ColunistasCursos de EngenhariaEngenharia Aeronáutica

Engenharia Aeroespacial: o que é?

1

O espanto é certo toda vez que alguém menciona ter estudado ou estar estudando Engenharia Aeroespacial, em uma roda de conversa. Logo após o espanto, vêm as perguntas: com o que você vai trabalhar? Você vai ser astronauta? Você vai virar piloto? O que você estuda? Quando você vai para a NASA?

Muitas pessoas nunca ouviram falar deste curso fascinante, outras até já ouviram, mas não fazem ideia o que estudam e onde atuam os graduados neste curso. Ao ler este texto suas dúvidas acabarão!

Aeroespacial

O curso, áreas de atuação e as instituições no Brasil

A Engenharia Aeroespacial tem sua base na física clássica, elétrica, dinâmica, termodinâmica, mecânica dos fluidos e mecânica dos sólidos. O curso tem como objetivo o desenvolvimento de projetos, aplicações e a manufatura de sistemas veiculares, como: espaçonaves, foguetes, satélites, sondas espaciais, aeronaves e helicópteros. A importância do(a) Engenheiro(a) Aeroespacial para a sociedade não é tão evidente no dia-a-dia, mas a expectativa de viagens espaciais tripuladas por civis e a futurística utilização de drones autônomos para transportar pessoas nas grandes cidades, leva a crer que a profissão tende a ganhar um grande espaço em algumas décadas.

Para se tornar um bacharel em engenharia aeroespacial no Brasil é preciso estudar no mínimo 5 anos (10 semestres) em uma das poucas instituições de ensino que oferecem esta graduação. Dentre elas estão: UFSC, ITA, UFMG, UnB, UFABC, UFSM e a UniVap (Eng. Aeronáutica e Espaço).

Após a graduação o profissional tem diversas opções, ele pode partir para o Mestrado e o Doutorado, pode atuar nos organismos de Pesquisa ou em Programas Espaciais, como o do INPE e IAE. Bem como, pode também atuar em empresas dos setores aéreo, Defesa&Espaço ou até mesmo Energia, como a Weg. Alguns exemplos de organizações são: Embraer, Avibrás, Hélibras, FAB, centros de pesquisa, empresas pequenas de aviação, serviços de consultoria, cias aéreas e os fornecedores destas empresas. Geralmente as áreas das empresas que buscam um Engenheiro Aeroespacial são: Compras, Vendas, Engenharia, Qualidade, Manufatura, Manutenção, Gerenciamento de Projetos e, às vezes, até o Administrativo para cargos de gerência.

Aeroespacial x Aeronáutica e Ciências Aeronáuticas

Além das primeiras perguntas clássicas, é muito comum acharem que a Engenharia Aeroespacial é a mesma coisa que a Engenharia Aeronáutica ou as Ciências Aeronáuticas. Na verdade, existem algumas diferenças entre estes três cursos e os profissionais destas áreas. A Engenharia Aeronáutica é menos abrangente, está mais voltada para projetos, manufatura e aplicações com foco exclusivo na aviação, ou seja, aeronaves e helicópteros.

Já o curso de Ciências Aeronáuticas prepara o aluno para ser piloto privado, piloto comercial ou atuar na gestão de empresas da aviação civil. Algumas das funções que o graduado em Ciências Aeronáuticas pode exercer são: Comandante, Copiloto, Administrador Aeroportuário, Gestor de órgãos da área e Consultor de Segurança do Voo.

E aí, está preparado para esta missão Aeroespacial?

Lucas Souza
Engenheiro Aeroespacial de formação, participou por 2 anos e meio da equipe Nisus da competição SAE Aerodesign e atualmente é Especialista em sistema de freio no setor automotivo. Apaixonado por viagens, engenharia e compartilhar experiências.

    5 dicas imprescindíveis para conciliar estudos, trabalho e exercícios

    Previous article

    Perícia judicial – tudo o que você precisa saber!

    Next article

    You may also like

    1 Comment

    1. Me formei pelo ITA em 1965. Não fiz eng. Aeronáutica pois nem existia a EMBRAER. O colega Ozires Silva nem tinha escrito o seu livro “ Decolar de um Sonho”.
      Recomendo ler o livro. Me tornei consultor de Lean. As empresas brasileiras que não quiserem morrer precisam praticar LEAN.
      No meu canal do YouTube tem meu contato.

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    More in Colunistas