ColunistasCuriosidadesDestaqueEngenhariaEngenharia Civil

RODOVIAS – Entendendo o padrão de cores das placas

0

Primeiramente, a sinalização das rodovias é responsável por levar informações aos motoristas sobre a utilização correta da via ou outra informação qualquer. Para isto existe um padrão de cores que facilita a identificação de cada mensagem.

Sinalização

Antes de mais nada, existem diversos dispositivos com finalidade de sinalizar as vias. Dentre estes podemos destacar elementos de sinalização horizontal (pintura, tachas, tachões e outros) e sinalização vertical (placas, pórticos, balizadores e outros).

O principal objetivo da sinalização é orientar os condutores. As principais informações a serem transmitidas são:

  • Regulamentações de trânsito;
  • Advertência;
  • Localidades próximas;
  • Conscientização;
  • Referência quilométrica;
  • Pontos turísticos;
  • Identificação da rodovia;
  • Identificação de municípios;
  • Indicação de serviços.

Padronização das Placas

Assim, com intuito de reduzir o tempo de identificação da mensagem as placas são padronizadas por cores. Isto é uma característica simples que aliada a uma mensagem curta é capaz de garantir o entendimento rápido.

De acordo com o Manual de Sinalização Rodoviária – IPR 743 – do DNIT, temos os seguintes sinais:

  • Sinais de Regulamentação: Vermelhos;
  • Sinais de Advertência: Amarelo;
  • Sinais de Indicação: Verde;
  • Sinais de Serviços Auxiliares: Azul;
  • Sinais de Educação: Branco;
  • Sinais Turísticos: Marrom.

Os sinais referentes à obras têm a cor de fundo Laranja e são especificados pelo Manual de Sinalização de Obras e Emergências em Rodovias.

Formas e Cores

Cada sinal tem sua cor e para complementar a padronização ainda existem as formas que facilitam ainda mais a identificação.

Sinais de Regulamentação: forma circular, fundo branco e borda vermelha.

Sinais de Advertência: forma quadrada (diagonal vertical), fundo amarelo e borda preta.

Sinais de Indicação: forma retangular, fundo verde e borda branca.

Sinais Educativos: forma retangular, fundo branco e borda preta.

Referência quilométrica: forma retangular, fundo azul e borda branca.

Sinais de Atrativos Turísticos: forma retangular, fundo marrom e borda branca.

Sinais de Identificação de Rodovia: forma de brasão (rodovias estaduais possuem formas diferentes), fundo branco e borda preta.

Sinais de Identificação de Município: forma retangular, fundo azul e borda branca.

Sinais de Indicação de Serviços Auxiliares: forma retangular, fundo azul com quadros brancos para cada serviço e borda branca.

Casos Particulares

Além das placas comuns existem algumas placas de formas distintas da padronização normal. Estas são apresentadas a seguir:

Sinal de Regulamentação de Parada Obrigatória: forma octogonal, fundo vermelho e borda branca.

Sinal de Regulamentação Dê a Preferência: forma triangular, fundo branco e borda vermelha.

Sinal de Advertência de Cruzamento de Ferrovia em nível: forma de Cruz de Santo André.

Sinal de Advertência de Obras: forma quadrada (diagonal vertical), fundo laranja e borda preta.

Sinal de Advertência Sentido Único: forma retangular, fundo amarelo e borda preta.

Sinal de Advertência Sentido Duplo: forma retangular, fundo amarelo e borda preta.

Características de implantação

As placas precisam estar posicionadas em locais próximos à pista. Além disto é necessário ter uma angulação correta em relação à pista e aos condutores para evitar ofuscamento pela reflexão, devem estar limpas para garantir retrorrefletância mínima e outros fatores.

Ou seja, tudo isto influencia diretamente na visibilidade e entendimento das informações.

Outro fator extremamente importante é a altura mínima das letras. Esta por sua vez varia de acordo com a velocidade da via, tendo como base a distância de necessária para identificação, interpretação e reação.

Importância da sinalização

A sinalização é responsável por orientar os condutores e garantir que estes estejam sempre munidos de informações relevantes sobre a pista e outros.

No entanto, caso identifique uma sinalização obstruída ou danificada, acione imediatamente o responsável pela conservação da mesma para que o dispositivo seja recuperado ou substituído.

Assim, ir e vir é um direito de todos, porém para que isto seja feito de forma segura é necessário ter entendimento dos dispositivos existentes.

Portanto, cada detalhe, pro mais que simples, é estudado e implantado para facilitar a identificação dos condutores e isto pode evitar situações de risco. Esteja sempre atento à sinalização.

Lucas Alves Ribeiro
Eng. Civil graduado pela Universidade de Itaúna, pós-graduado Eng. de Estruturas pela PUC-MG. Atua na gestão de projetos de Infraestrutura Rodoviária - Concessionária da Rodovia MG-050 - AB Nascentes das Gerais (370 km de rodovias). Capacitado como Auditor Interno SGQ ISO 9001 e Brigadista. Além da carreira CLT cria conteúdos voltados para Rodovias: @la_rib. Casado, católico, mineiro, vicentino. Fomenta o desenvolvimento pessoal de seus seguidores através do projeto Cada Dia Melhor e se tornou comunicador apresentando um programa de TV - @seligatv.

Conheça os melhores cursos de Pós Graduação para Engenheiros de 2021

Previous article

O futuro da Pavimentação no Brasil está no MeDiNa?

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular Posts

Login/Sign up