CarreiraColunistas

Do FÍSICO para o DIGITAL na Engenharia

1

O processo de avanço do físico para o digital na engenharia deixa muitas dúvidas. Afinal, como um setor conhecido como presencial pode migrar para o digital e ainda assim oferecer grandes resultados para as obras dos seus clientes?

Além disso, é importante entender como esse trabalho tem funcionado, quais suas vantagens para os engenheiros e para os clientes, e também quais são os serviços que podem e os que não podem ser feito através da internet.

O avanço do físico para o digital na engenharia trouxe muitas possibilidades dentro do mercado de construção civil. Por isso, nesse artigo falaremos tudo sobre essa mudança e o que ela representa.

Do físico para o digital na engenharia

Há algum tempo atrás seria impossível pensar na ideia da transição do físico para o digital na engenharia, isso porque a profissão é conhecida por ser executada de forma presencial, de necessitar de visitas e outras trabalhos que devem ser feitos no local.

Porém, a era 4.0 alcançou o setor e hoje, existem possibilidades de desempenhar funções da engenharia de casa, do escritório, apenas tendo acesso a um computador.

É importante saber mais sobre essa mudança e os seus efeitos. Além disso, existem algumas funções que ainda não podem ser executadas de forma remota, por isso explicaremos um pouco aqui.

Vantagens do digital para engenheiros

Existem diversas vantagens para o profissional com essa transição do físico para o digital na engenharia.

  • Possibilidade de mais contratos,
  • Flexibilidade de horários,
  • Trabalhar de onde estiver,
  • Garantir a qualidade do trabalho prestado.

Além disso, essas possibilidades também oferecem vantagens aos clientes que optam por esse tipo de contratação:

  • Menos burocracia,
  • Economia,
  • Agilidade,
  • Qualidade no trabalho.

Funções do engenheiro dentro do digital

O profissional da engenharia é aquele formado para gerenciar, supervisionar, projetar e executar obras dentro da construção civil, visando a garantia de segurança e estabilidade de toda a estrutura.

Independentemente do tipo de construção, a contratação de um engenheiro é obrigatória, dentro das regras da habitação. Caso seja fiscalizada a obra e não possuir assinatura de engenheiro, o responsável poderá ser multado, porque entende-se como negligência com a garantia de segurança da obra.

Esse trabalho passou a ser disponibilizado em boa parte através das plataformas digital. Saiba quais funções já são permitidas:

  • Planejamento da estrutura;
  • Planejamento de orçamento e prazo da obra;
  • Emissão de laudos técnicos;
  • Realização de cálculos e estudos técnicos para a construção;
  • Elaboração do projeto.

Contudo, alguns pontos ainda são restritos a esse trabalho remoto. Isso porque, alguns pontos precisam da visita presencial do engenheiro, como a supervisão do terreno ou do prédio. Já que é necessário acompanhar para garantir a segurança do processo e da finalização.

A migração do físico para o digital na engenharia abriu novas portas para os profissionais do ramo. Além disso, é importante estabelecer uma comunicação e marketing, para que clientes que não te achariam no off-line, te encontrem e possam contratar os serviços!

Eduardo Cavalcanti
Engenheiro Civil de formação, empresário, e atua em diversos mercados. É aficcionado por tecnologia e está sempre em algum lugar diferente do mundo (sim, viajar está entre seus maiores hobbies). Já teve uma época em que não conseguia dormir sem assistir a um episódio do Netflix. Hoje, com o empreendedorismo pulsando em suas veias, usa praticamente todo o seu tempo livre consumindo conteúdos relacionados à cases de sucesso e ao mercado financeiro.

Plataformas para você ganhar dinheiro na crise

Previous article

A era dos polímeros biodegradáveis

Next article

You may also like

1 Comment

  1. […] a transformação digital não se resume em fazer com que as coisas sejam […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Carreira