BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

3 países estão buscando engenheiros brasileiros

Se alguma vez em sua vida você ao menos cogitou a possibilidade de trabalhar fora do Brasil, então esse post foi escrito especialmente para você!
Screenshot 2014-10-27 14.17.36

América do Norte, América do Sul, Europa, Ásia, Oceania, África?  Com qual continente você mais se identifica?


Eu, particularmente me identifico com todos os continentes, sabe por que? Porque eu sei que em cada um desses continentes a experiência de vida é totalmente diferente, e como eu sou um cara um tanto curioso, gostaria de, se possível, morar 1 ano em cada continente.
Mas enfim,  ao ler este artigo, descobri que existem 3 países que estão abertos à entrada de mão de obra estrangeira/qualificada e tem um interesse em especial nos profissionais brasileiros.

Canadá (América) 

Quebec_canada-blog-da-engenharia
Engenharia civil e engenharia da computação são as áreas com maiores perspectivas no Québec, a província Canadense que fala francês. Para saber mais informações, acesse o site oficial da província.

Nova Zelândia (Oceania)

nova-zelandia-blog-da-engenharia
Neste pequeno país, os profissionais das mais diversas áreas da engenharia e TI são muito bem vindos, e você pode conferir mais informações no site oficial do governo neozelandês.

Noruega (Europa)

noruega-blog-da-engenahria
Apesar de ser o país com o maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), a Noruega teve um déficit de aproximadamente 14 mil engenheiros no primeiro semestre de 2014. Devido ao pré-sal, diversas empresas norueguesas estão buscando proximidade com os profissionais brasileiros, e se você não tem muitos problemas em passar frio, essa pode ser uma boa oportunidade! As áreas da engenharia mais buscadas são: perfuração, automação, mecânica, mecatrônica e hidráulica. Saiba mais clicando aqui.
 

Total
0
Shares
54 comentários
  1. Vc so esqueceu de dizer que para trabalhar nestes países como engenheiro civil o candidato tem que se submeter a processos de imigração e mais processos para validação do conhecimento dele em engenharia e que tem que ter uma poupança até conseguir emprego.

    1. Verdade.
      Não sei como é o processo nos outros 2 países, mas ao menos no Canadá sei que é bem burocrático e caro (pra validar o curso precisa de algumas matérias extras se não me engano, além de um período de estágio)
      Estou pesquisando se algum país europeu aceita o diploma de engenheiro civil com maior facilidade ou ao menos com pouca coisa a se adequar.

  2. Vc so esqueceu de dizer que para trabalhar nestes países como engenheiro civil o candidato tem que se submeter a processos de imigração e mais processos para validação do conhecimento dele em engenharia e que tem que ter uma poupança até conseguir emprego.

    1. Verdade.
      Não sei como é o processo nos outros 2 países, mas ao menos no Canadá sei que é bem burocrático e caro (pra validar o curso precisa de algumas matérias extras se não me engano, além de um período de estágio)
      Estou pesquisando se algum país europeu aceita o diploma de engenheiro civil com maior facilidade ou ao menos com pouca coisa a se adequar.

