publicidade

publicidade

Estudantes criam aplicativo para ajudar deficientes visuais


Três estudantes do ensino médio de Matão, em São Paulo, criaram o Blinden, um aplicativo para auxiliar deficientes visuais. O app descreve as características de produtos a partir da leitura de QR Codes, executado em smartphones com o Google Now, por comando de voz.

As criadoras foram as alunas da Etec Sylvio de Mattos Carvalho, Fernanda Leticia Latti, Larissa dos Santos e Luana Regina de Toledo, todas com 17 anos. O projeto contou com a ajuda dos professores de informática da escola para desenvolver o sistema, após toda a idealização, e o trabalho foi apresentado na 10ª Feira Tecnológica do Centro Paulo Souza (Festesp) em São Paulo.

apps-blog-da-engenharia

O aplicativo foi desenvolvido em parceria com a Associação dos Deficientes Visuais de Matão (Adevima). Uma das estudantes, Fernanda, contou que o grupo realizou pesquisas sobre deficiência visual e colheu essas informações com a Adevima.

O próximo passo é fazer testes com as pessoas atendidas pela associação afim de liberar para o download. “O aplicativo ainda não pode ser baixado, desenvolvemos para o trabalho de conclusão de curso (TCC), mas pensamos em disponibilizar porque é algo novo”, disse a estudante.

Mais um exemplo de que a idade não é empecilho na hora de criar e inovar e, mais ainda, de que a tecnologia pode – e muito! – facilitar a vida das pessoas.


publicidade

publicidade