publicidade

publicidade

O que os recrutadores procuram em uma entrevista de emprego?


Pergunta difícil, não é mesmo? Nós nunca sabemos o que os recrutadores estão esperando em uma entrevista de emprego e se seremos aprovados, qual é a impressão que estamos passando, entre outros pensamentos que nos causam uma pressão psicológica intensa.

A primeira etapa de uma entrevista é a fase de encaminhamento dos currículos. O seu currículo precisa ser impecável, sem erros de português, prático e de fácil leitura. Na internet existem muitos modelos eficientes, o que ajuda na hora preparar um bom documento. É importante registrar que o currículo é um documento vivo, ou seja, precisa ser atualizado conforme o profissional finaliza cursos, conquista novos empregos, novas experiências, etc.


Veja também: Para baixar! O guia definitivo para conseguir um estágio ou emprego na engenharia


Lembre-se: os empresários, funcionários, profissionais de RH, entre outros, têm muito trabalho e não querem perder tempo com currículos que não são funcionais e ainda são difíceis de ler, por isso praticidade e objetividade são premissas básicas!

Fonte: Pixabay.

Foi chamado para uma entrevista: e agora?

E se o seu currículo for selecionado e você for chamado para uma entrevista? Aí sim vem uma etapa de bastante nervosismo, mas não impossível…

Segundo o Portal IBC, existem perguntas que são frequentes em processos de recrutamento, pois são básicas para se conhecer o candidato. Portanto, você deve se preparar previamente para questionamentos como “Quem é você?”, “O que você já fez?” “O que você sabe fazer?”, “O que você gosta de fazer?”, “Por que você deveria ser contratado para essa vaga?” e “Quanto você quer ganhar?”.

Esses tipos de perguntas, além de causarem nervosismo, são questionamentos muito “íntimos”, em que você não deve ser muito modesto e nem se rebaixar demais, e isso é que é o complicado…ser equilibrado! A boa dica é sempre essa: seja você! Desenvolva um momento de concentração e vá preparado para essas perguntas, isto é, com respostas mais ou menos formuladas.

Fonte: Pixabay.

Algumas dicas bacanas:

  • Chegue com alguns minutos de antecedência – 10 ou 15 minutos demonstram interesse e responsabilidade.
  • Leia sobre a empresa – no processo de uma dinâmica, os recrutadores podem, inclusive, perguntar sobre a organização onde você irá atuar, ou seja, se mostre antenado, pesquise antes.
  • Vá bem vestido – coloque uma roupa social, nada de decotes ou roupas extremamente coloridas, seja discreto, sutil e elegante.
  • Utilize o português corretamente – você está em uma entrevista de emprego, não pode se comunicar como se estivesse em um barzinho com os amigos. De preferência, esqueça as gírias e os vícios de linguagem – elas só atrapalham e passam uma péssima impressão (né, tipo, cara, entrar pra dentro, nóis, poblema).
  • Seja assertivo em sua comunicação. É ela que te possibilita a chance de ganhar a vaga, quanto melhor se comunicar, mais pontos positivos pra você.

Todos nós temos características positivas e negativas, porém é importante que consigamos evidenciar os pontos positivos e também é necessário que percebamos os nossos defeitos, e ainda tenhamos a capacidade de controlá-los ou amenizá-los. Essa auto percepção é importante e demonstra equilíbrio no ambiente de trabalho.

Fonte: Pixabay.

Mas até para um estágio existe essa pressão e toda essa questão de marketing pessoal e comportamento?

Com certeza! As empresas contratam muitos estagiários – isso se eles realizarem um bom trabalho, com boa postura, ética, profissionalismo, bom relacionamento e muita competência.

O segredo: seja você mesmo, tenha muito equilíbrio e concentração no dia da entrevista e lembre-se das dicas citadas acima.

Negativas também acontecem…

Vale lembrar que as negativas também podem vir. Não é sempre que a gente se dá bem em uma entrevista e isso é comum, mas não podemos nos frustrar. Cada entrevista é uma experiência nova e uma oportunidade de amadurecimento, tanto para os recrutadores, quanto para os entrevistados!

Prepare-se com carinho, até porque, se você amar o que faz, sempre terá um espacinho para mostrar o seu talento em alguma empresa.


publicidade

publicidade