BDE News

Assine a nossa newsletter

Digite o seu e-mail para receber a nossa newsletter.

Não se preocupe, não fazemos SPAM
Categorias

Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo, ganha iluminação com LEDs

Acendimento das lâmpadas pode ser controlado por meio de um computador conectado à internet. Sistema também permite o monitoramento da vida útil de cada lâmpada.

Desde o início de dezembro, lâmpadas de vapor metálico foram substituídas por 330 luminárias inteligentes de LED na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo. Com um investimento de R$ 3,9 milhões no projeto, a modernização da iluminação da via, realizada pelo Departamento de Iluminação Pública (Ilume), vinculado à Secretaria Municipal de Serviços, deve permitir a economia de até 50% no consumo energético. As luminárias foram instaladas no trecho entre a Rua dos Pinheiros e a Avenida Cidade Jardim, com extensão de aproximadamente 2,5 km.

A reformulação consistiu na troca da iluminação por luminárias específicas para a avenida, para a calçada, e, também, para a ciclovia no canteiro central. Na primeira etapa, estes serviços contemplaram a instalação de 280 novos postes metálicos, com 330 lâmpadas de vapor metálico, em substituição às de vapor de sódio. Já na segunda etapa foi feita a troca das lâmpadas de vapor metálico pelas luminárias de LED.

Foram aplicadas três tipos de luminárias: de maior potência nos canteiros centrais; de média potência nas calçadas e menor potência na ciclovia. As luminárias possuem temperatura de cor branca neutra, propiciam aumento nos níveis de luminosidade e possibilitam a distinção de cores.
O sistema permite ainda a centralização do comando da iluminação. “Ele torna a iluminação pública ‘inteligente’, responde a comandos à distância e emite relatórios e alarmes, conforme situações que ocorram no local”, informa a fabricante Philips, responsável pelo desenvolvimento do projeto. O acendimento das lâmpadas pode ser controlado por meio de um computador conectado à internet.

Os relatórios de tempo de utilização das lâmpadas ajudam no monitoramento da vida útil, contribuindo para a programação de compras de lâmpadas e de reatores para reposição. O telegerenciamento da rede de iluminação pública também permite o acesso ao status de cada lâmpada, com informações de tempo de acendimento, análises de tensão, intensidade de luz, controle de acionamento e desligamento por tempo.
A extensão da Avenida Brigadeiro Faria Lima, que não está incluída no trecho em questão, conta com lâmpadas de sódio e será contemplada nas futuras fases de implantação do projeto. As lâmpadas de vapor metálico que foram utilizadas emergencialmente na primeira etapa de iluminação deste trecho, serão remanejadas para outras vias da cidade.
Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas
pt_BRPortuguese

WORKSHOP ENGENHEIRO PERITO

Conheça o método que engenheiros de todo o Brasil estão usando para trabalhar na justiça recebendo de R$4.375,00 á R$11.547,00.
Sem prestar concurso público!

Fique tranquilo, não enviamos spam!