  3. Acho que muitos brasileiros se empogam em vir morar fora. Deixo claro que nao so sao flores, os rocessos sao pesados e e preciso persistencia. Quem entra nisso deve saber que o ingles e o frances de turismo (aquele que voce viaja e se vira bem, as pessoas que viajaram algumas vezes e entendem tudo, as pessoas que fieram curso no brasil e acham que sao fluentes – nao e o bastante. Sim! Os maiores problemas que temos dentro de empresas aqui nos EUA e alguns amigos tem no Canada, sao estrangeiros contratados pela experiencia mas que nao passam nenhuma credibilidade por que nao falam bem a lingua. A realidade do dia a dia e outra, e e preciso humildade para reconhecer que precisam voltar a estudar linguas no pais e improve vocabulario. Nao e a toa que o processo frances esta cada vez mais rigido, e principalmente um lugar que cobra duas linguas (nao adianta, frances e ingles sao fundamentais). A mentalidade tambem e outra (no Brasil se consagrou achar que mestrado e doutorado e uma coisa para virar professor de universidade, mas aqui voce e rei e rainha bem graduado, tanto que qualquer um que tiver rouba a sua vaga, pois pesquisa vale como experiencia em toda single empresa – especializar e fazer pos graduacao e fundamental e valoriza voce no mercado estrangeiro). As maiores empresas dos Estados Unidos sentem falta de mao de obra, engenharia (principalmente mecanica e computacao), professores bem formados, Ciencias da Terra (Geologia, Geografia etc…. etc…que estao em todas as empresas principalmente na era do GIS). Deixo claro tambem que as pessoas precisam ser bem preparadas psicologicamente. Tenho varios amigos que desistiram e voltaram, principalmente os que escolhem os lugares muito frios (a realidade nao e so flores, o dia a di e trabalhoso e precisamos ter em mente esse tipo de experiencia – inclusive algumas empresas avaliam muito essa sua capacidade de lidar com isso, pois elas perdem funcionarios em pouco tempo por que desistem). Dou a dica que todos devem estar preparado para um sistema que funciona completamente diferente. Outra dica para quem quer imigrar e: Ja viram quanta gente volta para o pais natal? direto tem noticias de imigrantes que retornam, muitos nao admitem por que, mas nos anos que moro fora, compreendo. Quando vamos para outro pais vamos pensando apenas nas coisas boas, que vemos na net, que vemos nas viagens, mas nao sabemos como e a realidade do dia a dia, voce nao vai viver como um turista. Voce nao vai viajar todo fim de semana como muitos acham, voce nao vai ter impostos mais baratos do mundo, moro nos EUA onde bens de consumo sao baratos pelo que eu ganho, mas pagamos impostos e sao caros. A realidade para quem tem filho e: a escola elementar e gratuita mas depois disso voce tambem paga caro, entao tem que se planejar (o que faz muita gente dar valor as intituicoes federais do Brasil, ninguem acredita quando falo que ai no brasil existe universidade publica, e naoa dianta vir falar de problemas, todas tem, mas e publica, aqui todas sao privadas e tb tem problemas). estejam em mente que planos de saudes sao carissimos, a realidade de um plano de saude em paises como Canada e EUA e fora da realidade. Sim, seu dinheiro vai dar para vc sobreviver, vai da para investir, principalmente se for no Brasil, mas nao vais ser em um ano, A seguranca e excelente, mas vivemos com realidades ambientais que devemos estar preparados, como furacoes, terremotos (muita gente foi embora no primeiro terremoto que teve e na primeira nevasca que durou dias). Vale a pena, vale, tem coisas boas, mas temos que saber o que escolhemos, temos que guardar dinheiro, porque nao tem toda a presepada que existe em alguns lugares (ao menos Canada e EUA nao, quem dira Noruega) o que queremos, temos que passar pelos desafios e sermos honestos que todo mundo idealiza uma coisa que nao existe. Como disse as empresas sofrem muito com isso, os que vem, acham lindo, chegam e nao passam credibilidade com a lingua, e desistem com a realidade do dia a dia. Boa sorte para quem vai encarar e que encarem como guerreiros, porque quem e imigrante e um guerreiro, esforcado, batalhador e aprendeu muito a ser humilde e a reconhecer que existe coisas boas em todos os lugares, e coisas ruins tambem.

