ColunistasEngenharia de Telecomunicação

Conhecendo todos os seus segredos: Rádio – Parte I

2

O rádio está presente em nossas vidas desde nossos primeiros passos, nossos pais, avós, nós mesmos ouvimos bastante rádio em algum momento de nossa vida, principalmente quem é da geração 90 pra trás.

Contudo, com o crescimento do mundo digital, essa prática foi diminuindo cada vez mais e hoje é cada vez mais difícil ouvirmos rádio.

AM, FM, dentre outros conceitos existem no rádio e nem todo mundo sabe seus significados, mas e aí, você conhece tudo sobre rádio? Vamos conhecer a história, alguns conceitos, formas e componentes, em uma série de dois capítulos aqui no Blog da Engenharia.

História do Rádio

Sabemos que as ondas de rádio viajam pelo ar para serem transmitidas e que são ondas eletromagnéticas. No entanto, esse conceito foi apresentado pela primeira vez ao mundo por Maxwell na Inglaterra no ano de 1863.

Maxwell demonstrou teoricamente a existência das ondas eletromagnéticas, que culminou no interesse de outros estudiosos do assunto. Logo, em 1887, Henrich Rudolph Hertz em um experimento fez saltar faíscas do ar entre duas bolas de cobre, o que veio a ser conhecido como propagação radiofônica.

Nikola Tesla também foi outro gênio que deixou sua contribuição para o rádio, sendo o primeiro a fazer uma transmissão sem fios, em 1893.

Entretanto, a primeira transmissão de rádio com voz humana, aconteceu em 1906 em um navio americano, que transmitiu um concerto de natal para sua tripulação.

No Brasil, o rádio nasceu oficialmente no dia 7 de setembro de 1922, para comemorar os cem anos da independência. No entanto, só em 1923 foi criada a primeira emissora de rádio brasileira, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, porém sem fins comerciais.

Modulação

Primeiro e mais importante conceito a se conhecer é a modulação. Modular nada mais é que adequar um sinal a um canal de transmissão desejado, até aí tudo bem, mas e o que modular tem tanto a ver com rádio?

As siglas tão conhecidas do rádio (AM e FM), significam Amplitude Modulada e Frequência Modulada. Logo, isso nos remete ao conceito de modulação e intuitivamente já podemos inferir que há alguma modificação na frequência ou na amplitude do sinal.

Na modulação em amplitude (AM), a amplitude do sinal (portadora) vai variar em função do sinal que se tem interesse (modulante), se adequando as características desejadas.

Já na modulação em frequência (FM), o sinal da portadora vai alterar sua frequência, afim de se adequar ao que se é desejado. Contudo, sua amplitude se mantém fixa, do contrário da modulação AM, que altera sua amplitude e mantém fixa sua frequência.

modulação de ondas de rádio

Fonte: scienceabc – Imagem de modulação AM e FM

Propagação

As ondas de rádio se propagam no ar isso não é surpresa para ninguém, mas você sabe como isso acontece?

Vamos iniciar pela propagação das ondas de rádio AM. Para esse tipo de sinal, na qual seu comprimento de onda é maior, em relação a FM, ela vai subir até a ionosfera e ser refletida, conseguem se propagar por distâncias muito maiores que as FM.

Contudo, perdem em qualidade de áudio, por isso são mais utilizadas pra transmissão de futebol e noticiários. São muito mais susceptíveis a interferência de ruído, como por exemplo em uma tempestade.

Falando da propagação FM, esta possui uma largura de banda maior, logo produz uma qualidade de som superior a transmissão AM. Por isso as estações FM tendem a transmitir programas musicais.

Entretanto, a transmissão FM limita-se a distâncias menores quando falamos em propagação. Será necessária uma maior estrutura para transmissão, ou seja, mais antenas para transmitir seus sinais. Um sinal FM vai limitar-se a uma distância inferior a 160 km.

Fonte: Mundo Educação – uol

Até aqui vimos história, conceitos de modulação, características dos sinais e sua propagação, mas não vamos parar por aqui. Na segunda parte desse artigo, traremos informações sobre componentes e formas modernas de transmitir rádio, é só o começo!

João Carlos Batista de Oliveira
Pernambucano, 28 anos, estudante de Engenharia Elétrica de Telecomunicações, pela Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco - POLI/UPE, sempre a procura de evolução. Adora escrever, entusiasta do conhecimento, sempre disposto a ajudar, criativo, cheio de objetivos na vida, amante do cinema e de viajar. Instagram: @joaocbatistaa

    Programa exclusivo para mulheres oferece capacitação gratuita em linguagens de programação

    Previous article

    Datas comemorativas: como surgem e quais são.

    Next article

    2 Comments

    1. Muito bom @João!
      Aguardando a parte 2 com mais informações.
      Quase tudo do artigo foi novidade para mim!

    2. Muito bo,, adorei saber um pouco mais sobre a rádio. Espero a parte II

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Popular Posts

    Login/Sign up