ColunistasDestaqueDestaque + Editor's PickDestaque + PopularesEngenhariaEngenharia NavalGuia da EngenhariaGuia das Engenharias

Você conhece a Engenharia Naval? Saiba mais aqui!

0

Já sabe que vamos falar de navios né? É isso mesmo, sabe porquê? Porque o engenheiro naval é o profissional apto a construir embarcações – navio, barco, lancha, etc.- e plataformas marítimas flutuantes, além de coordenar a manutenção de diferentes tipos de transporte marítimo. Então bora saber mais sobre a Engenharia Naval!

Engenharia Naval


Como o Engenheiro Naval trabalha?

Já que o Engenheiro Naval se responsabiliza pelo projeto, pela construção e pela manutenção de embarcações e seus equipamentos, como Engenheiro Naval irá projetar a estrutura, os motores e todos os demais componentes de qualquer tipo de embarcações (pequenos barcos e lanchas a grandes navios cargueiros e de passageiros, ou de plataformas marítimas voltadas à exploração de petróleo, bem como em sistemas flutuantes e de propulsão)

Como? Bom, na construção, irá supervisionar os técnicos e os operários, verificar a qualidade da matéria-prima empregada e os métodos de trabalho. Poderá ainda, gerenciar o transporte marítimo e fluvial e se encarregar do controle do tráfego de embarcações e dos serviços de comunicação. Deve ser legal trabalhar a bordo né?

Poderá coordenar a fabricação de plataformas flutuantes, utilizadas para diversos fins. Liderar equipes e setores de manutenção, cuidando dos motores, hélices, máquinas de propulsão, sistemas de bordo e navegação e o casco das embarcações.

Para que o transporte de carga ocorra de maneira segura e eficiente você como engenheiro naval irá realizar o gerenciamento de transporte, coordenando os processos de embarque e desembarque das cargas, observando aspectos como capacidade da embarcação, distribuição da carga e profundidade dos canais por onde a embarcação irá navegar, entre outros.

Se estiver envolvido em projetos de sistemas oceânicos, irá trabalhar com a proposta de resolução de problemas de engenharia de embarcações e outros dispositivos flutuantes, definindo as especificações técnicas, especificações operacionais e planejamento de construção. 

Na Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), será responsável pelo desenvolvimento de novas tecnologias aplicáveis aos processos de fabricação, manutenção e operacionalização, visando melhorar as embarcações e possibilitar o transporte com maior capacidade de carga, com mais segurança e agilidade.

Onde você como Engenheiro Naval poderá trabalhar?

O mercado de trabalho para um engenheiro naval está aquecido, pois a indústria naval tem crescido bastante no país. Encontrará emprego tradicionalmente em estaleiros, companhias de navegação e empresas que fazem administração de hidrovias. 

Embora o Engenheiro Naval entenda tudo sobre navegação, a maior parte do seu trabalho acontece em terra, coordenando e supervisionando as atividades de construção e manutenção de navios em estaleiros e portos. Também pode atuar em escritórios, com o suporte de sistemas informatizados.

Nos estaleiros você poderá contribuir com a construção e manutenção de embarcações militares, navios de apoio marítimo ou fluvial, navios graneleiros, módulos para plataformas, rebocadores e comboios, navios porta contêineres, navios para indústria petroquímica, sondas de perfuração, navios e barcos pesqueiros, lanchas de passeio.

O engenheiro naval também pode atuar em portos e hidrovias, coordenando embarque e desembarque de cargas, bem como atuar na indústria petroquímica em diversas funções.

naval

Brasil neste cenário

O Brasil vem se reerguendo, desde 2018, da crise política que fechou diversos estaleiros. Isso porque a alta na cotação do petróleo e os projetos adquiridos nos leilões têm impulsionado as empresas petrolíferas à retomar os investimentos em embarcações. 

Sendo assim, a profissão de Engenheiro Naval, é uma mão de obra pouco disponível no mercado, fazendo com que esse profissional não encontre grandes dificuldades de se colocar no mercado de trabalho. 

Ser Engenheiro Naval não é pra qualquer um e é bastante atrativo né?


Redes Sociais

Clique aqui e conheça nosso canal no Youtube!

Nos siga no instagram clicando aqui Instagram!

Estamos no Facebook!

Tem LinkedIn clique aqui e nos acompanhe por lá também!

Twitter estamos lá!

Contato Profissional

▶ contato@bisnishub.co

Guilherme Matos de Carvalho
Catarinense, 22 anos, formado em Técnico em Agropecuária (2016) e graduando em Engenharia Agronômica no Instituto Federal Catarinense Campus Santa Rosa do Sul- SC. Membro dirigente no CREAjr-SC na regional de Araranguá-SC, e Vice presidente no Centro Acadêmico de Agronomia em 2020. Ama o agro, ama escrever e ama se rodear de boas pessoas. Sonhador, fã de games e louco por conhecimento.

Conheça a Engenharia de Software

Previous article

Catálise, uma conceituação – Parte 1

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Colunistas