      1. Oi Bruno! Eu diria que engenharia mecanica e o curso dessa nacao que aprendi a amar nesses 5 anos trabalhando aqui!!!!!!! Cidades boas para eng….que e dificil te falar todas, pq todas as cidades e em todos os ramos e em todos os estados tem empresas que precisam de eng. mecânico. Engenharia Mecânica e um dos unicos cursos que empresas pagam o processo nao so de imigracao mas tem vezes que ate Greencard (lembrando que isso e ganhar na loteria e e preciso ser uma mao de obra muito qualificada). Nao sao todas as empresas nos EUA que sao dispostas a conseguir o visto de trabalho, no caso H1, sao processos demorados e elas precisam pagar advogados de imigracao e passar por toda burocracia – vez ou outra elas fazem isso, mas nao e sempre. Dou a dica de buscar empresas terceirizadas para contratacao. O brasileiro erra muito em enviar curriculum only para empresas, pq aqui a coisa funciona diferente. Muitas empresas nao querem arcar com todo o processo de entrevista, e achar o candidato certo, entao eles pagam para uma outra empresa fazer isso para eles, e essa empresa contrata a pessoa, ganha em cima dela durante um ano, ate a empresa te fazer a proposta (salario o mesmo, e so um jeito diferente de fazer negocios). O forte aqui e entrar em contato com job shopper. Nao sei a sua area de especializacao mas uma das empresas que mais buscam engenheiros mecanicos e no ramo da aviacao (California, South Carolina, Washington state, Nevada etc…. pode colocar todos os estados ai na lista). Nos ultimos 3 anos por exemplo, uma empresa que busca profissionais para empresas no ramo da aviacao e outros fez dois processos para imigrar com greencard (holly crap!!!!!). O processo seletivo nao foi no Brasil, foi na Europa – o que significa que vc tem que viajar para fazer a sua entrevista. Tive dois amigos que foram com a cara e coragem, sabendo que poderiam ter gasto o dinheiro de ir ate la e receber um nao, maaasss nao se arrependeram, e vieram direto para a terra do Tio Sam. Imigrar para os EUA e mais dificil que para o Canada (depende do ponto de vista)…. nos EUA vc tem que provar sua qualificacao, muitas empresas nao sao interessadas em bancar processos caros, a nao ser que vc seja bem interessante para elas, apesar de precisar, elas ainda enfretam muita burocracia no pais para trazer gente de fora – por isso tem que ficar sempre de olho, por que as vezes abre os processos e os sortudos ganham na loteria mesmo.
        Algumas empresas decomputacao contratam brasileiro, mas com visto de trabalho e possibilidade de renovar contrato e entrar com pedido de greencard – ela paga a sua mudanca, ajeita tudo para vc. Nos EUA apenas com o ingles (um bom ingles) vc consegue uma boa oportunidade. Eu citei o frances, no caso de imigracao para o Canada. A questao de linguas foi algo que sofri muito, eu nasci numa familia brasileira, que falava alemao, trabalhei na Europa e aprendoi o Frances from meu marido muitos anos na Europa e no Brasil, e ambas as linguas tiveram uma grande queda na escrita e na pronuncia (coisa que com 2 anos em qualquer pais vc comeca a experimentar – e no fim descobre que nao fala direito nenhuma das linguas. Sempre estudei ingles, e cheguei aqui tive que me dedicar muito para a minha credibilidade, pois meu chefe cobrava, entao meus dois primeiros anos foram estudando para aprimorar o ingles e trabalhando – nao adianta o dia a dia como disse e outra coisa, principalmente quando eles em reunioes usavam expressoes idomaticas, ou slangs. E diferente, e temos que estar aberto a voltar a estudar – eles nao deixam de te contratar por ausa das falhas, mas te cobram no dia a dia.
        Em relacao ao Canada o processo para o Canada esta cada vez mais rigoroso devido a grande procura e grande taxa de pessoas que acabam desistindo com o tempo – tenho amigos que amam morar no Quebec, mas tambem tenho amigos que tentaram imigrar do Quebec para os EUA porque nao se adaptaram ao clima, por fim optarm por voltar para o Brasil. Nos EUA, voce nao precisaria do frances, apesar de esta crescendo muito e ser um diferencial na hora de contratar em alguns casos (espanhol, frances outras linguas). Mas, depende muito do seu ponto de vista a questao de dificuldade.
        Eu diria que engenharia mecanica e computacao e um caso bem particular, que eles nem validam diploma e consideram a sua grade univers., a sua qualificacao e experiencia (depende da universidade brasileira – de toda maneira eles checam tudo). Outras engenharias eles sao bem chatos, assim como sao para cursos de saude (esposas de amigos meus que tem cursos de odontologia, medicina, enfermagem, praticamente tem que fazer outro curso, porque essas areas aqui funcionam como certificacoes de tempo em tempo, algo mais ou menos assim – e os cursos aqui sao muito caros e pagos por credito). Outras engenharias, tb tem processo de validacao de diploma, grades que nao sao compativeis com as daqui, entao muitas empresas nem se esforcam em trazer para os EUA, neste caso, o Canada e mais facil para outras engenharias. Como disse Canada e mais facil imigrar, mas os processos sao burocraticos, e e um lugar que so ingles nao resolve o caso, principalmente para a regiao do Quebec que pedem tanto Frances como o Ingles, na minha opiniao mais frances), mas os eng. mecanicos nao devem descartar a possibilidade dos EUA como pais para imigrar, principalmente se forem bem qualificados, e devem ficar atentos as oportunidades.

