publicidade

publicidade

Você sabia que certos vegetais podem ser utilizados na construção de casas? Descubra quais são eles?


A maioria das edificações brasileiras é erguida através de estruturas tradicionais, feitas em concretos, metais e vidros.  Soluções mais antigas foram, em grande parte, abandonadas. E novas ideias estão sendo recebidas com grande resistência por parte dos clientes e empresários. Em contrapartida, arquitetos e engenheiros civis têm apostado nos resultados positivos obtidos pelos estudos envolvendo o uso de vegetais nas construções.

“As pessoas têm absorvido essa preocupação com a sustentabilidade. Os últimos três anos foram a virada nesse sentido. Hoje é difícil ver um arquiteto que não pergunte sobre materiais sustentáveis [para elaborar um projeto].” – Bernardo Ferracioli, em reportagem de Akatu.


Veja Também: Conheça 3 novas estratégias de construção com materiais alternativos


vegetais
Tipo de tijolo fabricado com fibras vegetais. (imagem extraída de Cuauhtemock)

+ Estudos sobre o uso de vegetais nas construções

Existem várias universidades e pesquisadores independentes que estão desenvolvendo estudos que abordam o uso de vegetais na construção civil. Alguns resultados já obtidos apontam que o investimento nesses tipos de materiais alternativos pode ajudar o setor a melhorar alguns sistemas e baratear custos. A fórmula é simples. Eles são rentáveis porque são viáveis e, ao mesmo tempo, sustentáveis. Mas, claro, ainda é preciso muito mais testes para melhorar sua empregabilidade e aceitação.

Além dos vegetais serem uma opção limpa e econômica para a construção civil eles podem ajudar os seres humanos a diminuírem a emissão de poluentes na camada de ozônio. Também a diminuir a exploração de certas matérias primas danosas ao meio ambiente e à saúde. Essas fontes renováveis, supostamente, iriam substituir os materiais tradicionalmente usados e gerar uma reação em cadeia vantajosa para todas as partes, em especial à natureza.

vegetais
Tipo de telha fabricada com fibras vegetais. (imagem extraída de Indústria Hoje)
vegetais
Tipo de placa de isolamento fabricada com fibras vegetais. (imagem extraída de Portal Acústica)

O volume incalculável de resíduos produzidos e descartados – além de florestas nativas cortadas – todos os dias, são uma das causas para o aquecimento global. A indústria da construção civil é responsável pela maior parcela das emissões de CO2 na atmosfera. Esse é um problema bastante grave que o mundo vem enfrentando. O uso de vegetais para erguer e decorar casas não reverte seus efeitos negativos. Contudo, pode amenizar.


Veja Também: Afinal, quais os tipos de concreto considerados ecológicos?


vegetais
Tipo de placa de isolamento com fibras vegetais inserida num sistema “massa-mola-massa”. (imagem extraída de Grupo B+)

+ Como usar vegetais para construir casas?

Apesar de parecer ser uma ideia inovadora, o uso de vegetais na construção civil remete às práticas de civilizações do passado. No Egito Antigo, espécies como o vime eram bastante utilizadas. Em países como China, Japão, Vietnã e Tailândia, o bambu há tempos é empregado em edificações, móveis e utensílios domésticos. No Brasil, até a malva sempre foi muito conhecida e cultivada para este fim.


Veja Também: Saiba quais materiais eram empregados na engenharia da antiguidade


vegetais
Revestimento decorativo feito à base de casca de coco. (imagem extraído de IVD)

Pois, na contemporaneidade, o uso de vegetais é mais variado, e pode ser feito de diversas formas. Veja alguns exemplos:

– O reaproveitamento de cascas e serragem de madeira para a fabricação de blocos e tijolos.

– O reaproveitamento de fibras do coco para agregar à mistura de fibrocimento, e de sua casca para a fabricação de pastilhas de revestimento.

– A utilização do sisal em fundações de edifícios e contenção de encostas.

– A utilização da juta como reforço de concreto pré-moldado.

– A utilização do cânhamo como isolante térmico.

São outros vegetais utilizados na construção de casas: a cordoalha, a aniagem, o linho, a rami, a curuauá e a folha de bananeira.


Veja Também: Conheça o método de construção Earthbag e todas as suas vantagens


vegetais
Sacos de fibras naturais utilizados para erguer estruturas no sistema earthbag. (imagem extraído de Macetes Da Construção em Youtube)

+ Como utilizar alimentos para construir casas?

Muitos produtos, envolvendo o uso de vegetais para construção e decoração de casas, estão, neste momento, em desenvolvimento – embora ainda em pequena escala. Já é possível conferir no mercado ofertas de empresas para forração de armários, revestimentos de piso ou de parede com matéria-prima vegetal. Mas, será que existem itens consumidos como alimentos que poderiam estar nesta lista? Confira os exemplos a seguir!

+ Pupunha

vegetais

vegetais
Palmeiras e palmitos. (imagens extraídas de Governo Municipal de Itanhaem em Flickr)

A pupunha é uma espécie de palmeira bastante conhecida, pois é dela que é feita boa parte da extração de palmito, um vegetal que está presente em muitos pratos da culinária brasileira. Geralmente, depois que é cortada, sua casca vai para o lixo ou fica apodrecendo no solo, atraindo fungos e bactérias. Já o seu tronco perde a capacidade de produtividade depois de quinze anos ou ao atingir altura acima do nível de colheita. E todo esse material é muito bonito e resistente. Como resultado, alguns arquitetos estão propondo sua utilização na fabricação de chapas de compensado.

+ Mamona

vegetais
Mamonas e seu óleo. (imagem extraída de Dica de Musculação)

A mamona é uma planta da família das euforbiáceas. É dela que se derivam alguns dos óleos mais empregados na culinária e também na cosmética. Na Universidade de São Paulo, pesquisadores do setor de Química Analítica e Tecnologia dos Polímeros investigam alternativas para a substituição dos polímeros utilizados em revestimentos de estruturas de concreto. Eles descobriram uma resina de origem da mamona. Parece que, quando aplicada a matrizes cimentíceas, ela eleva a resistência dos compostos, garantindo melhor desempenho das estruturas.

+ Banana

vegetais
Bananeiras (imagem extraída de Wikipedia)

A banana também é um composto vegetal que pode ser empregado na construção e na decoração de casas. O refugo da sua cultura gera um volume enorme de resíduos. Depois que os cachos da fruta são colhidos, todo o mais é descartado para decomposição. Infelizmente, às vezes, esse processo também provoca um aumento na proliferação de fungos e da emissão de metano, outro gás causador do efeito estufa. Talvez esse material pudesse ter outro fim.

As fibras da bananeira são resistentes, isolantes e biodegradáveis. Elas são capazes de substituir certos substratos que fazer parte da composição de móveis e revestimentos de paredes e pisos, como o MDF – material derivado da madeira. Mais notável exemplo é o BPV, já utilizado na decoração, arquitetura e construção civil.

vegetais
Placa feita de fibra de bananeira. (imagem extraída de Material Brasil )

FontesAkatuEbahBlog Arquitetura InterioresEco Casa.


Leia Também:

Por que o bambu é considerado ‘aço verde’ da construção civil

Curiosidade: saiba quais as arquiteturas são consideradas vernáculas


publicidade

publicidade