publicidade

publicidade

Lista BDE: as 15 mulheres mais poderosas da engenharia e tecnologia


Há 20 anos, dificilmente você encontraria mais do que cinco alunas em uma sala de alguma faculdade de Engenharia – isso em um cenário bem otimista. Felizmente, os tempos são outros e a discrepância de proporção de homens e mulheres nesses cursos vêm diminuindo significativamente. Para quem, em pleno 2018, ainda acha que mulheres e engenharia não combinam, essa lista mostra alguns exemplos de mulheres bem-sucedidas, influentes no mundo inteiro e ENGENHEIRAS!

1- Ginni Rometty, CEO da IBM

Ginni Rommety, a primeira mulher a ser líder de uma das multinacionais mais poderosas do mundo, é formada em Engenharia Elétrica e Ciências da Computação. Quando entrou para a IBM, atuava como engenheira de sistemas e logo conquistou sua posição de poder, pois conduzia como ninguém vendas maciças e as equipes de marketing. Ela é a principal entusiasta da IBM Watson, a inteligência artificial da IBM que é capaz de pensar, raciocinar e falar e que promete revolucionar o que sabemos sobre máquinas.

Foto: Reprodução.

2- Lisa Su, CEO e presidente da AMD

Depois de trabalhar na IBM por cerca de 13 anos, em 2012 Lisa Su ingressou na AMD (Advanced Micro Devies), uma das principais fabricantes de chip do mundo, como vice-presidente sênior e gerente geral. Apenas quatro anos depois ela tornou-se CEO. Lisa tem PhD em Engenharia Elétrica pelo MIT.

Foto: Reprodução.

3- Peggy Johnson, vice-presidente executiva de Desenvolvimento de Negócios da Microsoft

Peggy é formada em Engenharia Elétrica e por anos trabalhou na GE e na Qualcomm até entrar na Microsoft e liderar a aquisição do LinkedIn. Em 2016, ela ajudou a empresa a estabelecer um centro de inteligência artificial em Montreal com a aquisição de uma startup, a Maluuba. Foi ela quem criou a Microsoft Ventures, o fundo de capital corporativo da empresa.

Foto: Reprodução.

4- Jill Hruby

Em 2015, Jill Hruby tornou-se a primeira mulher a dirigir um dos três laboratórios de armas nucleares dos Estados Unidos, o Sandia National Laboratories, que é um centro de pesquisa financiado pelo Governo Federal. Em 2016, a Society of Women Engineers honrou-a com seu prêmio de “mobilidade ascendente”, por quebrar o teto de vidro em uma das organizações de engenharia mais respeitadas do mundo e também para ajudar outras mulheres no campo.

Foto: Reprodução.

5- Priya Balasubramaniam, vice-presidente da Apple iPhone Operations

Priya é uma engenheira indiana que ingressou na Apple em 2011 e de lá para cá realizou tantos feitos que se tornou responsável pela organização que lida com a cadeia de suprimentos da Apple e fabricação para iPhones. Segundo o Wall Street Journal, ela tem sido a peça fundamental na negociação de um novo acordo para fabricar produtos da Apple na Índia.













Foto: Reprodução.

6- Regina Dugan, vice-presidente de engenharia do Facebook

Dugan lidera o Edifício 8, a equipe responsável pelos projetos de engenharia do Facebook. Já foi líder da equipe de Tecnologia e Projetos Avançados do Google e foi a primeira mulher a liderar o DARPA (Agência de Projetos de Pesquisa Avançada da Defesa).

Foto: Reprodução.

7- Jocelyn Goldfein, sócia geral da empresa VC Zetta Ventures

Goldfein é uma das engenheiras mais conhecidas do Vale do Silício. Quando ela trabalhou no Facebook, foi responsável por instalar os algoritmos do feed de notícias e por fazer tudo o que estava dando certo funcionar no mobile. Antes de se dedicar integralmente à VC, Goldfein era uma investidora “anjo”, que apoiou mais de 20 startups, especialmente em infra-estrutura e Inteligência Artificial.

