publicidade

publicidade

TechEdu: projeto do Insper leva aprendizado e soluções tecnológicas para alunos da rede pública


Iniciativas que contribuam para um mundo melhor precisam ser compartilhadas! E esse é o caso do TechEdu. O projeto tem o objetivo de fornecer ferramentas tecnológicas, noções de empreendedorismo e design thinking para jovens do ensino médio da rede pública com objetivos bastante nobres: incentivar o aprendizado de tecnologia para esses jovens e propor atividades para que eles possam resolver problemas do dia a dia de suas comunidades.

 

Alunos do TechEdu. Foto: Reprodução/Insper.

O projeto aconteceu pela primeira vez no ano passado, em 2016, com cerca de 50 alunos e duração de aproximadamente 6 meses. Eles foram alocados em grupos, participaram de workshops onde aprenderam habilidades que os auxiliaram na resolução dos problemas e puderam desenvolver suas ideias para colocá-las em prática com ajuda de tutores, além de utilizarem o FabLab, laboratório do Insper, quando precisaram ou quiseram criar protótipos para testes.

O objetivo do programa é instigar os alunos de baixa renda para que aprendam e se desenvolvam além da sala da aula. 

O TechEdu é um dos braços do Design Challenge do Insper e quer mostrar aos jovens que o método acadêmico tradicional é apenas uma possibilidade dentre as inúmeras ferramentas de desenvolvimento pessoal. A intenção é de expandir os horizontes de estudantes que possuem garra e boas ideias, para que eles coloquem em prática projetos que inicialmente parecem impossíveis, transformando desde já as realidades em que estão inseridos.

 

Gabriel Goichman e Warlen César Rodrigues, integrantes do TechEdu e alunos de Engenharia do Insper. Foto: Reprodução/Insper.

Depoimento

Miguel Alves, que ajudou na tutoria não-técnica dos alunos, comenta: “Durante o primeiro semestre, eles fizeram uma análise de todos os problemas que passam, tanto de infraestrutura como de acessibilidade. Depois, começaram a desenvolver aplicativos ou dispositivos que possam melhorar essas situações. Quando alguém acredita em nós, conseguimos chegar bem longe. E é isso que vai ser proporcionado a eles”.

Já Warlen César Rodrigues, aluno apoiado pelo projeto e também bolsista integral de Engenharia Mecânica no Insper, complementa: “Há seis anos, eu era um desses jovens que tinha muitas ideias e muita vontade, mas que não conhecia outros caminhos a seguir senão a conclusão do ciclo básico de ensino e o ingresso precoce e não especializado no mercado de trabalho. Por isso, minha principal motivação ao efetivar essa iniciativa foi poder retribuir de alguma forma as oportunidades decisivas que recebi durante minha trajetória”.

Deu certo!

Após o sucesso da primeira edição, o Instituto Embraer também aderiu ao projeto, fazendo com que a segunda edição do TechEdu, realizada em julho de 2017, contasse com 250 alunos. Foram duas semanas de workshops e imersão de aprendizado nas duas últimas semanas de julho, e ainda virão pela frente quatro eventos pontuais para definição e acompanhamento dos projetos, todos realizados no Insper.

Como fazer parte

As inscrições para o vestibular do Insper em Engenharia Mecânica, Mecatrônica e de Computação estão abertas. Inscreva-se até 12 de outubro.


Veja também: Design faz parte da grade de engenharia desta faculdade (e por que isso é uma boa)