ColunistasCuriosidadesDestaqueDestaque + Editor's PickDestaque + PopularesEngenharia de PescaOceanografia

Maré vermelha: Floração de algas nocivas

4

Você sabe o que é maré vermelha? Neste artigo você irá conhecer mais sobre este fenômeno. Bora conferir!

O que é a maré vermelha?

A maré vermelha é provocada pelo desequilíbrio ecológico resultante da excessiva proliferação das populações de certas algas tóxicas, em especial as dinoflageladas. Neste cenário, alguns estuários, lagunas e mesmo praias dos oceanos podem ser tingidas de vermelho, daí o nome Maré Vermelha.

maré vermelha

Maré vermelha no oceano.

Entretanto, apesar de seu nome, a ocorrência desse evento nem sempre condiz com sua denominação, já que a coloração da água na superfície do mar pode variar, de um tom avermelhado (comumente avistado), para uma tonalidade amarela, verde ou marrom, dependendo dos pigmentos predominantes dos organismos fluorescentes.

Em função disso, a maré vermelha pode ser melhor denominada apenas como “floração de algas nocivas”.

Mas quais são as causas?

Primeiramente, a época do ano e as mudanças climáticas são as principais causas. Tais mudanças causam flutuações bruscas e inesperadas em várias localidades do planeta, podendo desencadear a floração das algas, pois calor e chuva podem ser gatilhos para um eventual desequilíbrio. E a chegada da primavera e um verão rigoroso faz o calor e a luz predominar assim como os dias são mais longos.

Portanto, quanto mais horas de luz, maior será o crescimento e reprodução das algas. A elevada temperatura também favorece a sua excessiva produtividade.

Contudo, esse fenômeno tem sido intensificado pela ação humana através da influência antrópica nas áreas urbanas litorâneas densamente ocupadas. Assim, as zonas costeiras tem maior chance de sofrer com o esgoto doméstico, que é um excelente adubo para as algas.

Impactos da falta de saneamento para os oceanos

Esgoto lançado no oceano.

Mas por que a maré vermelha é ruim?

A rápida reprodução e aglomeração das algas dinoflageladas que causam a maré vermelha acarretam um efeito catastrófico na fauna aquática local. Pois essas algas produzem e liberam substancias tóxicas em alta concentração.

Essas toxinas são capazes de envenenar a água e os organismos ali viventes, principalmente as mortes de peixes e moluscos.

Por outro lado, camada de algas na superfície impede a incidência e passagem de luminosidade, diminuindo os níveis de oxigenação da água.

Além disso, a floração de algas nocivas também acarreta prejuízos econômicos relacionados à atividade pesqueira.

Já no ser humano pode causar danos à saúde caso consuma animais com acúmulo de substâncias nocivas em seus tecidos, como ostras, camarões e peixes.


Siga o Instagram @ivanilsonsnts para mais conteúdo e conheça mais sobre a Engenharia de Pesca aqui.

Ivanilson Santos
Engenheiro de Pesca pela UFRPE. Atualmente é mestrando em Aquicultura pela UFSC e integrante do Laboratório de Camarões Marinhos, onde desenvolve pesquisas em Aquicultura, com ênfase no cultivo e nutrição de camarões marinhos em sistema de bioflocos. Também possui experiência nas áreas de Ecologia de Ecossistemas Aquáticos Continentais, Biotecnologia de Microalgas e Pesca. Cristão, pernambucano, ama violão e xadrez e busca fazer a diferença no mundo, não apenas no âmbito pessoal e profissional, mas também semear conhecimento em prol da ciência, da sociedade e da conservação do meio ambiente. Instagram: @ivanilsonsnts

Patente: uma forma de proteger o seu produto!

Previous article

Inteligência Artificial faz atores falarem fluentemente qualquer idioma

Next article

4 Comments

  1. Uma matéria fantástica, sobre o desequilibrio e os impactos que podem causar. E que provavelmente a a ação humana tenha contribuído para desencadear tal fenômeno. Contudo, sendo importante o nosso conhecimento sobre, para minimizar então as consequências e na educação de mais pessoas.
    Parabéns, engenheiro Ivanilson pelo artigo.

    1. Aaah, agradeço demais pelo comentário! Somou bastante para os leitores, thank you! Sim, precisamos de mais conteúdo como o abordado no artigo no Blog, pois de uma certa forma é educação ambiental. Precisamos nos tornar mais próximos da natureza, pois a todo momento ela grita por socorro.

  2. Excelente matéria, Ivanilson! Só uma dúvida… por ser um processo natural, em equilíbrio ecológico e sem as ações antropológicas, a Maré Vermelha pode trazer algum benefício para natureza ou é apenas uma infelicidade natural mesmo?

    1. Muito obrigado pelo feedback, PC.

      Excelente pergunta! Olha… de forma natural, esse processo ocorre de forma espontânea e lenta quando comparado com a floração ocasionada por ações do ser humano. Ou seja, acontece aos poucos e gradualmente e ocasiona menos impacto. A liberação da toxina é considerada uma estratégia das microalgas para reduzir o efeito de potenciais competidores (em excesso com a proliferação) e predadores. E quando liberadas elas podem ser bioacumuladas ao longo da teia trófica e muitas podem causar problemas aos organismos. Vale destacar que, de todas as espécies do microalgas, somente cerca de 6% podem ser nocivas e menos de cerca de 2% produz toxinas. Ai você deve se perguntar… mas e a proliferação das outras espécies é bom? Não, mesmo que não produza toxinas, essa proliferação excessiva de algas pode causar muitos problemas, como o desequilíbrio. Qualquer proliferação causa desequilíbrio ao meio e excesso pode gerar competição e, consequentemente, a liberação de toxinas ocorrerá.

      Mas eii… deixe-me chegar na parte que você vai adorar hahah
      Algumas microalgas como as cianobactérias possuem capacidade de produzir compostos únicos, chamados de metabólitos secundários (substâncias como hormônios e toxinas). Esses metabólitos apresentam várias atividades biotecnológicas, incluindo atividade anticancerígena, antioxidante, antibacteriana, antiviral e anti-inflamatória. Assim, as microalgas são importantes fontes de compostos com valiosas propriedades na saúde humana e que tem despertado interesse crescente pelos profissionais da saúde.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login/Sign up