ColunistasDestaqueDestaque + Editor's PickDestaque + PopularesEngenhariaEngenharia de Segurança no Trabalho

A importância do DDS na rotina de trabalho

1

As Normas Regulamentadoras dispõem de várias medidas de segurança no trabalho, tudo visando o bem-estar e segurança dos trabalhadores na sua rotina, independente de qual seja sua função exercida. Dessa forma, inclui-se o DDS ou Diálogo Diário de Segurança, que em suma é uma conversa diária com aproximadamente 10 minutos que deve ser feita todos os dias dentro de uma empresa.  

Porém, infelizmente essa prática não é tão conhecida e exercida dentro de vários ambientes de trabalho. Quer saber por que? E qual a importância de se ter essa rotina de diálogo? Continua aqui que você irá descobrir! 

O que é DDS? 

Diálogo Diário de Segurança, como o próprio nome já diz é um momento de conversa voltado para assuntos com ênfase na segurança do trabalho. No entanto, essa conversa deve ocorrer diariamente e antes de os colaboradores iniciarem suas tarefas diárias. 

DDS

Acima de tudo, o intuito é trazer assuntos voltados para a utilização de equipamentos, as regras de segurança adotadas pela empresa, as normas regulamentadoras, como prevenir acidentes, e vários outros temas que visam o bem estar da equipe. 

Continuamente, essa conversa deve ser rápida e objetiva, com duração de aproximadamente 10 minutos. Nesse momento a equipe do setor em questão se reúne e o líder aplica o assunto do dia, trazendo conhecimento e sensibilização para seus colaboradores, sobre o quanto é importante cada um ter atitudes que previnam possíveis acidentes. 

DDS

Fonte: Anamul Rezwan

Os diálogos devem ser feitos apenas dentro de operações? 

NÃO! Esses diálogos devem ser aplicados em qualquer setor dentro de uma empresa, seja ele administrativo, comercial ou operacional. Muitas pessoas confundem a questão de que segurança no trabalho ter que existir apenas dentro de ambientes onde os colaboradores mexam com maquinários, estejam em campo, ou em movimento a todo instante, por exemplo. 

Porém, as normas regulamentadoras trazem vários parâmetros de segurança voltados tanto para quem está em campo quanto para quem passa o dia sentado em frente a um computador. Uma das normas é a NR 17 – Ergonomia, que visa questões psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente. Ou seja, envolve questões de como seu corpo deve estar posicionado quando o trabalhador exerce funções que exigem ficar várias horas de frente a um computador, por exemplo. 

DDS

Fonte: Cottonbro

Em suma, percebe-se que as regras de segurança são muito mais rigorosas em ambientes operacionais, isso porque o risco é muito mais iminente. Porém a regra também vale para ambientes administrativos, dessa forma o DDS deve existir nesses setores também. 

 Implementando o DDS 

Infelizmente muitos ambientes de trabalho, principalmente pequenas empresas não possuem essa rotina de segurança no trabalho. Um exemplo bem convencional, é uma construção residencial por exemplo, provavelmente você já deve ter passado por uma, onde nenhum funcionário está usando um capacete, ou um calçado fechado. Imagina só quanto risco eles estão correndo diariamente.  

Fonte: Lucas Pezeta

Dessa forma, parece ser complicado aplicar DDS diariamente, porém não tem nada de difícil nessa tarefa. Mas para começar o líder deve ter visão no bem estar da sua equipe, seja ela de duas pessoas ou vinte. Ou seja, começando com a disponibilização de EPI’s adequados para as tarefas exercidas. Após isso, começa-se o treinamento inicial que é o DDS, onde as conversas serão em torno de ensinar, sensibilizar e melhorar a comunicação entre as pessoas. 

Continuamente, deve ocorrer um cronograma de temas que serão aplicados, de forma que envolva toda a equipe o mostre a importância de prevenir acidentes. O intuito é trazer temas atuais, exemplos que se aplicam na tarefa exercida pelo setor, e principalmente que os trabalhadores interajam através de perguntas por exemplo.  

Bem estar em primeiro lugar 

As pessoas nunca imaginam que algo possa acontecer com elas, até que acontece. No entanto, de forma onde tudo poderia ser evitado. Porém é fato que muitos trabalhadores não possuem acesso a informações, equipamentos e coisas do tipo. Geralmente são pessoas que trabalham por conta própria, e para sobreviver acabam correndo vários riscos. 

Em contrapartida, em locais onde possui toda a estrutura ideal para se trabalhar, muitas coisas acontecem por negligencia de líderes e dos próprios funcionários. Principalmente por acharem que nunca vai acontecer nada. 

Em conclusão, independentemente de qualquer questão sempre deve ser colocado em primeiro lugar a segurança e bem estar do funcionário. Deve-se pensar a longo prazo, ou seja, se proteger hoje para se manter bem amanhã. Até porque todo mundo precisa trabalhar, então ninguém quer passar por um transtorno onde sua vida seja afetada. 

 Temas para DDS 

  • Uso adequado de EPIs e EPCs; 
  • Perigos diarios no trabalho; 
  • Campanhas de prevenção contra câncer de mama, próstata; 
  • Prevenção contra o COVID-19; 
  • Sustentabilidade; 
  • Aprender com os erros cometidos; 
  • Normas Regulamentadoras de segurança no trabalho; 
  • Saúde ocupacional do trabalhador; 
  • Casos que aconteceram de acidente no trabalho; 
  • Higiene pessoal; 
  • Saúde mental; 
  • A importância de se ter uma boa noite de sono; 
  • Primeiros socorros. 

São vários os temas a serem abordados nesses diálogos diários. O importante é envolver a equipe, auxiliando na proteção e bem estar dos funcionários e automaticamente para o bom desenvolvimento do trabalho e das pessoas. 

Pamela Thaís Licheski
Sou Engenheira Civil, catarinense com 23 anos. Atualmente atuo na área de projetos, mas possuo grande experiência com saneamento, atuei durante três anos em Itapoá com atividades de combate a perdas, supervisão operacional e georreferêciamento. Li recentemente em um livro, que não precisamos ter sucesso para sermos felizes, mas precisamos ser felizes para ter sucesso. Acredito que é a felicidade que impulsiona o sucesso. Então que sejamos felizes no que escolhemos fazer no mundo! Instagram: @pamelathaiss_

Saúde e Segurança do Trabalho: Tudo que você precisa saber para executar nas empresas

Previous article

Segurança do Trabalho e Mineração: Um match necessário – Parte 1

Next article

You may also like

1 Comment

  1. […] em que não pensamos na vida e apenas na produção, quando estamos com pressa, quando não criamos hábitos prevencionistas. E o exemplo deve vir de casa, de nós […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas