Você já parou pra pensar no quanto a eletrônica está presente no seu dia a dia? Qual a primeira coisa que você faz ao acordar? Você desliga o despertador no celular?

Mesmo antigamente com um rádio relógio ou um simples despertador, já era possível ver os primeiros passos dessa ciência que cada vez faz mais parte do nosso mundo. Vem comigo vamos olhar um pouco sobre a evolução da tecnologia e a importância da eletrônica.

O que é eletrônica?

Eletrônica é uma ciência que estuda a manipulação de sinais elétricos, normalmente de baixa corrente e tensão, através de componentes que permitem executar funções deste modo. Divisões como eletrônica analógica, digital, de potência são comuns e permitem um maior aprofundamento nos estudos, para o estudante de engenharias das áreas de Elétrica, Controle e Automação, Telecomunicações, Mecatrônica entre outras. 

Abaixo você pode ver uma representação de dois sinais: um analógico e outro digital em um mesmo intervalo de tempo. 

sinais analógicos e digitais

Diferença gráfica de um sinal analógico para um sinal digital

Enquanto um sinal analógico pode assumir infinitos valores em determinado intervalo um sinal digital pode assumir somente dois valores, 0 e 1. E essa é a “chave” que permitiu o avanço da eletrônica, trabalhando com dispositivos que chaveiam entre esses dois níveis, e a condensação deles permitiu a criação de processadores, memórias, sensores entre outros. 

Dispositivos eletrônicos

Muitos dispositivos foram concebidos seguindo muitos dos princípios da eletrônica analógica somente, ou a combinação deles com a Engenharia Química e de Materiais, pois sempre é importante a colaboração de diferentes áreas. O fato é que a criação de tais dispositivos permitiu que estes fossem usados como a base para futuros desenvolvimentos. Por exemplo, uma calculadora é um dos primeiros computadores, e por consequência o projeto de grandes computadores, permitiu que cada vez novos dispositivos mais e mais avançados fossem desenvolvidos.

Uma perspectiva bastante interessante é a vista a partir do vídeo abaixo onde antigamente tinha-se sua estação de trabalho composta por muitos dispositivos. E com os avanços que a eletrônica em colaboração com a computação e novos softwares permitiram que várias coisas fossem condensadas em um único dispositivo, o computador.

Um novo dispositivo que muito se assemelha ao computador e vem tomando também o seu espaço em muitas das mesmas atividades é o smartphon. Que hoje já possui muito mais poder de processamento e armazenamento do que um computador há uma década. 

E ainda trás consigo outros benefícios como a fácil portabilidade, e agregando ainda outras funcionalidades como câmera para fotografia e filmagem, GPS, rádio e música, relógio (que também evoluiu de um modo interessante), todos agregados ao dispositivo que deu origem, o celular.

Evolução da Eletrônica

Todos dispositivos acima agora cabem no bolso

Mobilidade e eletrônica

Muito do desenvolvimento da eletrônica foi através de requisitos da indústria automotiva, onde tudo era feito do modo analógico e aos poucos houve uma transição, com implementação de controles e algoritmos. Mas o ambiente de aplicação era hostil, com temperaturas elevadas, umidade, vibração, e em alguns locais gases nocivos no ambiente.

Das dificuldades é que surgem as melhores invenções e aos poucos carburadores foram substituídos por injeção eletrônica, sensores foram adicionados para controle da queima do combustível e otimização dos ciclos. Limpadores de para-brisa com detecção de chuva. Sensores foram adicionados para o conforto do motorista ao manobrar e detectar obstáculos. Acionamento automático dos faróis quando escurecer. 

Quando observado um painel de um carro antigo como na foto abaixo, é possível notar, que tudo se baseava em ponteiros, alavancas, isso somente na parte visível e  estética do veículo.

Um carro Mercedes dos anos 70

Quando observamos um painel de um veículo moderno do mesmo fabricante é possível ver uma enorme diferença, onde os ponteiros dão lugar a telas, e alavancas a botões e manipulas. Em todo painel é possível notar uma otimização ao conforto do motorista, e isso é trazido pela eletrônica. 

