ColunistasDestaque + Editor's PickEngenhariaEngenharia de SoftwareInovaçãoTecnologia

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

0

Muito já vem sendo falado sobre a nova tecnologia de transferência de dinheiro, o PIX, você sabe o que é, ou como funciona?

Essa tecnologia, promete chegar com um potencial de revolucionar a forma com o que você recebe e transfere valores, e assim disseminar de uma vez por todas as maneiras convencionais de transferência.

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

Hoje quando temos a necessidade de transferir um valor para uma pessoa, usufruímos dos recursos da TED ou do DOC, não é mesmo? Esses que são permitidos a realização entre segunda e sexta feira, das 08h00 da manhã até as 17h00 da tarde.

E quando estamos no shopping, supermercado, ou até querendo comprar aquele HOT DOG na porta da faculdade, ainda utilizamos nosso cartão de débito para realizar o pagamento.

Com o PIX tudo muda

Desenvolvido pelo Banco Central, um projeto que iniciou em 2018, o PIX tem intrigado muitas pessoas, e trazido muita desconfiança sobre essa tal nova tecnologia, afim de entendermos de uma vez por todas como funciona.

Com a implantação do PIX, a tendência e intenção é que mude todas essas antigas formas de se trabalhar com o dinheiro.

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

O PIX é um sistema de transferências de dinheiro e pagamentos instantâneos que, permitirá transações 24 horas por dia, incluindo feriados e fins de semana.

Sabe quanto tempo vai demorar para o dinheiro ser compensado após a transferência? No máximo 10 segundos segundo o Banco Central. Mais rápido que fazer miojo, tendencioso, não?

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

O que muda nas compras?

O PIX não chega apenas para acabar com AS TED’s e os DOC’s, ele chega para mudar a forma com que a gente compra também. Como citamos a cima, quando vamos comprar qualquer produto, utilizamos nossos cartões de débitos.

O cartão que ainda nos trazem um desconforto quando pensamos nas taxas que estamos pagando por conta das maquininhas, principalmente para o estabelecimento.

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

3 formas para se comprar e transferir dinheiro com o PIX:

  • Chave de endereçamento: Endereçamento para pagamento, poderá ser feito através de um CPF, e-mail e  até pelo numero do celular da pessoa favorecida.

 

  • QR CODE estático: Cada usuário dentro da sua aplicação, terá um qr code fixo, ou seja, quando alguém precisar realizar uma transferência pra você, é só mostrar seu código, a pessoa vai apontar o celular para o seu, e pronto, assim ela já poderá para realizar a transação.

 

  • QR CODE dinâmico: Essa forma será utilizada principalmente por grandes comércios, onde estes realizam vendas o tempo todo, então o qr code será atualizado a todo instante por questões de segurança;

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

Vantagens em compras pela internet.

Quando fazemos qualquer compra pela internet, e escolhemos pagar com boleto por exemplo, demora até 3 dias para compensar e a loja reconhecer seu pagamento.

Com o PIX essa compensação é instantânea, tornando assim muito mais rápido o recebimento do produto que você comprou, diminuindo o prazo de envio.

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

CUSTO DO PIX

O Banco Central alega que será muito mais em conta do que a TED e o DOC, porém o BC vai dar a devida liberdade para os bancos cobrarem o que desejarem, mas intervirá em caso de abuso nas  taxas para corrigir. Embora seja muito provável que os bancos digitais e as fintechs não cobrem nada pelo PIX.

Por fim, o PIX chega com uma colaboração gigantesca que já é tendência mundial para o fim do dinheiro de papel e moeda.

Em contrapartida essa nova tecnologia ajudará muito com que o governo tenha muito mais controle sob nossas transações, nem tudo são flores não é verdade? Vamos experimentar na prática e tirar nossas próprias conclusões para essa nova era que está chegando.

Comente para nós o que você acha dessa nova tecnologia.

PIX, o fim do cartão de débito, DOC e TED?

 

Marcelo Vinicius
Marcelo estudou Engenharia Civil pela Universidade Nove de Julho, e hoje cursa sua 2ª graduação em Análise e desenvolvimento de sistemas pela Universidade Anhembi Morumbi, é um amante da tecnologia e acredita que Engenharia alinhado com a Tecnologia é um diferencial para sua carreira. Marcelo também atua no mercado financeiro como analista gráfico, onde decidiu se aprofundar afim de empregar melhor seus investimentos, ele acredita na ideia de que o mercado financeiro não é para todos, mas que é para todo engenheiro. Marcelo tem 27 anos, é casado com uma dentista graduando, e um baterista nas suas horas vagas, apaixonado por musica. instagram: @marviingarcia

    PLAYSTATION 5 vs. XBOX SERIES

    Previous article

    Brainstorming, você sabe como fazer?

    Next article

    You may also like

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    More in Colunistas