0

O título desse artigo parece uma metáfora, e você provavelmente deve estar pensando “como assim, existem dicas para abraçar as oportunidades?”. Embora pareça ser estranho, decidi vir aqui e contar a você como agir quando uma oportunidade bate na sua porta, mais especificamente, quando aquela vaga de emprego que você tanto queria acontece.  

No entanto, no meio do caminho existem vários “poréns”, e chega a hora de abrir mão de algumas coisas. Mas, se você ainda não está entendendo nada, continue lendo esse artigo que no final tudo fará sentido.  

Nada cai do céu, muito menos oportunidades

Se você assim como eu não nasceu em berço de ouro, não é um herdeiro, ou não é aqueles prodígios que conquistam seu primeiro milhão antes dos vinte. Então você certamente precisa ralar na vida, para conquistar alcançar os objetivos. Dessa forma, o que quero dizer com tudo isso, é que quando as oportunidades chegam até você, muitos vão achar que elas caíram do céu, mas o fato é que ninguém sabe o que acontece nos bastidores. 

Então meu amigo, esse momento é seu, e só você sabe o quanto trabalhou para ter essa chance.

Mas não estou falando de “trabalhe enquanto eles dormem, estude enquanto eles se divertem, e bla bla bla”. Porque você não precisa deixar de viver e esgotar sua saúde mental para conquistar tudo aquilo que queria aos quarenta anos. Porém, não ache que se você ficar sentado as coisas vão cair do céu! 

Abrir mão disso para ter aquilo 

Oportunidade

O ponto que quero chegar aqui, é especialmente para você que sonha em sair de casa, trabalhar em outro estado ou país. Em suma, sempre ficamos pensando quando esse dia vai chegar, quando a oportunidades vão aparecer, e mapeamos tudo na cabeça, em especial os engenheiros que têm mania de planejamento. No entanto, quando a hora chega é onde a ficha cai, e ali você verá como as coisas realmente serão. 

Abrir mão da cidade que você sempre viveu, dos amigos, da família, sair da sua zona de conforto, e partir para um lugar onde não tem um rosto conhecido, tendo apenas certeza de que você terá um trabalho, uma passagem de ida e o direito de levar apenas algumas malas. Então, nesse momento você precisa ir com a cara e com a coragem ou com medo mesmo, pois dificilmente você terá garantia de que se encaixará no trabalho, na vida nova, se fará novos amigos e por aí vai. 

Mas eu preciso te falar, o frio na barriga junto com as incertezas e a saudade que vai batendo, não tem explicação. E mais uma coisa, poucas pessoas recebem esse tipo de chance, e é assim que você cresce, aprende, ganha experiência, maturidade e conquista seu espaço. 

Leve apenas o essencial 

Aqui vão duas dicas essenciais, e a primeira é: pesquise o lugar para onde você está indo, clima, custo de vida, a logística para chegar até lá. Sabe por quê? Porque imagina só você sozinho tendo que pegar dois aviões e mais quatorze horas de ônibus para chegar quase no outro lado do país. Então não leve uma mala lotada de livros e outra lotada com roupas de inverno, se para onde você vai faz calor o ano todo. Dessa forma, essa é a hora de abrir mão de várias coisas materiais e levar na bagagem apenas o essencial. 

Continuamente, a segunda dica é: deixe todo o seu orgulho para trás, as ideologias que você tem na cabeça sobre que as pessoas devem ser assim ou assado, a cobrança de que você acha que precisa saber tudo e dar conta de tudo, a teimosia que te faz quase nunca pedir ajuda. Vai com calma, você vai esbarrar com pessoas muito diferentes das que está acostumada a viver e a trabalhar. Então leve toda sua pro atividade, sua sede por aprendizado, as experiências que já teve, sua paciência, educação e a mente aberta. 

Reaprendendo a aprender 

Quando ficamos alguns anos trabalhando no mesmo lugar, mesmo que estejamos fazendo o que gostamos, em algum momento aquilo se tornará rotineiro, você já terá aprendido quase tudo e poderá até achar que já sabe de tudo. Porém, não deixe se levar por isso! 

Antecipadamente, você precisa sempre ter os pés do chão. Principalmente se você ocupará um cargo de liderança. Então, busque se enturmar com a equipe, conhecer o trabalho daquelas pessoas, observar a rotina do lugar e da empresa e depois você entra com sua experiência e conhecimento para ajudar e melhorar o que já existe. 

E por que reaprender? Bom, como citei no começo, estamos acostumados a trabalhar e viver em um lugar e de repente você se vê fora da sua zona de conforto. Então precisamos aprender a conviver naquele lugar, a trabalhar com aquelas pessoas, conhecer os problemas daquele ambiente, aprender a como aplicar seu conhecimento e suas experiências, e principalmente a lidar com as pessoas.  

Se joga! 

Dificilmente uma pessoa que acabou de se formar, por exemplo, não saberá quais são seus objetivos de vida. E cada objetivo tem um grande caminho para trilhar, experiências a serem vividas, e oportunidades a serem abraçadas. Quase nunca será como você imaginou, mas vai mesmo assim. Se joga! 

Problemas sempre vão acontecer, medos, saudade, incerteza, e se você tiver que voltar não tem problema. Tudo é experiência, tudo é bagagem, e poucas pessoas tem a chance de viver isso.

oportunidade

Então abrace as oportunidades! não tem receita de bolo, não tem caminho certo, apenas tenha o coração e mente aberta, humildade, paciência e seja persistente para correr atrás dos seus objetivos. 

Pamela Thaís Licheski
Sou Engenheira Civil, catarinense com 23 anos. Atualmente atuo na área de saneamento na região do Mato Grosso, com atividades de combate a perdas, supervisão operacional e georreferêciamento. Além disso, possuo vasta experiência na área de projetos e posso dizer que tenho muita história da faculdade para contar. Li recentemente em um livro, que não precisamos ter sucesso para sermos felizes, mas precisamos ser felizes para ter sucesso. Acredito que é a felicidade que impulsiona o sucesso. Então que sejamos felizes no que escolhemos fazer no mundo! Instagram: @pamelathaiss_

Dassault Systèmes: Metas com base científica e cronograma para zerar emissões

Previous article

Tilapicultura: O setor que está dominando o mundo!

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Carreira