e no aprofundamento das disciplinas;

  • Não possui o contato “face a face”;

O ensino EAD tem seus prós e contras, como qualquer modalidade, e fomenta o desenvolvimento dos estudantes de todas as idades, e para isso é preciso empenho e dedicação por parte das instituições, dos alunos e dos professores.

 

Fonte: Pixabay.

Mas eu terei um professor no ensino EAD?

Com certeza! Você terá um docente que enviará materiais periodicamente para você ou postará esses arquivos em alguma plataforma própria da instituição. Também é possível a inserção de vídeo aulas explicativas, livros, entre outros arquivos que utilizamos nos cursos presenciais. Claro que o relacionamento com o seu professor ficará mais distante do que se você estivesse falando com ele ao vivo, porém nada impede que a tecnologia resolva essa distância e que o aluno consiga sanar as dúvidas com os docentes, por meio de e-mails, videoconferências, entre outras formas. Um professor de ensino EAD, para ministrar aulas nessa modalidade, precisa, necessariamente ser mais tecnológico, pois atuará diretamente com canais diversos para entrar em contato com os alunos, mas, vale lembrar, que as competências exigidas em sala de aula para que um professor lecione são as mesmas.

Existem leis, regras, órgãos… O ensino a distância está criando o seu espaço e conquistando cada vez mais uma infinita diversidade de públicos, permitindo que o brasileiro tenha a chance de um desenvolvimento contínuo, com um preço bem justo!

E pra você que ficou com dúvidas, assim como nosso leitor Giovani Oliveira, que sugeriu esta pauta, ou com medo se será bem aceito no mercado de trabalho, o portal Exame apresentou uma matéria constatando que o processo de ensino a distância é encarado normalmente pelas empresas, pois não há distinção nem mesmo no certificado do aluno, que vem especificado apenas o nome do curso, ou seja, não está descrito se é EAD ou presencial. Os alunos que têm medo podem se despreocupar, pois com força de vontade, todos podem ser bem aceitos no mercado de trabalho, basta querer!


publicidade

publicidade