publicidade

publicidade

Por que mais de 50% dos estudantes de engenharia desistem do curso?


Foi feito um levantamento completo pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com base em uma análise inédita de dados do Ministério da Educação (MEC) concluiu que mais da metade dos estudantes de engenharia do Brasil abandona o curso antes da formatura. É triste ver tanta gente desistir do curso de engenharia.

curso, desistir do curso de engenharia, estudantes de engenharia, curso de engenharia

Em 2007, 105.101 pessoas entraram em cursos de engenharia em instituições públicas e particulares. Depois de 5 anos (tempo previsto para a conclusão do curso), apenas 42,6% dos estudantes se formaram e 57,4% haviam desistido. A taxa foi a maior registrada desde 2005.3

Em escolas de renome como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Instituto Militar de Engenharia (IME), o índice de abandono do curso pelos estudantes de engenharia é inferior a 5%. A taxa média de conclusão do curso no setor público é de cerca de 60% e, no setor privado, de 40%.


Leia também– Qual a idade certa para começar a faculdade?


No caso de instituições privadas a dificuldade vem também no valor das parcelas que estão cada vez mais caras. E quando mexemos no bolso, a coisa fica séria, né não?

Desmotivação dos estudantes de engenharia com o curso

A desmotivação provocada pela falta de experiências práticas durante o curso e a necessidade muito prematura de escolha de especializações são dois fatores que também pesam na desistência.













O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) de 2011 aponta que as faculdades de engenharia que obtiveram as notas mais baixas – um e dois – representam 39% do total. Os cursos que têm as melhores notas – quatro e cinco – representam 25%. Na avaliação da Confederação Nacional da Indústria, o Brasil precisa melhorar a qualidade dos cursos e focar mais na inovação.

Não pense em desistir do curso de engenharia

Pode parecer clichê, mas não pense em desistir. Hoje parece até estar na moda as pessoas desistirem das coisas, cada vez com mais frequência. Te convido a ler o artigo que escrevemos lá em 2014 e ainda faz muito sentido hoje: “Posso até estar errado… Mas não penso em desistir…”

QUANDO VOCÊ PENSAR EM DESISTIR, LEMBRE-SE DO QUE TE MANTEVE FORTE POR TANTO TEMPO!


publicidade

publicidade