ColunistasDestaqueEngenharia de Telecomunicação

O caminho dos dados pela internet

1

Internet é a ferramenta de acesso a informação que provavelmente é a mais utilizada do mundo. Entretanto, existem caminhos que os dados que enviamos e recebemos percorrem para fazer a magia acontecer. Isso é o que veremos abaixo.

Caminho dos dados

Foto: Copel Telecom

A estrutura

Primeiramente precisamos entender que internet é um conjunto de redes que fazem interface entre si. Logo, redes irão variar de tamanho e alcance, podendo ser as menores e mais conhecidas LAN’s (Local Area Network) as  gigantes WAN’s (Wide Area Network).

Os dados viajam de um emissor para um receptor, por meio de duas formas: Wireless (sem cabeamento) ou cabeada.

A tecnologia Wireless envia nossos dados através de ondas eletromagnéticas que se propagam no ar. Contudo, a rede cabeada (fibras ópticas) envia nossos dados por meio de pulsos de luz.

O percurso dos dados

Os dados percorrem distâncias que variam, de pontos próximos, como acesso a um site hospedado em um servidor na sua cidade, até sites em outros países.

Entretanto, existem caminhos por onde os dados trafegam. Estes caminhos serão apresentados a seguir.

Backbones

É a espinha dorsal dos caminhos dos dados, fazendo uma analogia, backbones seriam as rodovias principais e os pontos de distribuição as vias locais. Portanto, eles proporcionam a conexão entre grandes distâncias, ligando estados e países.

Vamos a um exemplo: quando você envia um e-mail para um destinatário, o que acontece é o envio dos dados (e-mail) da rede local para o backbone, do backbone para rede local do destinatário.

Backbone de Internet

Foto: Empire Telecom

Provedor de acesso

São serviços que tem a função de conectar um usuário a internet, empresas que contratam o sinal dos Backbones para distribuir a seus clientes. Contudo, subdividem-se em mais dois tipos de provedores: provedor de serviço e provedor de hospedagem.

Provedores de serviço são responsáveis pelo registro e manutenção de domínios, oferecendo ou não serviços como os de hospedagem.

Provedores de hospedagem são empresas que oferecem serviços de hospedagem de sites na Internet e também podem oferecer registro de domínio a seus clientes de forma agregada.

Usuário final

 Sim, somos nós os usuários finais da internet, mas engana-se quem acha que é o ponto final da internet. Dados fazem caminhos reversos constantemente, viajam para um destino, desse destino fazem o caminho reverso, vão a outro local, e seguem suas jornadas sem fim.

Protocolos

Você provavelmente já deve ter ouvido falar em IP, mas já se perguntou o que significa essa sigla, ou melhor, qual sua funcionalidade?

IP é a sigla para Internet Protocol, e esse protocolo é o principal responsável por endereçar pacotes de dados que trafegam pela internet.

Dentro de um pacote de dados existe o cabeçalho e os dados propriamente ditos. O cabeçalho carrega as informações de endereçamento dos dados. Contudo, cada pacote de dados tem seu endereço de origem e destino em seu cabeçalho.

Outra sigla conhecida quando o assunto são dados é o TCP. TCP é a sigla de Transmission Control Protocol, que é o responsável por fracionar uma mensagem em partes menores, distribuindo-as pela internet.

Apesar de serem mais lembrados juntos (TCP/IP), como visto acima tratam-se de dois protocolos de internet diferente, mas que trabalham em conjunto. Um fraciona os dados e outro os endereça para um destino.

Os pacotes de dados podem eventualmente, percorrer caminhos diferentes, mas com o endereçamento IP que cada um terá, o destino final não se altera.

Portanto, apesar de para nossos olhos dados viajam pela internet em velocidades altíssimas, seu caminho não é tão simples quanto parece.

Com algumas etapas, os dados seguem um padrão de viagem, que pode ser alterado a depender do evento. Porém, existem ferramentas que garantem ou possibilitam a entrega das informações.

João Carlos Batista de Oliveira
Pernambucano, 28 anos, estudante de Engenharia Elétrica de Telecomunicações, pela Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco - POLI/UPE, sempre a procura de evolução. Adora escrever, entusiasta do conhecimento, sempre disposto a ajudar, criativo, cheio de objetivos na vida, amante do cinema e de viajar. Instagram: @joaocbatistaa

    5 Coisas que a faculdade NÃO ensina!

    Previous article

    Novo Honda Accord híbrido: O primeiro com a tecnologia e:HEV no Brasil

    Next article

    1 Comment

    1. […] que as explicações acima estão colocadas de forma simplificada. A infraestrutura e o caminho dos dados pela internet é formada por muitos e muitos pontos – e a ideia desse artigo é somente destrinchar o assunto […]

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Popular Posts

    Login/Sign up