Foto: Reprodução.

8- Reates Curry, especialista técnica em Pesquisa e Inovação da Ford

Curry têm um doutorado em engenharia biomédica (sua especialidade é a interação homem-máquina/computador) e usa essa experiência no Centro de Pesquisa e Inovação da Ford para construir carros mais seguros. Ela é membro do laboratório VIRECT Test Track EXperiment (VIRTTEX), sede de um dos simuladores de condução mais avançados do mundo. Publicou dezenas de artigos em suas pesquisas e levou o prestigiado Prêmio Ford duas vezes. Além disso, é líder na Sociedade Nacional de Engenheiros Negros dos Estados Unidos.

Foto: Reprodução.

9- Nandini Ramani, vice-presidente de engenharia do Twitter

Nandini é responsável pelos processos de engenharia na organização técnica de mais de mil empregados do Twitter. Ela também é peça chave na estratégia de produtos da empresa para mercados emergentes, especificamente a Índia, além de ser a patrocinadora executiva da organização do Twitter para mulheres, @womeng. Ela tem defendido outros projetos, como o programa de estágio do Early Bird Camp para estudantes de segundo ano da faculdade e o programa de estágio do Twitter Academy.

Foto: Reprodução.

10- Angali Joshi, vice-presidente de Engenharia de Produtos no Google

Angali foi a responsável por diversos produtos do Google, como melhoria no sistema de busca, pesquisa por imagens, pesquisas relacionadas à saúde, mapas, tradução e localização. Ela trabalhou no Google Fiber, nuvem e infra-estrutura do Google. É conhecida como uma líder que pode enfrentar os problemas mais complicados.

Foto: Reprodução.

11 – Sarah Clatterbuck, diretora de Engenharia de Infraestrutura de Aplicações do LinkedIn

Clatterbuck lidera a equipe de “infra-estrutura de apresentação”, a tecnologia que dita a usabilidade e a aparência dos produtos do LinkedIn. Ela criou duas patentes e é uma das mulheres mais ativas na comunidade de tecnologia.

Foto: Reprodução.

12 – Susie Armstrong, vice-presidente sênior de Engenharia da Qualcomm

Susie está na Qualcomm há 22 anos e é conhecida como uma das engenheiras pioneiras na internet móvel, responsável por capacitar o uso de dados no celular. Isso significa que se hoje é possível você ler este artigo do seu celular, enquanto recebe mensagens no Whatsapp e ouve música no Spotify, é graças a essa mulher!

Foto: Reprodução.

13-  Isabel Mahe, vice-presidente de Tecnologia sem Fio da Apple

Isabel lidera uma equipe enorme de engenheiros que cuidam da tecnologia sem fio de vários produtos da Apple. Ela foi recrutada na época em que Steve Jobs voltou para a Apple em 2008.

Foto: Reprodução.

14- Komal Mangtani, líder de Business Inteligence da Uber

Membro da liderança de engenharia da Uber, responsável pela equipe que fornece análises em tempo real para permitir milhões de transações financeiras e evitar a fraude, e que fornece a tecnologia que permite ao negócio analisar coisas como novas oportunidades de mercado e desempenho geral, Mangtani também atua na inclusão de mulheres na tecnologia, sendo membro do conselho da Women Who Code.

Foto: Reprodução.

15- Lili Cheng, engenheira na divisão AI & Research da Microsoft

Cheng trabalha há mais de 20 anos na Microsoft e atualmente se dedica aos robôs inteligentes e conversacionais (como o Microsoft Bot Framework). Em outras palavras, a Microsoft não tem intenção de ceder o mercado de interface de voz para a Amazon Alexa, e Cheng é encarregada de cuidar disso. Internamente, ela também é conhecida como a pessoa que está por trás do Kodu Game Lab, um jogo para ensinar programação infantil, criado há sete anos.

Foto: Reprodução.


publicidade

publicidade