ColunistasDestaqueDicasEngenharia Civil

Mapas Mentais, como eles podem auxiliar nos seus estudos

2

A rotina de um estudante, é sempre muito corrida…

Muitos trabalhos, provas, conteúdo e mais conteúdo para digerir. E tudo isso em um curto espaço de tempo. Sem falar, que sempre tem aquelas matérias que não entram por nada na cabeça, e você não sabe mais o que fazer. Já passei muito por isso!

Eu e milhares de outras pessoas né?! Já parou para pensar, que você pode estar estudando da maneira errada?

E isso é possível Pamela?

Com certeza isso é possível!

Mapas mentais

Fonte: Julia M. Cameron

Se você quiser conhecer mais sobre os mapas mentais, e saber como ele pode te ajudar na sua rotina de estudos, então continue por aqui!

O que são Mapas Mentais?

O que são mapas mentais?

O método do Mapa mental, foi criado pelo psicólogo inglês Tony Buzan, inicialmente voltado para a gestão de informações, usando o conceito de brainstorming ou tempestade de ideias.

O objetivo, é representar com o máximo de detalhes possíveis, problemas e conceitos que estão difusos e fragmentados, sejam eles em um ambiente corporativo, operacional ou acadêmico.

Acima de tudo, um mapa mental, deve ilustrar de forma que as ideias e conceitos fiquem palpáveis e mensuráveis, que exista uma linha relacionando causa, efeito e simetria.

E aí, já conseguiu imaginar como poderia aplicar isso no seu dia a dia?

Pamela, pode me explicar como posso aplicar esse método?

Imagine um fluxograma…

Imaginou?

Pois bem, primeiro deve ser definido um centro, ou seja, o seu assunto principal, a sua palavra-chave.

Mapas mentais

Assim, a partir desse centro, cria-se uma cadeia de informações, todas interligadas ao seu assunto. E o melhor, é que você pode usar sua criatividade, aplicando figuras, desenhos, canetas coloridas, tudo é válido desde que esteja interligado de forma clara e resumida.

Mapas mentais

Fonte: Study Maps

O objetivo aqui, não é fazer um super texto resumindo todo o conteúdo, e sim jogar as informações e interligá-las, aplicando seu conhecimento, registrando de forma inteligente e que permita revisões rápidas e sintetizem o entendimento das matérias.

Seque aí, algumas dicas que o Buzan sugeriu para você criar seus mapas mentais

  • No centro coloque uma imagem do assunto, usando pelo menos três cores;
  • Extrapole na utilização de imagens, figuras, símbolos códigos e dimensões;
  • Pense em palavras-chave que estão interligados ao seu assunto principal, e as escreva;
  • As linhas saem da imagem central, e seguem se conectando com as palavras fora do centro, de forma que as linhas se afinem;
  • Faça as linhas do mesmo tamanho/comprimento que a palavra ou imagem suporte;
  • O cérebro se atenta mais quando é estimulado, então use muitas cores em todo o seu mapa, criando um agrupamento ou codificação;
  • Tente criar seu próprio estilo, para que fique familiar para você;
  • Busque enfatizar e associar as coisas no meu mapa;
  • Deixe tudo organizado, claro, usando hierarquia radial, ordem numérica ou contornos para agrupar ramos.

Fonte: Study Maps

Fonte: Brasil Escola

A intenção, é trazer um entendimento rápido e consistente para quem vai visualizar o mapa mental.

Sem essa de ficar decorando!

Se você chegou até aqui, e ainda acha que os mapas mentais servem para decorar o que está sendo estudado, você está muito enganado!

Quando se faz um mapa mental, os dois lados do seu cérebro são ativados, o lado racional e o lado criativo. Dessa maneira, existe uma melhora na memória e na compreensão, através de representação visual.

Viu só! Tudo está interligado…

Sempre procure entender além de memorizar, então, evite frases longas no seu mapa mental, pois o objetivo é ativar a memória e não passar informações completas.

E como faço para ativar minha memória?

O cérebro guarda apenas coisas que ele ache importante para você, ou seja, se não houver uma prática rotineira em suas atividades, ele fará um backup em tudo que você desenvolve sempre, e as demais informações e situações que acontecem raramente ele jogará no lixo.

Cérebro r mapas mentais

Fica bem claro, a questão de que só aprendemos através da prática. Então, não basta simplesmente você fazer seu mapa mental e guardar na gaveta.

O intuito, é facilitar sua vida quando for estudar.

Então segue aí, algumas dicas para você memorizar e entender tudo o que desenvolveu:

  • Revise os mapas mentais todos os dias nos primeiros 30 dias;
  • Depois, revise-os uma vez a cada 15 dias durante 6 meses;
  • Após esse período, revise-os uma vez por mês, por até um ano.

Fonte: This Is Engineering

O objetivo, é criar uma rotina para que seu cérebro entenda que você quer guardar aquelas informações, e nada melhor para ensiná-lo isso senão praticando!

O que é bom, precisa ser compartilhado

Amigo que é amigo, divide as coisas boas!

Então, junte-se com seu grupo de estudos, desenvolvam seus mapas mentais, e compartilhem entre si e nas redes também.

Desenvolvendo Mapas mentais

Melhor do que uma cabeça pensando, é mais de uma pensando juntas!

Afinal, se você está estudando para o vestibular, para a semana de provas, ou simplesmente quer fazer seu cérebro trabalhar em cima de assuntos que ache interessante, tente começar com o método dos Mapas Mentais.

E para ativar sua criatividade, procure seguir nas redes sociais, pessoas que desenvolvam esse tipo de método, assim você virará expert em mapas e motivará seu cérebro!

Fonte: Kathy Jones

Pamela Thaís Licheski
Sou Engenheira Civil, catarinense com 23 anos. Atualmente atuo na área de projetos, mas possuo grande experiência com saneamento, atuei durante três anos em Itapoá com atividades de combate a perdas, supervisão operacional e georreferêciamento. Li recentemente em um livro, que não precisamos ter sucesso para sermos felizes, mas precisamos ser felizes para ter sucesso. Acredito que é a felicidade que impulsiona o sucesso. Então que sejamos felizes no que escolhemos fazer no mundo! Instagram: @pamelathaiss_

A inovação do uso de turbinas eólicas sem pás!

Previous article

A engenharia química e seus conceitos básicos

Next article

You may also like

2 Comments

  1. Desde que conheci mapas mentais, minha vida mudou muito!
    Eu consegui memorizar conteúdos que eram extremamente complicados, e hoje devo tudo a isso.
    Eu até mesmo criei pacote completo de português em mapas mentais para concursos, para tentar ajudar outras pessoas a ter a felicidade que tive.
    Pra quem tiver interesse no meu pacote de mapas mentais: https://bit.ly/39CrPtd
    Sempre faço questão de comentar em artigos sobre mapas mentais, pois tenho uma gratidão muito grande sobre o assunto.

    Muito obrigado pelas dicas!

    1. Fico feliz que tenha gostado Max! Mapas mentais me ajudaram muito durante a faculdade, e não apenas em estudos mas dentro do dia a dia no trabalho, eles ajudam demais a resolver problemas. Obrigada por compartilhar seu material com a gente!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas