DestaqueDestaque + Editor's PickDestaque + PopularesEngenhariaengenharia de materiaisEngenharia IndustrialEngenharia Metalúrgica

Inspeção: a medicina da engenharia

1

Na medicina o diagnóstico de uma doença cumpre certas etapas até ser fechado. Determinados casos requerem o uso de exames como: raio-X, ultrassonografia e tomografia.

Na engenharia não é diferente quando se trata dos cuidados com os equipamentos, a diferença está no nome dos termos usados em cada área. Veja a tabela comparativa:

Tabela comparativa

Qual o papel da inspeção de equipamentos?

Garantir a integridade física dos equipamentos ao longo de toda sua vida útil, a fim de atender a produção programada com segurança, respeito ao meio ambiente e menor custo.

Papel da inspeção de equipamentos

E quando há negligência?

Uma imagem fala mais que 1000 palavras:

Imagem do Desastre de Flixborough

A falta de inspeção ou negligência no processo pode causar fatalidades, como a do famoso desastre de Flixborough, ocorrido em 1974.

Como acontece o processo de inspeção?

Com o auxílio de Ensaios Não Destrutivos (END).

Os END são técnicas usadas para avaliar tanto a integridade física de equipamentos e peças, como as propriedades do material que os constitui, sem causar danos (corte ou deformação).

Qual a função dos END na inspeção?

  • Localizam e medem o processo corrosivo.
  • Detectam, localizam e medem descontinuidades como: trincas, defeitos de solda, porosidade e mudança na microestrutura.
  • Identificam os componentes que estão aptos para serviço e os que oferecem risco.
  • Permitem que o equipamento/componente seja reparado ao apresentar danos, sem haver necessidade de retirada ou troca definitiva, o proporciona menor custo de produção.
  • O equipamento pode até ter extensão da vida útil.

Quais vantagens os END oferecem?

  • Podem ser repetidos, garantindo precisão e confiabilidade.
  • Proporciona segurança para quem executa.
  • Em alguns casos podem ser realizados com o equipamento em operação.

A tabela abaixo mostra os ENDs mais usados e as respectivas capacidades de detecção.

Principais ENDs e respectivas aplicações

O vídeo a seguir mostra a realização de cada ensaio.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho oferece muitos desafios aos engenheiros e técnicos que atuam na área de inspeção.

Não faz parte da cultura brasileira fazer uso da medicina preventiva, no setor industrial não é diferente. Por visar a redução de custos, o trabalho de inspeção acaba sendo reduzido às paradas programadas dos equipamentos e às ocorrências inesperadas, o que equivale aos casos em que o paciente busca o médico em caso de emergência.

O campo de atuação é voltado para os Engenheiros Metalúrgicos, de Materiais e Mecânicos e requer que o profissional seja certificado em uma ou mais técnicas de END. A certificação é obtida através de cursos oferecidos por instituições de ensino especializadas na área.

O profissional encontra espaço de atuação nos mais diversos segmentos industriais. Veja a seguir:

  • Petroquímico
  • Aeroespacial
  • Naval
  • Energia
  • Metalúrgicas
  • Automotiva
  • Papel e celulose

Nesse ambiente, o profissional será responsável por garantir a condição física e a segurança operacional de equipamentos e sistemas como:

  • Turbinas
  • Reatores
  • Dutos
  • Caldeiras
  • Vasos de pressão
  • Torres de refrigeração
  • Tanques de armazenamento

Atribuições do profissional

De maneira geral, cabe aos profissionais da área de inspeção de equipamentos realizar:

  1. Inspeção em campo
  2. Elaboração de relatórios
  3. Propor solução para os problemas
  4. Tomar decisões de alto impacto

E de forma mais específica o profissional terá que realizar:

  1. Ensaios não destrutivos
  2. Ensaios destrutivos
  3. Testes de pressão
  4. Calibração de instrumentos de inspeção
  5. Ensaios metalográficos
  6. Cálculo de taxa de corrosão
  7. Definição da vida residual dos sistemas

É ou não é a medicina da engenharia?

Se o papel da medicina é prevenir e curar doenças em humanos, o da inspeção é preservar e restaurar a funcionalidade de um equipamento.

O médico diagnostica doenças, realiza exames e define o tratamento, a fim de preservar a  saúde humana, o engenheiro que atua na área de inspeção faz exatamente o mesmo, mas em outra carcaça: o equipamento.

Sendo assim, a inspeção de equipamentos é sim a medicina da engenharia. Mas além disso, é uma área de metalurgia pura e aplicada, sendo fundamental para evitar desastres e assegurar o processo produtivo e tecnológico que garante a manutenção da vida e do meio ambiente.

Lílian Barros da Silveira
Engenheira e mestre em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal Fluminense. Possui treinamento na área de ensaios não destrutivos e inspeção de equipamentos. Foi consultora na Empresa Júnior Pulso Consultoria. Estagiou no setor de siderurgia e é atuante no mercado financeiro. Administradora do Instagram @Engenharia_Integral. É de Volta Redonda/ RJ. Adora ler, tem a meditação como um hábito e a corrida como prática esportiva.

    Robô pousa em Marte: História diante de nossos olhos

    Previous article

    Destaques do 3DEXPERIENCE WORLD 2021

    Next article

    You may also like

    1 Comment

    1. […] trinca que antecedeu a fratura por fadiga poderia ter sido detectada por Ensaios Não Destrutivos, como ultrassom ou partículas magnéticas, porém não era usual realizar esses ensaios na coluna […]

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    More in Destaque