        1. Eduarda, como vc conseguiu ir pros EUA? Sou Eng de óleo e gás. Tem mta vaga, mas nenhuma empresa quer ser sponsor do visto. Já estou tentando há mto tempo. Vc tem alguma dica de como conseguir emprego e o visto de trabalho?

          1. Fui através da minha antiga empresa, mas não na área de O&G. Pra conseguir um visto de trabalho primeiramente você deve estar com emprego garantido no país! Sugiro você buscar em sites de caça talentos americanos por vagas disponíveis!

        2. Eduarda, sou eng de O&G, tenho experiência, falo inglês, já fiz curso nos EUA. Quero ir pra trabalhar e não consigo pelo visto de trabalho, pq nenhuma empresa quer ser sponsor. Vc disse q alguns amigos foram fazer processo seletivo na Europa, comentou de trabalhar como contractor por um tempo. Vc tem nomes de empresas? Ou tem alguma dica do q posso fazer? Obg

        3. Eduarda, alguma dica de como entrar no mercado de O&G aí? tenho exp, falo inglês, sou eng, mas nenhuma empresa quer ser sponsor do visto.

    1. Oi Eduarda, sou estudante de engenharia civil e formo no final do ano que vem, faço estágio numa empresa conceituada no mercado de empreendimentos de alto luxo aqui em Minas Gerais, mas tendo em vista a crise que o Brasil está passando, o publico alvo de que compra esses empreendimentos são investidores não estão investindo, ou seja, a possibilidade que eu tenho de ser contratada assim que eu formar é baixa. Tenho em mente a possibilidade de ir trabalhar no exterior, tenho a consciência de toda dificuldade que terei que passar. Voce sabe qual país que aceita o meu curriculo ?

      1. ola sou estudante do 7 termo de eng. civil, sou formado em tecnico em segurança do trabalho, tambem sou corretor com CRECI ja em maos, e vou começar pos em eng. segurança do trabalho, por favor tem campo para mim no canada, usa, enfim qual a melhor opção de trabalho na minha area desde ja muito obrigado … segue meu email para contato cantinhodoatacado@gmail.com

  4. olá Eduarda,
    Gostaria de saber primeiramente como9 entro neste processo seletivo para tentar de alguma forma uma nova oportunidadede trabalho no ramo da engenharia no exterior . Existem sites espciliastas ? vou na imigração ?
    Meu inglês não é 100% estou me intensificando e estou procurando oportunidades tenho um experiência boa em obras industrias idependetemente da minha formação ser civil e tenho a cidadani portuguesa , Será que isso ajudaria algo no mercado exterior ?
    Grato pela atenção

  5. Sou aluno de Eng. Eletrônica da UFRJ, e penso que além de prova para retirada inicial da carteira do CREA, deveriam haver avaliações obrigatórias e regulares em cada tipo de engenharia, pois trata-se de uma área em constante evolução e não se pode achar que um profissional desta tipo, uma vez graduado estará apito para o resto da vida.

    1. Jesuis! Guarda de todo o mal (e da vergonha alheia na banca) o orientador de TCC desse jovem aspirante a engenheiro.
      *Ps.: Provão do CREA não existe mais se a tua universidade é credenciada. Pegou o canudo e pagou as taxas, já pode ir buscar a carteirinha.

      1. Amigo, ele quis dizer que, na opinião dele, DEVERIAM realizar provas de aptidão para obter a carteirinha do CREA e provas regulares de atualização.
        Eu pessoalmente concordo e ao mesmo tempo discordo. Acho interessante pois o fato de exigir uma prova faria com que os alunos se empenhassem mais. Digo isto pois muitos colegas passam por passar, estudam para aprovação apenas e não para aprender e absorver o conteúdo. Em contra partida vejo muitos formandos que tiraram nota máxima em 90% do curso, mas na pratica, não sabe atuar e, portanto, não conseguem se manter num emprego – isto quando conseguem um. Provas e notas não são as melhores ferramentas de avaliação!

        1. O comentário foi sobre o Apito do colega.
          Sobre a necessidade de provas para comprovar reciclagem, o próprio mercado já exige N certificações (NBR, ISO, ITIL, PMP, etc.). Não vejo necessidade do conselho (generalista) cobrar conhecimentos de áreas específicas (cobrados pelo empregador através de experiência e/ou certificação).

        2. Eu concordo! Eu larguei meu emprego de técnico em mecatrônica para conseguir notas boas na engenharia elétrica, mas pelo que percebi, experiências valem mais, então logo logo voltarei a trabalhar. O Que você acha sobre fazer iniciação científica?

          1. Acho uma boa oportunidade. Já tentei fazer foi cansativo e na época fazia 12 cadeiras, para recuperar o atraso que tive nos semestres iniciais. hehe
            Ainda mais se você pretende seguir carreira de ensino, é otimo.

        3. É precisa avaliar pra que? Pra quem? Se o sujeito não conseguia atuar. Problema dele não? Pra que vai querer aplicar uma prova? Não faz sentido nenhum. Engenharia não precisa de podcast pois ao contrário dos outros cursos, a matéria é gigante. Tem centenas de áreas. Um Eng civil pode se especialista em fundações e não saber nada de muros.. tu não pode querer fazer uma prova geral. Ninguém sabe tudo. Que bizarro isso. Deixa que o livre mercado e encarrega de regular sozinho. Se o cara quer se torna especialista em fundações profundas, deixa o cara. Cada uma. Agora o cara vai ser obrigado a fazer uma prova geral sendo que não interessa pra ele? Cada uma.

    2. Meu filho, que mané prova. Se o sujeito não é bom o próprio mercado encarrega de dificultar pra ele. Simples. Que besteirol de prova. Brasileiro adora burocracia e gambiarra.

  6. Sou alemão falo alemão fluente ingles e portugues sou engenheiro quimico em herbicida e fungicida ja trabalhei , como engenheiro de produçao tenho disponabilidade para viajar . gostaria de trabalhar no Canadá.
    meu imail seniralipp@gmail.com

  7. Alguém sabe dizer qual país de língua inglesa possui um processo menos burocrático para revalidação do diploma de engenharia (no meu caso, Controle e Automação)? Já sei que EUA e Canadá têm um processo dificílimo e caro.

  8. Olá eu estuo no 6 período de Engenharia Mecânica e estou procurando estágio e esta muito difícil para achar, queria saber quais cursos e se o norte é uma boa opção pra poder começar a carreira.

    1. Tenta a Embraer (SJC). Aviação é excelente e precisa de profissionais (deve tá mais lenta no Brasil) , mas não custa tentar para ganhar experiência – Isso te colocará na reta de grandes empresas como Airbus (França), Boeing (EUA) que precisam sempre de profissionais e uma vez que tenham experiência no ramo as suas oportunidades para o futuro irão ser grandes caso tenha interesse em experiência fora. Tenho amigos que imigraram fácil para o Canadá com Eng. Mecânica na Bombardier (Quebec – CA).

      1. Boa noite Eduarda tudo bem?
        Me desculpe pela demora, eu me interesso muito em uma oportunidade pra fora do Brasil, meu sonho e esta atuando na área em que e minha especialidade e trabalhar com muita alegria, como faço para entrar em contato com você?

  9. ola sou estudante do 7 termo de Eng. civil, sou formado em técnico em segurança do trabalho, também sou corretor com CRECI já em mãos, e vou começar pós em Eng. segurança do trabalho, por favor tem campo para mim no canada, usa, enfim qual a melhor opção de trabalho na minha área desde já muito obrigado … segue meu e-mail para contato cantinhodoatacado@gmail.com

  10. Sou estudante de Eng. Elétrica, estou no meu sexto período e gostaria de buscar um estagio fora do Brasil, qual o pais que me oferece melhores condicoes para isso?

  11. Estou no 8 semestre de Engenharia Aeronáutica no ITA, e queria saber qual o país mais indicado para um profissional graduado nesta área exercer

  12. Boa tarde Eduardo!
    Meu namorado é formado em engenharia Ambiental e está começando pós graduação em Geoprocessamento.
    Você indicaria qual país para tentar um emprego bacana?
    Desde já obrigada.

    1. boa noite Fernanda tambem faco engenharia ambiental eestou no ultimo ano pretendo tentar trabalhar fora do pais se voce puder compartilhar alguma experiencia que vcs tenham passado eu agradeço

  13. Sou engenheiro civil formado na anhembi morumbi. Estou me informando para ver se tem algum país que aceite o diploma de engenheiro no Brasil e até agora não encontrei. Pelo que pude ver no Canada, é necessário fazer um curso de 2 anos para poder “validar” o diploma, e aí sim você consegue atuar como engenheiro.
    Você tem algum conhecimento sobre esses cursos ou locais que o diploma seja valido?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!