publicidade

publicidade

Testamos o Citroën Aircross 2018, confira as nossas impressões


Você já ouviu falar sobre o Citroën Aircross 2018? Nós, do Blog da Engenharia recebemos um para testar e, neste texto, você confere informações e nossas impressões sobre o carro.

+ Citroën Aircross

O Aircross, da Citroën, é um carro derivado do C3 Picasso (que chegou ao Brasil por volta de 2008). Em 2010, a Citroën lançou o C3 Aircross por aqui. Já em 2016, as semelhanças com o C3 Picasso ficaram para trás e o carro sofreu modificações significativas.

Atualmente, o Citroën Aircross não é um SUV, embora pareça bastante com um. Justamente por não ser um exatamente um SUV, ele não é tão popular no Brasil. Além disso, seu preço é próximo de utilitários compactos, os quais têm muitos fãs por aqui. As versões do Citroën Aircross 2018 são: Manual Start, Manual Live, Auto Live e Auto Shine.

review Citroën Aircross 2018
Imagem: Blog da Engenharia

+ Motor e Performance

Uma das grandes novidades do Aircross é o fato de que a antiga quatro marchas foi substituída por um câmbio automático de seis marchas (EAT6). No entanto, apesar de ser satisfatório quando o veículo está em velocidade constante, ele não é muito eficiente quando o motorista precisa de uma resposta mais rápida.

O motor é um 1.6 16V StartFlex com até 118cv no etanol e 115cv na gasolina, ambos a 5.750rpm. É um motor silencioso e que possui os modos Drive (até 7% de economia), Sport (melhor performance) e Eco (até 5% de economia na cidade).

Dentre os pontos positivos, o Aircross inclina bem em curvas e a direção elétrica responde bem aos comandos do volante, é leve e precisa. Ainda, é fácil manobrar devido à ampla área envidraçada e à câmera de ré. Porém, quando o assunto é subir morros, o condutor precisa reduzir as marchas.













review Citroën Aircross 2018
Imagem: Blog da Engenharia

O consumo do Citroën Aircross é de 7,3km/L no etanol e 10,2km/L na gasolina na cidade e 8,2km/L no etanol e 11,8km/L na gasolina na estrada, aproximadamente. Ele leva cerca de 13,3 segundos para ir de 0 a 100km/h e a velocidade máxima que alcança é de 175km/h.

+ Design

Design Externo

Por fora, o Citroën Aircross possui 4,3 metros de comprimento, 2,55 metros entre-eixos e 1,75 de altura. O design mistura círculos e quadrados e o ângulo de abertura das portas é grande.

As rodas de 16” de liga leve (exceto na versão Start, em que elas são de aço) possuem o acabamento em cinza brilhante. As opções de cores disponíveis do veículo são Blanc Banquise, Blanc Nacre, Grus Aluminium, Gris Grafito, Rouge Rubi, Perla Negra e Dark Carmim. Algumas não estão disponíveis para todas as versões.

review Citroën Aircross 2018
Imagem: Blog da Engenharia

Na traseira, há o nome Aircross ao lado do estepe. As luzes de ré e neblina ficam no para-choque. Esse para-choque foi redesenhado para uma versão sem estepe, mas ele ainda está presente na versão Shine. Nas outras, ele fica dentro do porta-malas. O tamanho total do porta-malas é de 403 litros, mas pode chegar a 1.500 litros se o banco traseiro for rebatido.

 

review Citroën Aircross 2018
Imagem: Blog da Engenharia

Leia também: BDE Review: o que achamos do Peugeot 208


Design Interno

Por dentro, o que dá o charme ao carro é o arremate quadrado cromado nos difusores de ar circulares. A estampa dos bancos foi inspirada nas calçadas de Ipanema. Vale destacar que a versão Shine é a única que possui couro nos bancos.

Apesar de charmoso, o design interno deixa a desejar em alguns pontos. O assento é alto e um pouco desconfortável para dirigir. Para alcançar o freio de mão, é necessário deslocar o encosto de braço (nas versões em que ele está disponível) e esticar um pouco o corpo. O painel, as portas e o console são de plástico. Ainda, o banco de trás não é muito confortável quando está com 3 passageiros adultos.

review Citroën Aircross 2018
Imagem: Blog da Engenharia

+ Tecnologia

Há uma central multimídia com 7 polegadas touchscreen com espelhamento da tela do celular. Alguns comandos ficam perto da alavanca que ativa o limpador de para-brisa. Os comandos de áudio ficam na coluna de direção. Há, ainda, entradas USB e auxiliar e tomada de 12V.

O ar-condicionado é automático na versão Shine e manual nas outras. O sensor de chuva e os faróis com acendimento automático são úteis para que o motorista tenha maior segurança ao dirigir.

+ Preço

O atual valor do Citroën Aircross depende da versão. A mais barata é a Manual Start (R$52.690,00) e a mais cara é a Auto Shine (R$75.700.00). As intermediárias são a Manual Live (R$62.990) e a Auto Live (R$66.990,00).


publicidade

publicidade