ColunistasCuriosidadesDestaqueDestaque + PopularesEngenhariaEngenharia ElétricaEngenharia Eletrônica

É engenheiro elétrico ou engenheiro eletricista? Entenda a polêmica deste título profissional

0

É só pensar no profissional de Engenharia Elétrica que vem a questão polêmica: O correto é Engenheiro Eletricista ou Engenheiro Elétrico? Contudo, este é um antigo dilema de muitas discussões que envolve dos mais experientes aos calouros. Qual será o termo correto para denominar este importante ramificação da Engenharia?

Entendendo a etimologia: elétrico e eletricista

Vamos analisar as 2 palavras etimologicamente, ou seja, o estudo da origem e da evolução das palavras. Segundo as regras literais da nossa língua que é o Português – Brasileiro, a definição de ELÉTRICO é:

“Que diz respeito a eletricidade, movido a eletricidade, movimento”.

Assim, analisemos ELETRICISTA etimologicamente:

“Que ou aquele que trabalha em aparelhos elétricos; especialista em eletricidade”.

Enfatizando, o termo engenheiro elétrico é muito usual a quem não atua como tal profissional, e/ou estão em não possuem informações sobre a engenharia elétrica.

Os profissionais, especialmente de conselhos de classe, recomendam que não utilize o termo engenheiro elétrico porque na nossa língua se dá o sentido conotativo da pessoa, ser humano, dar choque! Isso é uma anomalia gramatical conhecida como literatismo exagerado.

Engenheiro eletricista x Engenheiro elétrico

O que o CONFEA diz sobre esta polêmica?

O maior argumento para que seja entendido e aceito o termo correto é em referência a Resolução Nº 473/02, de 26 de novembro de 2002, do CONFEA (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia). Assim, é apresentado o termo oficial da titulação para o profissional formado na graduação em engenharia elétrica.
Segundo o CONFEA, o termo engenheiro elétrico não deve ser utilizado devido a resolução de N° 473/02. Os profissionais devem optar por utilizar engenheiro eletricista em ambientes formais, já que esse é o termo impresso na carteira profissional. Em ocasiões informais ambos os termos podem ser facilmente adotados.

Definitivamente: engenheiro elétrico ou engenheiro eletricista?

Seguindo as normas do nosso idioma – Português Brasileiro e as resoluções vigentes do CONFEA, órgão que institui e rege as diretrizes dos profissionais de Engenharia, o termo ENGENHEIRO ELÉTRICO está fora de contexto, ou seja, está errado e não deve ser utilizado por profissionais.

Já o termo ENGENHEIRO ELETRICISTA é que remete melhor ao profissional desta área e está de acordo com as normas do idioma e com o CONFEA/CREA.

É engenheiro elétrico ou engenheiro eletricista?

Engenheiro eletricista trabalhando em linha de transmissão

O que é necessário para se tornar um engenheiro eletricista?

Se você sonha em ser um Engenheiro Eletricista se faz necessário ter interesse especial com as matérias de exatas, como Matemática e Física. É importante ter interesse e curiosidade por solucionar problemas e entender funcionamento dos mais diversos sistemas.

Contudo, o candidato a engenharia elétrica há de estar antenado às novas tecnologias e tendências do setor. Apesar dos diversos problemas, o mercado de trabalho para engenheiros eletricistas está a todo vapor.

Linhas de transmissão, infraestrutura do setor, e principalmente o interesse em energia renovável e as telecomunicações contribuíram para a expansão e alta demanda por profissionais na área de Engenharia Elétrica.

 

Lucas Henrique
Bacharel em Engenharia Elétrica e Pós graduado em perícia técnica judicial. Especialista em Termografia por NEC SAN-EI em Kitamoto - Japão. Especialista em sistemas de proteção elétrica por MEGGER AB em Danderyd - Suécia. Ampla e sólida experiência profissional, com mais de 10 anos em eletrônica e eletrotécnica. Experiência como eletricista em de manutenção na Ferrovia de São Paulo. Atualmente trabalha como Gerente de projetos em uma empresa do setor de energia, em paralelo administra a própria empresa de engenharia: LHX Engenharia. Músico por Hobby, adora tocar trompete nas horas vagas. Apaixonado por viagens (especialmente lugares frios!).

Dassault Systèmes apresenta: 3DEXPERIENCE Edu

Previous article

Retrospectiva BdE: Os 10 artigos de engenharia mais lidos em 2020

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular Posts

Login/Sign up