Carro Mercedes nos dias de hoje

Em constante evolução

Como mencionado anteriormente um dos dispositivos com uma evolução singular e muito interessante foi o relógio de pulso. Porém hoje esse dispositivo faz muito mais do que somente mostrar a hora, ter alguns alarmes e luz para visualização noturna. Hoje se tornaram parte do que chamamos de dispositivos vestíveis ou wearables do inglês.

Além das funções básicas eles carregam monitores de saúde, com medição de movimentos, batimentos cardíacos, oxigenação, contador de passos, bússola, GPS, entre muitas outras possibilidades. Por exemplo ser uma carteira digital, tudo isso dado a possibilidade de miniaturização da eletrônica e ampliação de cargas de baterias.

tecnologias

Apple iWatch – Relógio Inteligente da Apple

Algo que se foi aprimorando ao longo das versões de dispositivos foi a conectividade. Ou seja com tantos sensores disponíveis os dados gerados podem ser enviados para outros dispositivos a fim de compartilhamento, acompanhamento, e planejamento de atividades baseado em histórico. Portanto os dados podem ser enviados diretamente para internet por wi-fi ou rede móvel, mas também através de uma comunicação ponto a ponto com um smartphone com NFC ou Bluetooth. 

O que esperar do futuro?

Em cada espaço na qual a eletrônica tem aplicações, a tecnologia atual, está colaborando para o desenvolvimento da próxima, ainda mais avançada. Ao passo que em meios como esse é que ficção começa a se misturar com realidade. Dando vida para situações que só se vislumbra pelas telas do cinema.

Informações e dados são commodities muito importantes para definir o curso da humanidade. Portanto disponibilizar maneiras de gerar dados, e utilizar eles em benefício das pessoas, como analise de saúde muito mais frequentes do que nas visitas ao médico.  Podendo indicar a necessidade de avaliação médica apartir da análise do sono, pressão arterial ou frequencia cardíaca. Auxiliando na medição dos poluentes no ar, indicando necessidade de usar máscaras.

Um dos próximos passos mais aguardados para a computação e já demonstrado muito nos filmes é lidar com hologramas. Nos quais imagens saltam para fora das telas, e viram tridimensionais, podendo aplicar para pessoas, locais, objetos, análises gráficas como mostrado na figura abaixo. Bem como outras demais aplicações que a imaginação permitir.

elovução da eletrônica

Holografia na palma das suas mãos

Como tudo isso se tornou possível

Muitas das descobertas e desenvolvimentos que permitiram todo esse avanço e que possibilita novas aplicações passaram por muitas pesquisas em laboratório. Alguns dos componentes que em certo momento eram somente teorias, foram viabilizados. Assim estes são transistor, capacitor, memória, processador, sensores (MEMs), atuadores, baterias, entre muitos outros.

Este é um artigo introdutório sobre a evolução da tecnologia e importancia da eletrônica. Outros artigos na sequência falarão a respeito da evolução individual de cada um dos itens mencionados. Assim como dos desafios para novos avanços da eletrônica em colaboração com outras engenharias, e também no processo produtivo dos equipamentos que usam eletrônica.

processador

Um campo também a ser explorado nos próximos artigos será a spintrônica, que é a mais recente evolução da eletrônica, onde os conceitos de física quântica se misturam com desenvolvimento e evolução de eletrônica e cada vez mais aproximando as teorias da engenharia, permitindo a execução dos mesmos avanços.

Marcos Aurelio Souza
Catarinense, nascido em Joinville. Engenheiro de Controle e Automação, pela Unisociesc. Sempre envolvido com pesquisas, iniciação cientifica e projetos extra curriculares, áreas de interesse eletrônica embarcada, hardware, simulações, sensoriamento, etc. Engenheiro na Whirlpool Corporation na unidade do Brasil, trabalhando com desenvolvimento de eletrônica embarcada para diferentes tipos de eletrodomésticos e com experiência em diversas áreas, como sensores, atuadores, hardware, testes, gerenciamento de projetos.

Engenharia Mecatrônica: Curso, profissional e atuação

Previous article

Destrinchando o SCRUM [Parte 3/4]

Next article

1 Comment

  1. […] desenvolvimento da eletrônica. Para ver um pouco sobre o desenvolvimento da eletrônica veja este artigo. E vem comigo conhecer um pouco mais sobre essa […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular Posts

Login/Sign up