ColunistasCuriosidadesDestaqueEngenhariaEngenharia de MinasEngenharia de Segurança do TrabalhoGeotecniaNotícias

Segurança do Trabalho e Mineração: Um match necessário – Parte 1

0

Cada vez mais as empresas estão adotando e implantando práticas de segurança do trabalho e, considerando que a incidência de acidentes de trabalho ainda é alta, essa é uma boa notícia. De acordo com as estatísticas da Organização Internacional do Trabalho, cerca de 5.000 pessoas morrem em acidentes de trabalho todos os dias no mundo.

A segurança do trabalho é um conjunto de medidas tomadas para minimizar os acidentes e doenças ocupacionais no trabalho e para proteger a integridade e capacidade para o trabalho dos colaboradores. A empresa e seus colaboradores devem estar atentos à importância da segurança no trabalho todos os dias, e deve ser praticada por todos os que amam o seu principal bem: a saúde! Além disso, vale ressaltar que a segurança do trabalho possibilita a realização de trabalhos mais organizados e, portanto, aumenta a produção, pois em um ambiente mais agradável e seguro os colaboradores produzirão mais e de melhor qualidade. Outro benefício é que melhora o ambiente de trabalho e a relação entre patrão e funcionário.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) regulamenta a segurança e saúde ocupacional por meio de 37 normas regulamentares denominadas NR. Dentre elas, destaca-se a “NR 22 – SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL NA MINERAÇÃO”, a qual esse artigo irá abordar.

(Fonte: Mineração Caraíba S/A)

Necessidade da NR-22

A mineração possui extrema importância na economia brasileira, mas é uma das atividades que oferece maior risco ocupacional. Nesse universo, existem riscos para quase toda a jornada de trabalho.

Dentre alguns riscos, por exemplo, podemos destacar deslizamentos durante a extração e inalação de poeira, que podem levar à silicose, e essa doença respiratória é causada pela inalação de partículas contendo sílica e poeira mineral. Minas Gerais é o estado com maior número de trabalhadores com a doença. Se houver compromissos e planos na execução da obra ou projeto, todos esses riscos podem ser evitados!

As Nuvens Da Poeira Após O Sopro No Local De Mineração. (Fonte: Dreamstime)

Portanto, é importante saber que a NR-22 é uma aliada da indústria da mineração e é responsável por regulamentar o planejamento e o desenvolvimento da mineração e por buscar normas de segurança e saúde para os trabalhadores da mineração subterrânea, mineração a céu aberto, garimpo, beneficiamento mineral e pesquisa mineral.

(Fonte: Getwet)

Principais Pontos da NR-22

A NR 22 está dividida em quase 40 tópicos, cujo objetivo é abordar questões relacionadas à atividade de mineração. As regras devem ser seguidas, pois isso ajudará a consolidar as ações relacionadas à segurança do trabalho. No entanto, existem alguns pontos que requerem atenção especial, são eles:

Mapeamento e gestão de riscos

Desde o início, a norma estabelece a importância de desenvolver um mapeamento com todos os riscos de segurança. Especificamente, deve incluir perigos relacionados ao ambiente de trabalho e às atividades.

A empresa contratante também deve desenvolver um plano de gerenciamento de risco (PGR). Envolve o risco mapeado, sua prioridade, nível de segurança, avaliação periódica, etc.

Sinalização da área de trabalho

Em relação ao ambiente, a norma recomenda a instalação de uma sinalização para cada área para reduzir o risco de acidentes. Por exemplo, materiais inflamáveis ​​devem conter sinais visuais claros e instruções sobre como proceder.

Deve também definir sinais visíveis sobre pontos de entrada e saída e áreas restritas ou proibidas. Portanto, é possível evitar situações causadas pelo uso inadequado do ambiente de trabalho.

Proteção contra incêndios, explosões e inundações

Existem alguns riscos na mineração, como incêndios, explosões inundações. A NR 22 desenvolveu medidas para evitar tais situações, por exemplo, é necessário manter uma boa ventilação e utilizar apenas equipamentos inflamáveis ​​essenciais.

Ainda é necessário medir o teor de poluentes e outras substâncias perigosas, e evacuar a mina se o valor ultrapassar o limite previsto. Também é importante ter uma equipe de resposta a emergências bem treinada.

No que se refere ao controle de enchentes, além de manter a comunicação adequada entre as diferentes áreas responsáveis, atenção especial deve ser dada ao volume de água bombeado.

Uso de máquinas e equipamentos

Para a utilização de máquinas e equipamentos, todos os componentes devem atender a padrões técnicos, o que é fundamental. Isso significa que os itens de extração e processamento de minerais devem obedecer a regras específicas e devem ser usados ​​de acordo com as instruções do fabricante.

Também é importante que, além de outras medidas de proteção (como alarmes sonoros), as máquinas (até mesmo as automáticas) também possam ser desligadas em caso de emergência. A manutenção preditiva é outro aspecto importante da manutenção de operações seguras.

Transporte seguro de cargas e pessoas

A NR 22 também estipula as regras para o transporte de materiais e profissionais. Os veículos utilizados nas minas devem estar em boas condições de manutenção e ter total segurança incluindo sinalização.

Por outro lado, o uso de gaiolas e correias exige atenção ao número de pessoas e às regras de funcionamento. Portanto, a proteção do pessoal relacionado pode ser mantida.

Qualificação e treinamento

Quase no final da norma, existem decisões específicas sobre as informações e qualificações dos funcionários. Além das informações mais recentes sobre segurança e processo de reciclagem, a empresa também deve fornecer treinamento abrangente.

Essa regra se aplica tanto aos profissionais que já trabalharam, quanto aos novos funcionários. A duração mínima varia entre 24 e 30 horas, dividida em dias e horário de trabalho. As pessoas só podem agir após o término do treinamento.


Por esse tema conter muitas informações, concluímos aqui a primeira parte. Espero vê-lo(a) na segunda parte deste artigo, que discutirá os riscos, benefícios, equipamentos e falar um pouco sobre a poeira, o que vem a ser um grande risco na mineração.

Helberte Braz Santos Pereira
Baiano, acadêmico do curso de Engenharia de Minas na Universidade Federal de Mato Grosso(UFMT), atualmente faz mobilidade internacional em Engenharia Industrial na Universidad Antonio Nariño(UAN) e também faz estágio na Brasil Gold Mineração (empresa pertencente ao Grupo Dias) atuando na parte da confecção de mapas, requerimentos de mudança de regime e visitando as plantas de beneficiamento da empresa. Já atuou como monitor da disciplina de geologia geral e também colaborou em organizações de eventos em projetos de extensão. Está sempre disposto a agregar e a aprender mais sobre o mundo profissional. Gosta sempre de refletir sobre ações do cotidiano e o impacto que isso tem sobre a sociedade. Quando quer algo, desistir não é uma opção.

A importância do DDS na rotina de trabalho

Previous article

Segurança do Trabalho e Mineração: Um match necessário – Parte 2

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas