BrasilCarreiraColunistasEngenhariaEngenharia de ProduçãoMercado de Trabalho

Engenheiro no Mercado Financeiro? Uma nova oportunidade profissional.

0

Você sabia que o Engenheiro e o Mercado Financeiro tem tudo a ver?

Engenheiro no Mercado financeiro

Seja bem vindo a nova coluna sobre o Mercado Financeiro, Investimentos e Engenharia. Uma nova oportunidade para você estudante e engenheiro(a) que procura atuar numa área que você pode fazer a diferença no mercado.

A cultura brasileira sempre nos ensinou que a Engenharia tem utilidade apenas para atuação industrial. Isto hoje deixou de ser uma verdade. Numa rápida velocidade percebemos a necessidade do engenheiro em todas as áreas de nossas vidas. (o engenheiro ainda vai conquistar o mundo haha).

De uma maneira geral, a engenharia tem sido primordial no comportamento do ser humano, seja no trabalho, no lazer, na comunicação, em todas as necessidades do dia a dia. Steve Jobs dizia:

”Um sonho que você deixa para trás é um pedaço do seu futuro que deixa de existir”.

Cada dia que passa vemos a amplitude de oportunidades que nos cercam. Não somos super herois, logo não podemos escolher todas as opções para atuar na vida profissional. Precisamos escolher onde atuar e ir com todas nossas forças.

Mas vim aqui te apresentar mais uma oportunidade para voce realizar os seus sonhos em transformar a vida das pessoas através da sua engenharia.

MERCADO FINANCEIRO E ENGENHARIA

Engenheiro no Mercado Finaceiro

Não me apresentei né? Meu nome é Leandro Sampaio. Estudante de Engenharia de Produção e Assessor de Investimentos da maior empresa de investimentos do Brasil. Posso dizer que Engenharia tem total conexão com Investimentos e o Mercado Financeiro. Aos Engenheiros de Produção existe algo ainda mais específico (assunto para outro post), mas no contexto geral o mercado financeiro tem espaço sim para todos os engenheiros.

Mas será que o engenheiro tem espaço na sua carreira profissional para atuar no mercado financeiro?

Através das matérias básicas de engenharia somos treinados para ampliar nossa capacidade de buscar informações e ter maior assertividade na tomada de decisão. Assim, sugiro a você que atua na engenharia começar a ter olhos para o mercado financeiro. Rever as informações que cercam você e ter uma nova percepção: Será que o mercado financeiro é pra mim?

Caro leitor, darei aqui um spoiler dos temas que serão tratados ao longo dos posts:

  • Oportunidades de atuação para o engenheiro(a);
  • Certificações (pré-requisito de acordo com a profissão);
  • Profissões do mercado;
  • Segmento de empresas para atuar no mercado financeiro.

Mas… E sobre os investimentos?

Depois de analisar se você tem perfil para atuar no mercado financeiro e se a resposta foi: Não tenho perfil para atuar no mercado financeiro. Fique tranquilo! Temos outra alternativa para você.

Caro engenheiro(a), você pode investir no mercado financeiro, sabia disso? Inclusive, é uma ótima maneira de você buscar uma aposentadoria tranquilo, construir patrimônio e realizar seus sonhos ao longo do tempo. Se você já investe e não sabe como melhorar seus investimentos. Se você ideia por onde começar para investir no mercado financeiro, tenho uma solução. Entre no grupo de WhatsApp exclusivo para engenheiros (profissionais, professores e estudantes). Nele você poderá tirar suas dúvidas sobre investimentos no mercado financeiro.

Dica bônus:

Se você não conseguiu identificar se tem perfil para atuar no mercado financeiro, comece se aproximando do mercado lendo notícias, buscando conhecimento técnico e networkng com profissionais do mercado, e até começar a investir.

Estou feliz em saber que a engenharia pode transformar a vida das pessoas através do mercado finaneiro. Vamos juntos?!

Estudante de Engenharia de Produção e Assessor de Investimentos da maior corretora de investimentos do Brasil. Dedicado a transformar a vida das pessoas através do mercado financeiro. Gosta de ouvir música clássica e ter experiências com livros e filmes que inspiram o Desenvolvimento Pessoal.

Será que você realmente entende o BIM? – Parte II

Previous article

Tudo o que você precisa saber sobre o EBERICK na engenharia

Next article

Você também pode gostar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Brasil