ColunistasCuriosidadesDestaqueEngenhariaEngenharia de MinasEngenharia de Segurança no TrabalhoGeotecniaNotícias

Segurança do Trabalho e Mineração: Um match necessário – Parte 2

0

Então vamos seguir com a segunda parte desse artigo relatando a importância da segurança do trabalho na mineração.

Na primeira parte foi apresentada a necessidade da segurança do trabalho de modo geral e a necessidade e a importância da NR-22 que é uma aliada da indústria da mineração e é responsável por regulamentar o planejamento e o desenvolvimento mineiro.

Assim sendo, vamos seguir nesta segunda parte falando sobre riscos, benefícios, equipamentos e falar um pouco sobre a poeira, o que vem a ser um grande risco na mineração.

Principais Riscos

A área de mineração possui uma série de fronteiras operacionais, como a movimentação de equipamentos pesados ​​e de veículos de carga, equipamentos elétricos e a movimentação de explosivos. De um modo geral, os principais riscos das atividades de mineração são:

  • Químicos: poeiras minerais, fumos metálicos, britagem, fundição, gases.
  • Físicos: radiações ionizantes, minerações de urânio, soldas e corte, exposição à radiação solar (minas a céu aberto), falta de ventilação em minas subterrâneas, excesso de ruídos por utilização de grandes equipamentos ou atividades de perfuração com marteletes e perfuratrizes, e LER por vibrações pneumáticas e lixadeiras.
  • Biológicos: fungos, bactérias, condições de higiene precárias.
  • Ergonômicos: posturas inadequadas, percurso de galerias muito baixas, trabalhos sobre minério desmontado, iluminação e ventilação deficientes, pisos irregulares;
  • Riscos de acidentes: queda de rochas instáveis, desmoronamentos, queda de altura, incêndio, explosão, choque elétrico.

(Fonte: Site O Petróleo)

Proteção ao trabalhador

A NR-22 traz uma série de medidas de proteção aos trabalhadores coletivos e individuais. No caso de apresentar riscos diversos, os profissionais de segurança do trabalho devem estar atentos ao ambiente, à dinâmica dos profissionais e aos elementos de segurança para o uso adequado.

Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC)

  • Sinalização de segurança – iluminação e refletores para facilitar a localização;
  • Escoramentos – descanso do corpo e manutenção ergonômica;
  • Proteções contra queda de materiais – garantir a segurança e possíveis acidentes;
  • Abafadores de ruídos no maquinário – diminuição do dano auditivo;
  • Sistemas de exaustão e de aeração – circulação do ar para evitar a concentração de gases;
  • Sensores de fumaça e de gases – alertar qualquer concentração em nível tóxico.

Equipamentos de Proteção Individual (EPI)

  • Máscaras respiratórias;
  • Protetores auriculares;
  • Óculos e capacetes de proteção;
  • Calçados e luvas de segurança;
  • Cintos e acessórios de proteção contra quedas.

Poeira – Grande Preocupação na mineração!

A poeira é uma das substâncias física de maior risco na indústria da mineração, principalmente chumbo e manganês, pois se inalados podem causar sérios danos à saúde, que podem levar à silicose, e essa doença respiratória é causada pela inalação de partículas contendo sílica e poeira mineral.

Quando os trabalhadores estão expostos à poeira, a NR-22 decide monitorar regularmente a exposição dos trabalhadores nesses locais e tomar medidas para reduzir o risco de inalação do agente.

Uma das medidas existentes de redução de riscos é a umidificação, que é uma medida de proteção coletiva implantada em locais onde é gerada grande quantidade de poeira.

É muito importante conscientizar os trabalhadores sobre os requisitos que devem ser seguidos e respeitados nos trabalhos da mineração, bem como a conscientização da empresa com os funcionários.

A Segurança do Trabalho é fundamental para que não haja riscos em seu ambiente de trabalho.

Equipamentos da Suppress reduzem geração de poeira em operações de mineração. (Fonte: Supress)

Benefícios da NR-22

Por falar nisso, colocar a NR-22 em prática traz muitos pontos positivos. Os funcionários e a própria empresa podem ver essa vantagem. Então, veja quais são os principais benefícios dessa implementação.

Redução de Baixas

Proteger os colaboradores é o aspecto mais importante, ajudando a reduzir o número de acidentes na equipe. Haverá menos acidentes e menos pessoas despedidas por doenças relacionadas à atividade. Como resultado, a produtividade pode ser melhorada e as perdas de pessoal podem ser reduzidas.

Redução nos custos operacionais

Como o número de vítimas é reduzido, não há necessidade de pagar licença médica ou contratar profissionais temporários. A necessidade de manutenção e reparos também diminui. Como resultado, os custos operacionais são reduzidos e a lucratividade da atividade pode ser aumentado.

Regularidade perante a legislação trabalhista

NR deve ser cumprida. Portanto, implementar a NR-22 é uma forma de manter uma rotina perante os órgãos reguladores. Além de evitar a interrupção das atividades de mineração por força de decisões judiciais, evita também a cobrança de multas ou sanções.

Desenvolvimento sustentável

O desenvolvimento sustentável não está apenas relacionado com o meio ambiente, mas também com questões econômicas e sociais. Com a NR-22, os funcionários podem ter proteção abrangente sem comprometer os resultados. Isso reflete o senso de responsabilidade social da empresa e também estabelece uma boa imagem. Afinal, essa é uma forma de garantir o desenvolvimento sustentável.

(Fonte: Getwet)

Quando o assunto é segurança do trabalho na indústria da mineração, a NR-22 é fundamental. Nesse sentido, se tiver o desempenho correto, pode obter um bom desempenho para a empresa e para os funcionários, e ainda melhorar a qualidade e a produtividade.

Helberte Braz Santos Pereira
Baiano, acadêmico do curso de Engenharia de Minas na Universidade Federal de Mato Grosso(UFMT), atualmente faz mobilidade internacional em Engenharia Industrial na Universidad Antonio Nariño(UAN) e também faz estágio na Brasil Gold Mineração (empresa pertencente ao Grupo Dias) atuando na parte da confecção de mapas, requerimentos de mudança de regime e visitando as plantas de beneficiamento da empresa. Já atuou como monitor da disciplina de geologia geral e também colaborou em organizações de eventos em projetos de extensão. Está sempre disposto a agregar e a aprender mais sobre o mundo profissional. Gosta sempre de refletir sobre ações do cotidiano e o impacto que isso tem sobre a sociedade. Quando quer algo, desistir não é uma opção.

Segurança do Trabalho e Mineração: Um match necessário – Parte 1

Previous article

Acidentes de trabalho: O que dia 28 de abril tem a ver comigo?

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas